"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Meu namorado me comendo depois de uma DR


autor: Anna Guimarães
publicado em: 11/12/15
categoria: hetero
leituras: 9955
ver notas
Fonte: maior > menor


Prazer me chamo Anna como maioria de vocês já sabem.
Estou aqui para compartilhar com vocês mais um relato que pude viver em minha vida.
Estava em casa era um dia qualquer, mandei no whatsApp do meu namorado a seguinte pergunta.

-Se minha resposta fosse sim qual seria a pergunta?

Fiquei esperando e logo veio a resposta.

-você me dá o cuzinho gostoso? Rsrs

Ficamos um pouco sorrindo e conversando, meu amor me disse que teria demorado a entrar no whatsApp pois estava participando de um torneio de Yu-Gi-Oh. Falei que não tinha problema, só que eu teria que sair pois tinha que fazer algumas coisas doméstica e só retornaria as 13 horas.

-Tudo bem meu amor, eu te espero. Disse ele.

Fui cuidar da casa e quando voltei e chamei ele no whatssAp ele já não estava mais lá, demorou muito pra responder minhas messagens e me disse que estava em uma ligação e por isso não pode ver minhas mensagens antes. Eu disse que tudo bem, e continuamos a conversar, dessa vez sobre o torneio.

-E aí amor, você nem falou quem ganhou o torneio.

-Pois é, eu tava tão confiante, treinei muito mais não deu. Perdi. Recebi a frase com uma sequência de carinha de choro.

-Fica assim não amor, é assim mesmo, uns ganha e outros perdem. Você já ganhou muitas outras. Falei isso e já fui mudando de assumto.

-Amor, quando a gente tiver na cama fazendo amor, vou escrever, MEU nas suas costas com minhas unhas.

-Vai nada, se você fazer isso esquece que eu existo.

-Deixa amor, você é meu mesmo.

-Se quiser acabar com o namoro é só me arranhar.

-Tá bom, não escrevo meu, só arranho, ok?

-Ok nada, você não pode fazer isso comigo.

Fiquei sem entender muito e decidi perguntar o motivo.

-Por que não posso te arranhar?

-Por que eu sou de todo mundo e as outras meninas não vão poder ver isso.

Fiquei um pouco em silêncio e depois voltei a responder.

-Mas amor você não pode ser de todo mundo, você tem que ser apenas meu. Pra minha surpresa ele responde.

-Eu sou de todo mundo e se quiser tem que ser assim.

Fiquei triste e confusa. Falei um monte pra ele e por último eu disse que iria pegar todos também.

-Vai nada você não pode, eu posso tudo e você nada.

Novamente me calo e penso por alguns segundos e volto a responder.

-Matheus assim eu não quero mais, melhor eu e você sermos somente amigos.

-Ok, mas quero uma amizade colorida. Disse ele

-Matheus será que você não entendeu que eu não vou mais fazer amor com você?

-Eu quero te comer. Disse ele

-Vai ficar querendo. Respondi com os pensamentos a mil

-Uai Anna, antes da gente se apaixonar e amar um ao outro você ia só me dá. Lembra?

-Lembro sim Matheus, só que mudei de opinião.

Conversa vai conversa vem, eo Matheus diz que tem algo pra me falar.

-Fala logo Matheus, nao tenho muito tempo.

-Sabe Amor é que o dia hoje foi todo combinado, logico que você vai poder me arranhar minha putinha, e eu não tenho muitas mulheres na minha vida, só tenho você. Pensei que se eu ganhasse o jogo iria te ligar pra gente fazer amor pra comemorar, mas como não deu certo, resolvi te fazer uma pegadinha.

Respirei aliviada mais ainda tava brava. Foi aí que questionei uma coisa do passado.

-Amor você lembra quando falei brincando que eu queria fazer um ménage e você ficou bravo?

-Lembro sim. Mas você não falou brincando, se eu tivesse topado você teria feito.

-Nada disso amor você sabe que minha única fantasia e
provar de uma mulher pra saber como é.

-Ae meu amor, tinha esquecido dessa sua fantasia. Pra me desculpar vou realizar ela pra você.

-Realizar como? você é homem.

-Muito facil amor, eu chamo a Fernandinha, Helóisa, e a Geovana e a gente fazemos uma festinha com você. Cada uma leva dois vibradores e a festa ta feita.

-Humm. Gostei da sua idéia amor.

- Vai ser assim, eu chamo as meninas e amarramos você, elas fazer tudo, vai te chupar, enfiar o vibrador e vão dá a buceta delas pra você chupar também. A fernandinha goza a jato e como você gosta de muito gozo vai adorar. Quando você tiver quase desmaiando eu tiro elas de cima de você e coloco meu pau.Nisso o clima foi esquentando minha buceta ja tava babando e ele vai comenta que o pau dele também tá pulsando e babando. Percebi que um outro celular que tenho tava tocando e corri pra atender. Era o Matheus me pedindo desculpas pelo dia e dizendo que queria me comer. Não pensei duas vezes e corri para o quarto e tirei logo a roupa.

-Sua cachorinha agora eu que mando, quero você passando os dedos no clitóris e depois no corpo todo. Assim como ele mandava eu fazia.

-Agora enfia dois dedos na buceta e bomba bem forte. Quero gozar muito hoje. disse ele.

-Ah que delícia Matheus, fode minha bucetinha toda. Quando percebi já tava gozando. Meu amor também goza e me pede pra ficar de 4.

-Fica de 4 minha tesuda, quero te comer assim.

-Ah Matheus, de 4 é muito bom. Eu passava mão no corpo na buceta, bombava forte, e quando percebi tava contraindo a buceta e gozando muito. Parei pra respirar.

-Vai sua cachorra não te mandei parar, não tava querendo pau, então vai ter.

Continuei e minha respiraçao parecia meia cansada, até ele percebeu. Gozei de novo.
Não deu pra continuar o sexo, pois na casa dele tinha muita gente. Mãe, irmãos e primas.Mas confeço que gostei de ter cido surpreendida assim. Falei pro Matheus que sempre serei a putinha dele.


Esse conto é verdade e foi contado por mim, Anna Guimarães.








ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.