"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Minha primeira vez com um cão - Parte 3


autor: Erina
publicado em: 13/01/16
categoria: hetero
leituras: 9276
ver notas
Fonte: maior > menor


Entrei querendo logo realizar meu desejo, mas não poderia correr o risco de que elas de repente tivessem esquecido algo, e voltassem. Tinha que aguardar. Então, perto do inicio da noite, na hora do jantar, levei a ração pro Pring. E eu é que queria ser o jantar dele....kkkk...... Fiz carinho nele, e senti minha calcinha molhar, pois ja queria era deitar ali, e fazer amor com aquele cachorro. Ser a cadela dele. Me contive. Entrei, fiz um lanche. Vi tv. Logo já era onze e meia da noite. Pensei que no dia seguinte, seria então, a minha transa com ele.
Acordei as sete. Fiz um pequeno lanche no café. Um suco de laranja e um sanduiche de queijo. Eu me arrumei para o pring. Estava cheirosa, e atraente praquele cão que seria o meu macho. Estava decidida. Passaria o dia trepando com ele.
Fui até o jardim. o Pring já estava andando pelo gramado. O chamei, ele que ja estava acostumado comigo, pelas minhas visitas à casa, com maior frequencia, me atendeu prontamente. Dei a ração matinal dele. E depois fui dar um banho nele. Comecei, o que ele adorou, coemcei a ensaboa-lo, aquele pelo gostoso. Então vi o pau dele. aquela ponta avermelhada. Hummm...que vontade enorme de chupa-lo ali mesmo. Me contive e apenas masturbei-o um pouco ao lavar o pau dele. Ele começou a se animar. e oa pau foi ficando ereto. E eu cada vez mais fascinada. Mas me contive, terminei de dar o banho. O sequei, coloquei meias nas suas patas, que as donas usavam, nas vezes em que o traziam pra dentro de casa. Elas me deram todas as instruções.,sabia onde tava o shampoo que usavam pra dar banho nele. Escovei os dentes dele também. Ele estava bem limpo. E ele era um cachorro muito bem cuidado. Sabia que o levavam ao veterinario e ao pet shop com frequencia. Deixei-o, na entrada da area de serviço, preso. E entrei, era a vez de eu tomar banho, e me arrumar pro cão que seria meu macho...srsrs..... Coloquei uma blusinha de alça fina, branca, com decote bem generoso, não coloquei sutiã. Meus faróis já estavam acesos...rssrsr......querendo a lingua daquele cão neles. Um animal lindo, grande, e que me comeria inteira...kkkkk..........coloquei uma minissaia, preta, de sarja. e uma calcinha fio dental, semi-transparente, preta. A qual já estava pegando meu cheiro, cheiro de sexo....
Desci as escadas, louca pra sentir aquele cão em cima de mim, me fazendo a mulher dele, a cadela dele.
Peguei o Pring, o levei para meu quarto de hospedes. que era bem espaçoso. Ele subiu os degraus com certa facilidade, ao meu lado. Entrei no quarto. Fechei porta. Então, estava pronta, realizaria meu desejo. sentei na beirada da cama....e tirei minha blusinha...olhando pra ele. parecia que ele sabia o que eu queria. Não tirava aqueles olhos azuis de mim. Ficou quieto, parado, com a língua pra fora, me olhando. levantei. Sentei no chão ao lado dele, comecei a acariciar a cabeça dele. e comecei a oferecer devagar, meus seios, para ele lamber. Com cuidado, para ele não morder. Ele ficou inquieto no principio. Mas tomou gosto pelo sabor da minha pele. E começou a passar aquela língua, que cobria por por completo, meus pequenos seios. Lambia forte, aquela língua aspera, eu comecei a ficar mais louca de tesão, minha xoxota começou a escorrer sem parar...
Ele desviou o focinho do meu seio por um momento, abaixando a cabeça, ele então, percebeu meu cheiro de sexo, mas ainda queria senti-lo me lambendo os peitos, lambendo os peitinhos de sua cadela, trouxe ele de volta, tornou a lamber, aquela língua deixavam meus seios ainda mais duros, ofereci o outro, e ele lambeu, e eu não resisti e fiz algo supreendente pra mim, e delicioso demais....beijei a boca dele...precisava sentir aquela língua na minha....um beijo bom, muito gostoso...pela primeira vez, eu beijava um cachorro....
Minha calcinha a essa altura estava encharcada, minha buceta queria ser comida logo.
Menlevantei, tirei a saia, rebolando e dizendo pra ele: Vê como sou gostosa meu cachorrão. Sou toda sua. Hoje, sou a sua cadela. Sou sua mulher e você, o meu macho.
Empinei minha bunda pra ele. E o safado, começou a lamber minha bunda, ja querendo enfiar o focinho entre as bandas, pra sentir o cheiro do meu cu, e da minha buceta. ele me deu uma lambida, da xoxota ao cu, que me fez arrepiar inteira. então, me virei, tirei a calcinha, sentei na beira da cama....e comecei a oferecer a minha buceta, pra ele lamber. Ele, me cheirou, recuou, me deu nova cheirada, eu acariciei a cabeça dele, então, ele me deu uma lambida, que jamais esquecerei, a primeira vez que minha buceta foi tocada pela língua de um cão, aquela língua, aspera, grande, forte, que quase arreganhou minha buceta inteira, de uma vez só, os lados de minha xoxota, se afastaram um pouco, nossa, aquilo foi demais. E eu queria mais. Muito mais. Abri minha xoxota, que é toda rosadinha, muito rosadinha, pois eu sou bem branquinha. Ele começou a lamber os grandes lábios, os pequenos lábios, o clitóris, que já tava bem inchado. e minha carne, nossa, quando ele lambeu a minha carne exposta, eu fui a loucura. Mas ele recuou, estava inquieto, era tudo novo pra mim, e pra ele também, então, eu o trouxe até a mim de novo, e fui oferecendo a buceta novamente. Ele começou a lamber, fiquei acariciando a cabeça dele, e então depois de um tempo ele se acostumou e começou a lamber sem parar, foi aí que eu abri bem a minha buceta, segurei pelos lados, e completamente arreganhada, sentia aquela lingua me foder, arrastando forte por minha carne a cada lambida, aquela lingua aspera, maravilhosa, me lambendo a buceta toda, fazendo ela contrair muito..o orgasmo se aproximava....ele lambia a minha carne exposta e eu ía a loucura, estava em puro delirio, um prazer imenso...
Gozei alucinada na boca do Pring, e ele parece ter gostado ainda mais dos meus fluidos resultantes da gozada, pois me lambeu mais, eu mordi minha mão, pra não gritar alto demais, abafei o grito de prazer....gozei deliciosamente.....mas agora, queria mais, queria ele dentro de mim, mas antes, precisa retribuir aquele prazer que ele acabara de me dar...



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.