"Os mais excitantes contos eróticos"


Ménage Romântico


autor: LuizAntônio
publicado em: 12/01/16
categoria: romance
leituras: 4952
ver notas
Fonte: maior > menor


Sou Antônio tenho 23 anos e namoro a cinco com um jovem mulher linda e elegante. Nosso relacionamento começou bem cedo na adolescência e até hoje estamos juntos e nos damos super bem. Tinha receio do nosso relacionamento por ser jovem e saber que um dia eu iria sentir falta de alguma coisa, mas o amor que sentimos um pelo outro e nossa parceria me colocam em uma zona de conforto.
Nossa vida sexual é bem ativa, apesar de tímida minha namorada sempre procura inovar e entre quatro paredes o sexo é bem quente e estimulante. Com o passar do tempo, e através da profunda intimidade que temos juntos, algumas fantasias foram fluindo naturalmente. Eu descobri que ela é uma consumidora de pornografia e que adora se masturbar vendo vídeos de sexo, principalmente aqueles que são voltados para o público feminino com mais sensibilidade e cenas bem mais reais. Isso para min foi um impacto, pois não desconfiava disso, a partir daí nos sempre assistimos vídeos juntos. Um desses ela me revelou que achava lindo duas mulheres se tocando, mas nunca entrou no assunto de vez.
Quando ela entrou na Universidade conheceu gente nova e com ideais bem diferentes. Uma dessas pessoas foi Carla, um jovem linda com rosto angelical, educada, 1,55, 50 kg, mas com um corpo bem sex e um ar de menina sapeca. Essa amiga virou confidente de minha namorada e as duas se davam muito bem. Uma vez na cama, estava pegando fodo, minha namorada gemia muito no sexo oral, eu procuro chupar muito ela, ela revelou que queria que outra mulher me chupasse também. Nossa sempre tive essa fantasia, mas nunca tinha imaginado isso com ela, foi diferente mas excitante. Passado o tempo a questionei sobre o acontecido e ela me revelou que as vezes vendo os seus vídeos pensava nisso. Pronto fiquei louco por aquilo, tentava me controlar de todas as formas para que isso não virasse um desejo sem limites.
O tempo ia passando e nosso relacionamento amadurecendo. Certo dia resolvemos tomar um bom vinho seco e assistir um ótimo filme, no meio da conversa o assunto surgiu novamente. Ela, já um pouco alterada, me revelou que muitas mulheres tem vontade de se envolver com outra ou de dividir o seu homem. Eu a questionei sobre alguém que ela conhecia com os mesmos desejos e ela sem titubear citou Carla, a amiga já tinha revelado a ela que tinha muito tesão em mulheres e o sexo perfeito para ela era com uma rola bem grande e duas bocetas bem molhadas. Nossa meu coração disparou, meu pinto estava pra sair da cueca e o tesão só aumentou quando minha namorada disse que que Carla, em tom de brincadeira, a revelaria que se masturbava pensado nela.
Tudo no meu relacionamento é feito sem pressa/pressão. Isso conforta muito minha namorada por eu não ser um machista que fica impondo as coisas. Ela sempre fala que com todos meus defeitos eu sou perfeito, por sempre tentar o melhor para nos. Acho que essa admiração por min fez com que ela tendesse a querer um ménage, mas essa ideia foi se arrastando durante anos, e nunca a pressionei e sempre disse pra ela que a decisão era dela e que ela tinha que estar segura de tudo.
Carla começa um relacionamento sério e a fantasia fica mais distante. A correria do dia a dia fica intensa e minha namorada quase não tem mais contato com Carla. Mas toda vez que o clima ficava intenso na cama minha namorada sempre soltava alguma coisa: “Eu quero que você chupe outra boceta”, “Eu quero chupar uma boceta”, “Quero que você engasgue uma mulher com seu caralho”, “Quero que foda uma mulher de quatro e ela me chupe a boceta”. E era sempre assim nosso sexo.
Depois de certo tempo Carla voltou a se encontrar com Patrícia, minha namorada que ainda não tinha citado o nome rrsrs, mas pelo fato de estar namorando deixava mas difícil o ménage. Certo dia percebi que Carla tinha lançado uma proposta para Patrícia: “Primeiro ela faria com agente e depois Patrícia iria para o relacionamento deles”. Patrícia nunca confirmou isso para min, mas ficou nítido nas entrelinha que isso aconteceu e eu indiretamente também não aceitei a proposta, já que eu queria no nosso relacionamento e não aceitaria minha mulher em outro.
Pois minha vida é sempre assim, sempre consigo o que corro atrás, mas sempre demora. Bastante tempo depois Carla se separa e está em uma depressão profundo. Patrícia, como amiga próxima da um apoio e está sempre ao lado dela, foi assim que finalmente o ménage foi se aproximando. Mas fica para um outro dia esse acontecido.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.