"Os mais excitantes contos eróticos"


O Book Erótico


autor: crisalli
publicado em: 27/01/16
categoria: aventura
leituras: 3498
ver notas
Fonte: maior > menor


Olá queridos leitores.
Esse conto é um pouquinho longo, então peço paciência a vocês e leiam até o final. Ah, e não esqueça de comentar, é muito importante para mim.
Como vocês leram no conto ‘Virei atriz pornô´ (se não leram, deem uma lidinha), realizei uma fantasia do meu marido de fazer um vídeo erótico, onde ele poderia assistir quando quisesse e quando sentisse saudade.
Mas, dias depois, numa caminhada com minha amiga fotografa Rosana (minha confidente de todas as minhas ‘aventuras’), ela conversava comigo a respeito de books eróticos. Mulheres comuns que tiravam fotos sensuais e faziam álbuns, para presentearem seus maridos.
Ela dizia que eram super sexys e que os maridos adoravam os presentes, e inclusive, segundo as próprias modelos, apimentavam a vida sexual do casal.
Fiquei com esse pensamento na cabeça, mas queria fazer algo diferente e bem mais sexy do que simples fotos para o álbum.
Até que em uma madrugada, conversava com Leo (nome fictício - é o marombadinho do conto ‘Possuída na Praia’ - leiam lá, se não viram) pelo skype e depois de várias conversas picantes, resolvemos ‘teclar’ mais a vontade. Tiramos nossas roupas diante da cam, só para excitar um ao outro.
Vendo Leo, ali na cam completamente nu, com seu pênis ereto e vigoroso, uma ideia me encheu a mente e me deixou louca de tesão.
Perguntei se ele teria coragem de tirar algumas fotos eróticas comigo em um estúdio, para um álbum que daria de presente para meu marido.
Ele, como é descompromissado, achou a ideia excepcional e que faria esse ‘favorzinho’.
No dia seguinte, liguei para Rosana, e perguntei os detalhes para fazer o book erótico. Ela me disse que trabalhava com uma maquiadora e uma assistente que montava o cenário para as fotos, e somente as três, e a modelo ficavam dentro do estúdio para não constranger a modelo.
Perguntei a ela se poderia dispensar a maquiadora e a assistente, pois queria somente a Rosana dentro do estúdio. Falei que seria um book de um casal com fotos picantes e provocantes.
Você e seu marido querem posar para as fotos então? - perguntou.
Meu marido não… vamos dizer que é um terceiro jogador - retruquei rindo.
Cris, sua safada, o que você está aprontado? - Rosana riu;
Ela disse que tudo bem, mas as fotos teriam que ser a noite, depois que ela tivesse dispensando todos os funcionários, mas deixaria o estúdio pronto para mim.
Liguei para Leo, e como ele mora em outra cidade, marquei para uma sexta-feira, e ele poderia passar o final de semana na minha casa (unindo o útil ao agradável).
Na sexta-feira marcada, pegue Leo, na rodoviária e o levei para minha casa. Mal chegamos, Leo me agarrou, me jogou na minha cama e caiu sobre mim… ele estava insaciável, cheio de tesão e dizia que queria ‘me comer’ naquele momento.
Apesar de estar louquinha para ser possuída por ele, pedi para que ele se acalmasse, pois precisaria daquele vigor a noite.
Por você, eu fico com o pau duro 24 horas, querida. Disse.
Por volta das 20h, fomos para o estúdio da Rosana. Levei uma lingerie sexy, Leo me perguntou se precisaria levar alguma coisa.
Só esse seu tesão - disse eu, excitada.
Rosana, nos recebeu em seu estúdio, nos mostrou o cenário, as luzes e tal. Havia pedido apenas uma ‘pano de fundo’ sem detalhe nenhum. Não queria que nenhum detalhe, interferisse nas nossas fotos.
Fui ao banheiro me maquiar e me vestir. Coloquei uma regata decotada e um short jeans justíssimo sobre a lingerie e pedi que Leo ficasse apenas de bermuda, sem camisa.
Assim começamos a sessão de fotos, aquelas famosas poses abraçados, beijando e tudo mais, com direito a beijos de Leo no meu decote, segurando minha bunda e agarrando com as duas mãos meus seios e tal.
Rosana, então pediu que eu me ajoelhasse e abaixasse a bermuda de Leo ao poucos, para que fizesse as fotos em sequência até seu pênis aparecesse por completo.
Segui o roteiro, mas Leo estava sem cueca e seu pênis saltou da bermuda quase acertando meu rosto.
Ao ver aquela ‘pica’ grossa diante de mim, avisei a Rosana.
Se aproxima e dá o zoom máximo na câmera. Quero todos os detalhes destas fotos - disse excitada.
Abocanhei de uma vez o pênis de Leo… engoli ele todinho… lambia a glande, as bolas e passava a língua sobre toda sua extensão.
Rosana sorria e clicava sem parar. O climax das fotos foi quando engoli todo o pênis daquele macho, ele entrou todo na minha boca e Rosana fez uma foto espetacular desta cena, antes de eu engasgar e tossir descompassadamente.
Limpei minha boca e meu rosto com uma toalha e recomeçamos a sessão. Desta vez, Leo foi fotografado me despindo. Regata, short, lingerie… sempre passando sua língua e mãos pelo meu corpo.
Quando estávamos os dois nus… falei para Rosana que a partir dali, eu gostaria de ‘dirigir’ o roteiro das fotos.
Ela sorriu maliciosamente e disse.
Vocês vão simular posições sexuais, não é?
Não Rô, vamos ter penetração e tudo mais, preciso que você pegue nossos melhores ângulos e fotografe tudo- disse.
Você é doida, sua safada… mas você está pagando, então faz o que você quiser.
Puxei um puff quadrado para o centro do cenário. Me apoiei meus braços nele, ficando de quatro para Leo.
Deixa ela tirar uma foto do seu pau na entrada da minha bucetinha e depois faz o que você faz de melhor, meu macho - disse a Leo.
Ele esfregou a glande do pênis na entradinha e Rosana foi dando os clics; Foi quando Leo me penetrou e foi me invadindo toda… empurrando toda sua pica para dentro de mim.
Aquela situação de estar sendo fotografada com meu macho me deixou com um tesão louco… e pedi que ele começasse a estocar.
Leo estocava com vigor… Rosana se postou diante de mim para fotografar meu rosto, e as minhas expressões de tesão enquanto era possuída por Leo.
Admito que as fotos ficaram maravilhosas…. eu, toda suada com os olhos cerrados e gemendo com a boca aberta como se pedisse mais pica para meu macho.
Pedi para que Leo não gozasse… e terminamos aquela sessão.
Desta vez, deitei sobre o chão, colocando uma almofada para eu apoiar a cabeça. Abri as pernas para que Rosana, tirasse algumas fotos… Leo então deitou-se sobre mim, e me possuiu mais uma vez. Desta vez, Rô, quase teve que se deitar atrás de nós, para clicar a pica de Leo entrando com tudo dentro de mim.
Levantei as pernas para que Leo se apoiasse sobre elas, e pedi para ele estocar bem forte. Rosana ficou de lado, para que nos fotografasse naquela posição.
Leo metia com força… admito que doía um pouco, mas eu queria colocar todo meu tesão naquelas fotos. Gozei enquanto ela brutalizada pelo meu macho, com seu pau entrando e saindo dentro de mim descompassadamente. Leo meteu até quase gozar, mas pedi que ele guardasse para o final.
Leo arrastou um sofazinho para o centro do cenário. Me acomodei de quatro e pedi que Leo arrombasse meu cuzinho.
Rô, quero que você capture o momento exato que o pau dele entre dentro de mim.
Rô se posicionou, para que na foto aparecesse, eu de quatro e lei meu fodendo num único quadro.
Leo cuspiu a entrada do meu ânus, e posicionou a cabeça do seu pênis na entrada do meu cuzinho.
Ele foi forçando e entrada e numa estocada feroz, enterrou tudo de uma vez. Soltei um berro de dor que chegou a escorrer lágrimas dos meus olhos.
E acreditem, a foto tirada foi exatamente essa. Eu de quatro, soltando um berro de dor, com a boca aberta ao máximo, enquanto Leo fazia uma expressão de tesão enquanto enterrava sua pica em mim.
Leo então resolveu me torturar mais, e antes que pudesse implorar para que ele pausasse, foi enterrando com tudo seu pau dentro do meu cuzinho.
Eu gritava, gemia, me contorcia de dor e Rô, que parecia estar gostando daquela situação fotografava sem parar.
De repente, Leo saiu dentro de mim, me puxou pelos cabelos, e jorrou sua gostosa porra quente do meu rosto.
Na fotos, pode-se ver todo o meu rosto lambuzado com a porra quente de Leo. Da testa até o queixo, todo branco, escorrendo com aquele liquido delicioso.
Ainda finalizei, limpando todo o pênis de Leo com minha língua.
Terminada a sessão, eu e Leo, tomamos um banho, e passamos o final de semana transando sem parar. Aquele menino tem um fôlego que vou falar para vocês.
Na segunda-feira, fui ao estudo de Rosana para escolhermos as fotos. Uma ficou melhor que a outra, que foi difícil escolher as melhores.
Depois de escolhidas, Rosana, revelou em seu próprio estúdio e colocou em um book super charmoso para mim.
Comprei uma caixa de madeira, com cadeado, super linda que encontrei em uma loja e guardei o álbum nele.
No outro final de semana, fui para a capital e presentei meu marido com ele, que ficou muito excitado com a fotos e
amou o presente. Só pediu que da próxima vez, chame ele para a acompanhar a sessão.
Espero que tenham gostado. Me escrevam amores .



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.