"Os mais excitantes contos eróticos"


Saudades do Sr. Sebastião


autor: samarakasada26
publicado em: 09/02/18
categoria: hetero
leituras: 2267
ver notas
Fonte: maior > menor



Olá queridos espero que estejam gostando de minhas aventuras.. Bom me formei a um tempo como enfermeira em um universidade em Dourados - MS, como já tenho um trabalho na rede publica resolvi entao tirar um extra cuidando de pessoas idosas. Vou contar uma historia que aconteceu comigo enquanto cuidava de um senhor de idade avançada com vários problemas de saúde. Fui trabalhar num casa de um senhor chamado seu Sebastião um velho de 80 anos, que não podia andar por uma paralisia nas pernas, com diabete e pressão alta, no começo do trabalho nunca percebi que seu João era um velho tarado. Nisso passa uma semana que estou trabalhando cuidando dele, com todo carinho e atenção, neste dia me pegou de surpresa, não espera essa atitude de um senhor assim com idade para ser meu avó, estava dando banho em seu Sebastião quando de repente ele começa a direciona sua mão em minha bunda e dando uns tapas de leve, nisso acabo levando na brincadeira esperando que no dia seguinte seu João iria se comportada melhor comigo. Nisso chego de manha por volta 8 horas da manha e vou até o quarto para ver se o senhor Sebastião estava dormindo ou já acorda para lhe dar o remédio da manha, neste momento olhando seu Sebastião dormindo vou até a cozinha fazer teu café da manha natural sem muita gordura ou massa, volto para o quarto seu Sebastião estava acordado e digo a ele bom dia, ele todo cheio de graça fala bom dia enfermeira gostosa com vai em? – pego e responde a ele bom dia seu Sebastião , mais peço que me respeite com sua enfermeira vim cuida do senhor. Nisso passa o tempo seu Sebastião já havia toma teu café e o remédio da manha, completo dizendo a seu Sebastião vamos para a sala, assim o senhor assiste o jornal enquanto arrumo sua cama e faço seu almoço, ele concorda e ajudo a se levanta da cama para senta na cadeira de rodas neste momento sentido uma mão na minha coxa por cima da minha calça era novamente seu Sebastião aproveitando a situação. Nisso nem ligo e levo para sala deixando fica vendo televisão, vou para quarto arruma tudo, quando estou acabando de limpar o quarto seu Sebastião me chama na sala, vou até a sala e perguntou o que o senhor quer em? – seu Sebastião me responde pega o controle que caiu no chão para mim, por favor, nisso vou pegando o controle me abaixando com minha bunda para cima seu Sebastião fica olhando com malicia mais não faz nada, pego o controle e entrego a seu Sebastião que faz uma piadinha obrigadinho enfermeiro deliciosa que quero pega, nisso eu não respondo nada e volto para o quarto, assim termino de arruma, passando o tempo e já acabando de arruma vou para a cozinha fazer o almoço de seu Sebastião ao passar na sala perto da cadeira de rodas seu Sebastião aproveita e me da um tapinha na bunda me chamando de gostosa novamente, mais com a pressa de fazer logo o almoço para dar o remédio na hora certa nem digo nada novamente. Logo a após ter servido o almoço a seu Sebastião e dando o remédio da tarde o pergunto quer ir para seu quarto tira uma soneca em? – Responde seu Sebastião não me trate como criança, sou um senhor de idade mais ainda posso bate na sua bunda menina, pego e sorrio achando engraçando a atitude de seu Sebastião , levando ele para o quarto, ajudando ele a levanta da cadeira de rodas seu Sebastião não tem nenhuma atitude estranha, fico aliviada e o deito na sua cama mais seu Sebastião me puxa para cima de seu colo e começa a bate com uma certa força na minha bunda, no começa acho estranho mais depois começa a subi a excitação e deixando minha xana melada. Seu Sebastião para de bate por já esta cansado e acaba adormecendo, nisso me levando e vou para o banheiro toda excitada aproveita o momento que seu Sebastião dorme para acaricia minha xana e bate uma siririca bem gostosa, nisso passa uns 15 minutos no banheiro quase estou gozando e gemendo muito mais ouço a campainha toca e paro para ir atende a porta. Nesse momento é o enfermeiro das 18 horas chega para ocupa meu lugar no cuidado de seu Sebastião , pego e vou embora para o ponto de ônibus, enquanto espero o ônibus chega fico pensando-nos tapinhas que seu Sebastião me dava na minha bundinha que me fez ficar bem excitada, penso vou provoca o velho tarado um pouco, para ver onde ele pode chegar com tanta taradisse. Chego a casa e vou toma banho e me arruma para dormi mais antes acabo de bate minha siririca que tinha começado no banheiro da casa, de seu Sebastião assim já gozando e vindo o sono acabo adormecendo com a televisão liga, quando vejo que já amanheceu desligo a televisão e vou me arruma para ir trabalha na casa de seu João nisso pego uma saia bem curto, com minha calcinha fio dental transparente, um sutiã fácil de tira e minha blusinha com um decote mais ou menos, que deixa meus seios bem a vista, nisso saio para o ponto de ônibus e percebo que estou chamando a atenção dos homens. Já no portão da casa de seu João percebo que o enfermeiro esta saindo e me olha com malicia falando bom dia lindo, respondo dizendo bom dia lindo e bom descanso, nisso entro na casa e percebo que seu Sebastião ainda dorme vou para cozinha fazer teu café da manha, pego uma bandeja para leva o café até o quarto de seu Sebastião , ele já esta acordo e me diz bom dia linda, respondo a ele bom dia seu Sebastião vamos toma café da manha esta pronto, neste momento coloca a bandeja em cima da mesinha e percebo que seu Sebastião não tira olhos da minha saia, nisso vou ajeita ele para poder toma café e ele começa a olha com atenção para meu decote vendo assim meus seios médios e lindos, falando e mulher gostosa vem pra cima que te como inteira, nisso dou outro sorrio seu Sebastião se anima. Vou pega um copo de agua para o senhor toma seu remédio, seu Sebastião todo educado pedi pega um pepino e uma cenoura para ele comer, digo esta bem seu Sebastião pego sim, nisso vou para a cozinha pego o copo da agua, o pepino e a cenoura voltando ao quarto onde seu Sebastião assistia o jornal e falo aqui esta o pepino e a cenoura, seu Sebastião me puxa novamente para cima dele e começa a tira minha calcinha falando você estava querendo me provoca né, agora vou te mostra a magia do velho tarado, assim seu Sebastião pega a cenoura e começa a enfia no meu rabo me fazendo me geme aii aii uii velho tarado! Assim você me deixa tarada também, seu Sebastião percebendo que estou gostando aumenta o movimento de entra e sai me levando há loucura, mais não satisfeito pego o pepino e direciona na minha xana toda melada, começa a enfia o pepino grosso na minha xoxota bem gostoso, no começo doe um pouco, me fazendo grita e geme aiii aiii tá doendo seu Sebastião para um pouco , sem me dar ouvindo seu Sebastião continua enfiando o pepino na minha xana com todo a força que tem, me fazendo chega ao um orgasmo múltiplo, percebendo que gozei seu Sebastião volta para a cenoura fazendo mais movimento me dizendo putaria com elogios. Passa o tempo seu Sebastião começa a cansa e quase esta adormecendo, assim posso me levanta tira a cenoura do meu rabo e o pepino da minha xana que esta toda melada, seu João adormece e vou para o banheiro me limpar e me lava, passa o dia e anoitece. Assim os mês, semanas e dias vão passando e seu Sebastião acaba falecendo depois de me dar muito prazer um mês antes de morre, vou cuida de outro velho esperando que deseja tarado com seu Sebastião que nunca vou esquece a excitação do pepino e da cenoura que me fez mulher novamente.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.