"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Uma delícia!


autor: MagTentadora
publicado em: 25/09/15
categoria: outra
leituras: 2822
ver notas
Fonte: maior > menor


Com 18 aninhos e louca por sexo, por coisas novas na relação e aventuras.
Sempre fui discreta nesse sentido, mas quando quero conquistar alguém eu mostro a vontade que tenho de ter ele pra mim, tudo aos poucos e sendo bem provocante!
Tinha uma festa para ir entre amigos, eu estava mega animada, solteira, louca pra beber um pouco e me acabar dançando. Doce ilusão... Quando cheguei na festa com algumas amigas, encontramos os outros meninos conforme tinha sido combinado horas antes, dei de cara com um gatinho que tinha ido junto com eles e eu nem imaginava. Pronto, foquei nele, era ele que eu queria naquela noite! Logo na entrada, quando fomos apresentados ele percebeu que eu estava com uma certa malicia, ele me interessou muito e sabia disso.
Começamos a beber um pouco, eu estava dançando com as meninas mas sempre olhava aquele gato de canto e por incrível que pareça ele me cuidava também. Não demorou muito ele começou a chegar perto de mim, um dos meninos me tirou pra dançar e ele só cuidava de canto, uma certa hora parei, disse que ia na copa comprar uma água pois estava com cede e depois iria no banheiro, para a minha surpresa o gato se ofereceu para me acompanhar pois tinha muita gente e não queria que ngm se aproveitasse de mim. Eu sorri maliciosamente e aceitei.
Enquanto estávamos desviando das pessoas, ele ia atrás de mim, segurou na minha cintura e as vezes me apertava, fazendo eu me arrepiar. Ufa, finalmente chegamos na copa, ele pediu uma água e como é muita cavalheiro pagou para mim. Vi o seu interesse em mim, não degrudava o olhar do meu corpo e sempre olhava para a minha boca enquanto tomava uns goles de água.. Fui ao banheiro e ele me esperou do lado de fora, quando voltei ele estava com o olhar fixo em mim. Eu usava uma saia coladinha e uma camisa com um decote enorme, um salto fino e andava lentamente na direção do gato. Quando cheguei perto dele ele me pegou pela cintura, me trouxe para perto dele e segurou meu cabelo, olhando nos meus olhos disse:

-Como você está linda, é sensual e não é vulgar.
Sorri com um pouco de vergonha e agradeci. Ele não esperou muito e falou:

-Se importa se eu der um beijo nessa linda boca?
Olhei para ele com uma cara de safada e disse que sim, mordendo o canto da boca.
No mesmo instante ele me deu um beijo, molhado, gostoso.. AHH QUE BEIJO, que pegada gostosa, me fez viajar naquele momento. Ficamos ali, enquanto ele me apertava e colocava a mão na minha nuca.. Depois de um tempo voltamos para perto de nossos amigos e logo eles perceberam que tinha rolado algo, dançamos juntos, nos beijamos muito e quando estava quase acabando a festa nos escoramos em uma parede e ali ficamos nos beijando e falando algumas besteiras um para o outro, que gato gostoso, safado, com uma pegada deliciosa. Não estava mais aguentando, eu estava molhada e sentia aquele pau duro perto da minha buceta. Ele me convidou para ir para a rua, pegou a chave do carro e então preferimos ficar lá dentro com mais privacidade. Bancos de coro, carro limpinho, vidros com película, ninguém nos veria.. Fomos para o banco de trás, ele estava em cima de mim me beijando cada vez mais gostoso, com mais vontade, ele colocou a mão dentro da minha saia e logo viu q eu estava molhada, colocou os dedos dentro de mim e assim me fez ficar mais ofegante e louca de tesão. Logo ele me pediu:

-Posso tirar essa calcinha? Se é que posso chamar isso de calcinha. Deu uma risada maliciosa, pois minha calcinha era minúscula.

Logo respondi:

-Pode, o que pretende fazer comigo? Falei com um ar de ironia. Ele sorriu e apenas tirou.. Não falou nada, eu continuei esperando para ver o q ele ia fazer. Quando vi, ele estava beijando minhas coxas e assim me peguei quase delirando naqueles beijos gostosos, me dava mordidas e ia subindo, lambia a minha virilha e então finalmente, quando eu não estava mais aguentando, ele começou a me chupar.. A língua bem suave, molhada e lenta, com o tempo foi aumentando a velocidade e me fazia gemer como louca. Que chupada gostosa, eu gemia alto e segurava o cabelo dele, me fez gozar na sua boca. Levantou, subiu para cima de mim novamente e falou:

-Que gostinho bom, vc é deliciosa. Gostosa!

Eu sorri suspirando e falei:

-Que língua deliciosa, safado!

Ele sorriu safado e me beijou, começou a enfiar os dedos novamente e então não aguentando mais falou:

-Eu só não coloco meu pau pq tu não deixa..

-Quem disse que não? Pode colocar. Respondi louca pra sentir aquele pau gostoso dentro de mim.

Imediatamente ele tirou as calças e quando olhei fiquei surpresa, era um enorme de um pau, grosso e gostoso. Não aguentei e pedi para chupar ele, estava louca de tesão e como ele tinha me feito um agrado eu tb queria agradar ele. Chupei aquele pau gostoso, duro como pedra, bem grosso.. Lambia só a cabeça e depois engolia ele com muita vontade. Ele me empurrou novamente para trás e disse que queria me comer.
Eu estava extremamente molhada e aquele pau entrou na minha buceta com uma facilidade.. Foi gostoso demais, ele começou devagar, depois aumentou a velocidade socando tudo dentro de mim. Que delicia!
Pediu para mim ficar de quatro e então empinei minha bunda e ele socou sem nenhuma piedade, colocava com força e eu gemia como louca, logo iria gozar e ele me dava tapas na bunda e me chamava de vagabunda e eu delirando de tesão! Comecei a rebolar naquele pau gostoso e então ele disse que ia gozar.

-Goza bem gostoso enquanto eu rebolo bastante. Falei bem cachorra e então ele me segurou pela cintura bem forte e eu senti aquele jato quente dentro de mim. Ele suspirou, tentou se recuperar e então eu dei um beijo nele, bem quente e disse:
-Que sexo!

-Que gostosa, tu é boa mesmo. Me surpreendeu! Disse ele suspirando ainda.

E então ficamos mais um pouco jogando papo fora e nos beijando.. Depois ele me largou em casa e continuamos nos encontrando, fazendo sexo cada vez mais loucos.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.