"Os mais excitantes contos eróticos"


Perdendo o cabaço com o Gatin


autor: NinfetinhaBi
publicado em: 28/02/16
categoria: virgindade
leituras: 6157
ver notas
Fonte: maior > menor


Digamos que meu nome seja Luiza ok?!
Bem ... Os assuntos relacionados a sexo sempre me chamou a atenção desde criança, quando eu tinha oito anos ja pegava no pintinho mole e feio dos meus primos! E assistia os DVD's picantes que minha mãe encondia ...
Um certo dia, aos meus 13 aninhos, estava eu e minha prima sentadas na calçada na frente de casa papeando ... Assim que percebemos um carinha muuito gostoso ajudando na obra da igreja que tem na esquina! Começamos a comentar sobre o gatinho e darmos muitas risadinhas, até que o gato percebeu e ficava mandando beijinhos para nós de longe.
Depois daquele dia, sempre sentavamos ali para ficar olhando o gatinho da obra!
Um dia, me sentei sozinha ali, enquanto minha irmã mais nova brincava na casa da vizinha, e meus pais estavam trabalhando, devia ser umas sete e meia da noite, o trabalho na obra ja havia terminado naquele dia e o gatinho não estava lá.
Eu ali com os meus pensamentos, e daqui a pouco alguém senta ao meu lado, quando olho para o lado é o gato, lindo, gostoso e cheiroso, sentado bem ali do meu ladinho, então descobri que seu nome era Cristiano e tinha 19 aninhos.
Então ele me disse "Estou louco para te beijar gatinha, mas você é muito novinha para mim, se alguém ver vai dar problemas"
Então assim sugeri que ficassamos ao lado da árvore na frente da minha casa, bem atrás do muro que ninguém veria, e aquela altura já era noite.
Lá fomos nós, mal encostei as costas no muro e ele ja me beijava enlouquecidamente, um gostinho delicioso de bala de menta e uma língua feroz que serpenteava dentro da minha boquinha carnuda e inocente (SQN 😏) ... Meu propósito era apenas dar-lhe uns beijinhos, mas quando percebi ele estava com a mão dentro da minha calcinha, esfregando seus dedos no meu grilinho, que se contorcia todo de tesão, minha bucetinha começou a ficar molhadinha e eu sentia escorrer nas minhas coxas, sensação que eu nunca tinha sentido antes, mas o delícia!
Enquanto sua mão estava ali me acariciando, sua boca passou pelo meu pescoço e desceu aos meus seios, que na época já eram bem grandes, ele mamou bem gostoso e foi descendo, quando chegou na minha virilha fiquei toda arrepiada e ja gemia de tesão ...
E a sensação que nunca me esquecerei, foi quando a sua ligua substituíu seus dedos e me chupou ferozmente, pensei "ai meeeu deus que gostoso" e ele chupava e enfia o dedo na minha bucetinha e eu ali sem saber o que fazer, naquele momento tão gostoso, quando ele ia tirar a boca dali, agarrei seu topete com força e enfia a boca dele de novo na minha buceta, eu não queria de jeito nenhum que ele parasse!
Foi então que gozei em sua boca gostosa, e ele se ergueu me deu um beijo com gosto de buceta gozada delicioso, e tirou o pau para fora, aquele instrumento de prazer era enorme e grosso, eu nunca tinha visto um daqueles ao vivo, na hora me deu até medo, mas ele me fez gozar tão gostoso que deixei meter!
Eu ali de pé e ele metendo aquele pau enorma na minha buceta, doía no começo, mas o tesão era tão delirante que eu nem liguei!
Na hora não pensei nem em camisinha, parecia que eu estava em um sonho e deixava tudo acontecer, eu não conseguia nem prestar atenção no que as pessoas falavam passando pela rua, logo atrás da gente!!
Foi ai que ele tirou o pau para fora e gozou no chão mesmo .... Então foi embora e eu fui tomar um banho, com a calcinha toda ensanguentada! E anestesiada de prazer ...



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.