"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Um dia perfeito...


autor: Brother
publicado em: 19/11/15
categoria: romance
leituras: 2151
ver notas
Fonte: maior > menor


Era uma sexta feira perfeita! Tinha sido promovida no trabalho cheguei em casa e encontrei a casa toda arrumada e cheirosa. Uma trilha de rosas da porta até o quarto. O que será que meu marido anda aprontando? Foi o que pensei antes de abrir a porta. No pé da nossa cama de casal um balde de gelo com meu vinho favorito dentro. O cheiro gostoso do perfume do meu marido vinha do banheiro.

O encontro nu, de frente para o espelho da pia. Sem dizer nada o abracei pelas costas e o beijei intensamente. Eu adoro surpresas! E essa foi a coisa mais romântica que alguém já fez por mim. Trocamos caricias até ele ficar com a pica batendo continência. Quando eu estava doida de tesão e desejo por aquela pica, que ia ser minha ele me para. E fala:

- Hoje é especial amor! Quero você bem bonita e cheirosa pra mim. Ele tira minha roupa bem lentamente, fazendo meu desejo aumentar. Tira minha calcinha molhada, me conduz até o chuveiro.
Ele liga o chuveiro e a água está deliciosa, quentinha no ponto certo. Vou pegar meu shampoo e sabonete e ele me impede. Ele pega, passa todos meus produtos de beleza em mim, esfrega minhas costas. Ele sai do box e me deixa pra me enxaguar. Quando saio do box tem uma lingerie nova e muito linda. Rosa com babadinhos e detalhes em preto e pergunto:
- É pra mim?
- Claro amor! O mundo é pra você!

Coloco a lingerie quase a contra gosto. Eu estava com vontade de pular naquela vara. Eu ia acabar com ele, tava me corroendo de desejo.
Ao voltar pro quarto, havia duas taças de vinho bem geladinho. Ele dá dois tapinhas na cama me chamando pro seu lado. Pra mim, tudo parecia em câmera lenta. Sentei ao seu lado e ele me deu vinho na boca. Nos beijamos em seguida, ele me acariciava pelo corpo todo. Chegou ao meu ouvido e diz:
- Você está perfeita! Hoje quero você todinha pra mim…

Abraço ele e o começo a beijá-lo por inteiro. Começo pelo pescoço e vou descendo até aquela pica maravilhosa. Chupo com gosto e vontade. Me esforço pra colocar aquela geba gostosa inteira na minha garganta. Não consigo, mas babo bastante. Ele geme de prazer. Fico chupando ele por um tempo até matar a vontade de chupar aquela rola.

Ele me deita e começa a me beijar inteira devolvendo o carinho que dei a ele. Ele tira meu sutiã com gentileza e maestria. Começa a chupar meus peitos com bastante prazer. Aquilo me excita ainda mais, ele chupa meus peitos e me olha nos olhos enquanto passa a língua em volta do meus mamilos que estão duríssimos. Começa apertar com uma mão, um seio e a chupar o outro. Eu gemo baixinho com a respiração ofegante. Desce os beijos e vai até o pé da minha barriga. Lambendo, mordendo e beijando. Tira minha calcinha e vai de boca na minha xoxota que a essa hora já estava
babando um rio.

Gozei umas três vezes enquanto ele me chupava. Fiquei toda mole que nem percebi quando ele me puxou pro canto da cama. De pé ele enviou aquela rola grossa em mim. Eu gritei e gemi pedindo mais e mais até gozar de novo. Fico de quatro e peço por mais. Ele monta em mim como um touro selvagem e começa a meter muito forte até me fazer gozar intensamente, tão intensamente que eu cai pra frente quase desmaiada, em puro estase. Ele, sorrateiramente, começa a forçar a entrada do meu cú. Até deixar a jeba atolada em mim. Com as mão ele agarra meus cabelos e puxa com força.
Aí que filho da puta gostoso! Ele mete no meu cú com força até eu perder as forças, não me deixar cair me domando pelos cabelos.

Gritei muito naquela piroca pedindo cada vez mais. Um tapa vem voando e me pega de surpresa bem na cara.
- Aí safado! Bate na tua puta!
Cada tapa, cada puxão de cabelo, cada estocada era um orgasmo novo. Depois de nem sei quanto tempo assim ele gozou gostoso enchendo meu cuzinho de porra. Ficamos lá deitados em um frenesi de prazer.

Ele levanta e pra completar a surpresa me serve um jantar maravilhoso. Depois de tando mimos e carinhos, o pau dele tava pronto pra mais. Namoramos gostoso até bem tarde mas não tinha problema no dia seguinte era sábado e poderíamos dormir bastante.

São dias assim que me fazem acreditar que vale a pena viver. Me sinto tão amada nessa relação que não me importo em dividi-lo. Sinto tesão em ver até… E sei que ele sempre vai voltar pra mim. Me sinto dele e como alguém que pertence a outro não se importa em emprestar pra outra pra fazê-lo feliz.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.