"Os mais excitantes contos eróticos"


A cunhada Amante e sua Amiga G


autor: Panhe4ad
publicado em: 13/02/16
categoria: grupal
leituras: 6359
ver notas
Fonte: maior > menor


Keylla meu sonho de cunhada,irmã mais velha da minha esposa, 31 anos,magra,Seios grandes e bonitos apesar de já ter amamentado 2 vezes,era grandes,naturalmente caídos mas lindos e suculentos,bumbum normal nada de estravagante,cabelos no ombro hora vermelho,preto ou loiro dependia de seu estado no momento. Éramos amantes a 3 anos,ninguem nunca desconfiou,eramos próximos,ela vinha em casa na ausência de minha esposa,saíamos pra passear e vivíamos do jeito que queríamos. Tudo começou naturalmente sem essas história de final de semana no sítio ou me pegou pelado na cama que costuma vir nos conteúdos dos contos eróticos que leio. No inicio do nosso caso no máximo nos tocávamos com as mãos,demorou meses até nossa primeira noite de transa. Depois de alguns meses de intimidade que a a relação ficou mais ousada e sem vergonha. Vivemos tudo que queríamos viver e de várias maneiras possíveis,era comum ela me ligar e "pedir pra ajudar a arrumar algo em sua casa" ou "a levar no medíco.
Em uma dessas "cunhado preciso que me ajude" cheguei em sua casa as 9:00 da manhã numa ocasião normal a encontraria no quarto,num e sedenta,mas dessa vez a encontrei na sala ao lado Maysa,uma ex mulher do irmão do seu marido. Fiquei surpreso ao chegar encostrar as duas ali conversando,imaginei chegar e encontrar o ambiente livre.
Assim que entrei recebi o intimato:-O problema está no chuveiro do quarta lá em cima.
Mau dei os primeiros passos,e foi surepreendido por keylla que veio atrás de mim,me tratou com se estivéssemos sozinhos,me soltei acreditando que a visita já havia ido embora. Lhe agarrei e a beijei ferozmente apertando um de seus seios em minha mãos,ela não deixou por menos deslizou sua mão diretamente pra dentro da minha bermuda e facilmente sacou meu pau pra fora,me empurrando pra parede e caído de boca do jeito que ela ama fazer. Me deliciando com meu pau se lambuzando naquela boca,me assustei quando vi um vulto entrando pela porta aberta do banheiro,tirei meu pau daquele conforto e nem deu tempo de guardar,Maysa está paralisada na porta.
Keylla simplesmente perdeu os movimentos e só teve força pra levantar e ajeitar seus seios que estavam pra fora.
pedi desculpa e me direcionei a sair do banheiro dei o primeiro passo e Maysa disse: - pelo jeito acabo de descobrir um segredo de família,como não faço mais parte de tal,não cabe a mim julgar. Mas ficaria extremamente honrada em poder compartilhar esse momento com vocês e porque não keylla essa rola que você chupa com tanta vontade.
Gelei! Kelly se aproximou de mim e sem pensar abaixou minha permuda na parte da frente expordo meu pau timidamente mole e disse:
-não costumo dividir segredos,muito menos uma rola tão gostosa,mas já que estamos aqui nessa situação não vejo porque não compartilhar.
Me Beijou e começou a acariciar a cabeça do meu pau ainda molhada por sua saliva,aos poucos começou a deslizar pelos seus dedos.
Maysa imediatamente se despiu e ficou nua ali na nossa frente encostada na pia se auto acariciando assistindo aquele show.
Keylla me puxou pela mão e me deixou de frente com sua amigunha logo nos beijamos,meu pau já duro tocava o grelinho dela enquanto nossas línguas se buscavam.
Keylla se a joelhou entre nós e guardou meu pau em sua boca enquanto a minha escoregava para o seios enormes de Maysa.
Os gemidos vinham de todos,quanto mais kelly me chupava com vontade mais eu devorava aqueles seios típicos de uma mulher gordinha,grandes,pesados e com bicos marronzados e grades.
Keylla permaneceu abaixada e segurou firme o tronco do meu pau quase explodindo em suas mãos,me afastou uns centímetros deixando frente a frente com a entrada da buceta gordinha de Maysa,que se derretia inclinada na pia.
Não precisou muito posicionei e colei dentro dela duas bombadas um gemido e keyllá travou meu pau em suas mãos novamente.
Deu uma bela sugada na cabeça e se pos a mamar a buceta de Maysa,me afastei e deixei a frente livre pra keylla ajoelhada mamar a sua buceta tranquilamente.
Me coloquei ao lado e me privei a punhetar e assistir aquela cena de duas safadas gemendo uma chupando e a outra se derretedo ao ser chupada.
Não queria ficar sem experimentar aquela buceta também, me ajoelhei e fui me lambuzar ao lado de keylla,nos beijávamos e lambiamos maysa que urrava de de teSão,mais algumas linguadas e ela veio ao gozo se derretendo em duas línguas.
Ficamos os três de pé,maysa por vontade própria se virou levantando a bunda pra mim,eu já sabia o que ela queria. Coloquei lentamente até meu pau sumir dentro daquela gruta quente e molhada.
Eu metia sem dó,com vontade de um lobo,dava tapas tão fortes que minha mão ardia, agarrava seus cabelos por traz e fazia dela uma puta, ela adorava,gritava me mandando fuder,beter e a fazer gozar.
Keylla assistia a tudo,uma hora ou outra me beijava ou beijava maysa.
Tirei meu pau e me sentei no vazo,ela nada boba sentou em cima,pulava feito louca e rebolavá, keyla se pos em sua frente e deu de presente sua buceta pra ela chupar,ficamos nesse fode chupa um bom tempo até que Maysa gozou melando toda a minha perna e pau.
Keylla só deu tempo dela sair de cima e já sentou,mais magra que a amiga eu fiz o que queria,segurava sua bunda no alto e eu mesmo fazia o trabalho,estava tão empolgado que nem percebi quando meu pau escapou da grutinha e sem tempo de pensar escorregou pro cuzinho de safada,ela nem fez questão mandou continuar e mandar meu leite lá dentro. Obedeci mandei porra por todo cuzinho da cunhada amante.
Ela se levantou e virou a bunda pra maysa que tratou de lamber a porra que caiu pelas pernas,apriveitou ainda pra dar mais uma mamada no pau que desfalecido caia pro lado.
E foi assim que nosso segredo foi compartilhado e por muitas outras vezes revivido.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.