"Os mais excitantes contos eróticos"


Satisfazendo minha gostosa...


autor: GostosudaPE
publicado em: 12/01/18
categoria: lésbicas
leituras: 1982
ver notas
Fonte: maior > menor


Não sei o que deu em mim,
Mas me submeti a fazer o que nunca fiz.
Tu és minha guia
Nesse vale do prazer.
Teu cheiro é minha droga...
Sou viciada em você.
Juntas nesse quarto de motel,
Te encaro
E percebo o tesão no teu olhar.
Estou de joelhos na cama,
Chupando o cara que você fez questão de me dar.
Ele delira.
Faço delícias com a boca.
Sabes bem disso...
Enfio o pau inteiro,
Até a garganta
E lambo toda a extensão,
Chupo a cabecinha
E ele geme alto.
Mas meu foco é você!
Quero ver o teu prazer.
Sentir teu gozo.
Te fazer derreter.
Desço da cama,
Te pego pela mão
E te deito naqueles lençóis...
Com todo cuidado, carinho, atenção.
Abro tuas pernas
E um cheiro gostoso me toma de assalto.
Me encaixo entre elas
Olho pro cara e digo:
---Come minha xota com força, gato.
E na sua buceta, caio de boca.
Sinto o sabor delicioso,
A temperatura vulcânica,
O clitóris duro,
O mel a escorrer.
Uma tora começa me penetrar.
O cara, do riscado, parece entender...
Estou mamando no teu grelo,
Tua mão puxa meu cabelo
E meu corpo estremece.
O cara bomba sem parar...
Muito gostoso isso tudo.
Não quero estar em outro lugar!
E a cena excitante se faz:
Tu arreganhada na cama,
Eu entre tuas pernas,
De bunda empinada
E com um roludo montado atrás.
Ahhhhhhhhhhhhh, Preta.
Isso é tesão demais.
Tu geme alto e me chama de "puta, cachorra, minha"
Ele geme alto, me bate na bunda e grita "gostosa, safada, vadia"
E eu não posso
Nem gritar
Nem gemer
Tua buceta me enche a boca
E eu só penso em gozar pra você.
Mamo com mais afinco teu grelo
Minhas mãos alcançam teus seios
Aperto os bicos com força
Sei como te deixar louca
Amo te fazer gozar.
E assim a sinfonia fodástica
Chega ao auge:
Tua buceta derrete na minha língua.
Teus gritos ecoam no quarto.
Ao ouvir teu gozo, o meu chega...
Empino mais o rabo.
A rola tem que encravar.
Gozo num gemido fino e seco
E em cima de você desfaleço.
O cara me aperta a bunda
Me chama de "puta suja"
E jorra dentro de mim.
E juntas ficamos ali...
Gozo fantástico,
Sorrisos imensos.
Na penumbra do quarto,
Minha cabeça apoiada no teu braço,
Te encaro e digo assim:
---Obrigada, minha Preta. Por me fazer tão feliz!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.