"Os mais excitantes contos eróticos"


Levei minha filha pro cine pornô...


autor: Prazer Intenso
publicado em: 11/02/18
categoria: incesto
leituras: 6210
ver notas
Fonte: maior > menor


"Me chamo Juliana , tenho 19 anos , morena clara, 1, 67cm, olhos e cabelos castanhos e tenho um corpo bem sexy , bunda e peitos médios cintura fina . E no final de semana sai com meu papai o nome dele é Mauro, 50 anos e 1, 80cm., olhos e cabelos castanhos e ele tem 19cm de rola bem grossa ( eu acabei vendo quando ele estava se trocando ) e ele me chamou pra acompanhar ele pois a mamãe não estava em casa ai nos fomos ao cinema, mas não era qualquer cinema era no cine pornô. Bom e no dia tava tão quente que sai apenas de vestidinho bem coladinho e o papai foi de blusa polo e bermuda e eu estava sem calcinha e sem sutiã. Quando a gente chegou no cine pornô e formos para a sala e começou o filme e eu já estava morrendo de tesão e o papai também quando olhei pra ele e pude notar que ele não tirava os olhos de mim , parecia faminto mas parecia que estava com medo então eu parti pro ataque me abaixei e abri a bermuda do papai e na hora sua rola pulou pra fora, estava dura como uma rocha e ainda o papai estava sem cueca rs. Então comecei a mamar quela rola gostosa do papai, quem diria eu ia dá pro meu papai o Sr. Mauro, mas continuamos e meu pai já estava com os dedos na minha xota, e eu já tava ficando louca de tesão e pedi pra ele meter tudo em mim , ele não ia negar o pedido dá sua princesinha, que a partir daquele dia virou sua putinha , papai me comeu tanto que estou toda assada e ainda quero mais é ele ainda comeu meu cuzinho, doeu mas foi uma delicia quero dinovo papai, te amo"



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.