"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Comi a minha sogra!


autor: bomdecama
publicado em: 10/04/16
categoria: traição
leituras: 20653
ver notas
Fonte: maior > menor



Namorava há quase dois anos uma loirinha linda. Seios médios, cintura fina e bunda pequena, mas bem durinha e redonda.

Ela tinha 19 aninhos e sua mãe 36. Isso mesmo. A mãe dela, minha sogra, começou na putaria bem cedo.

Minha sogra sempre foi bem descolada. Desde o início ela permitia que eu dormisse com a sua filhinha.

Em um belo domingo, acordei por volta das 10:00 horas. Minha namorada não estava na cama. Liguei para saber onde ela estava e ela informou que havia saído para comprar pastel na feira.

Ainda meio sonolento, fui até a cozinha para pegar um copo com água.

Minha nossa!
Minha sogra, de quatro, com a calcinha fio dental enfiada no cú, lavando a geladeira!
Fiquei ali em silêncio. Apenas admirando aquela bunda!

- Nossa Fernando. Me mata de susto!
- Desculpa Elaine. Vim aqui tomar água.
- E ficou olhando a minha bunda?

Fiquei sem resposta. Vai que ela fala para a filha. Eu iria arrumar um grande problema.

- Você quer comer?
Tomei um baita susto. Com assim?
- Hã?! Comer o quê?
- Você é muito saidinho! Tomar café da manhã!!!

Como eu estava de samba-canção e sem cueca, a visão que eu tive e aquelas frases de duplo sentido tinham aguçado a minha imaginação e eu estava de pau duro.

Tentei sair sem ser notado, mas ela já havia percebido e possivelmente gostado.

- Não obrigado!

Quando eu estava saindo, ela me segurou pelo braço.

- Quer comer outra coisa?
Antes mesmo de eu responder, ela colocou a mão dentro do meu short e tirou meu pau pra fora.
Sorriu e abaixou.
Começou a fazer um boquete delicioso. Chupava com gosto. Engolia meu pau inteiro. Sempre com aquele olhar de cadela no cio!
Depois de um 5 minutos no boquete ela se levantou, me levou até a pia e ficou de costa.
Levantou a saia. Virou a cabeça para traz e pediu pra eu comer a sua buceta.

Nem pensei. Coloquei a calcinha de lado e enfiei tudo. Ela estava molhadinha!

- Vai comer a sua sogra? Seu safado. Come minha bucetinha!
Eu metia com força. Que buceta maravilhosa!

- Mete com força! Come sua sogrinha safada vai!
Isso me deixava com mais tesão.
Ela percebeu que eu ia gozar e então tirou meu pau da buceta.

- Como eu sei que minha filhinha não dá o cuzinho pra você, eu vou te dar!

Coloquei o pau no cuzinho dela. Ela com aquela cara de safada me pedindo para arrombá-la!

- Está gostando do cú da sogra. Arromba esse cuzinho vai!

Eu enfiava com força até o fundo e a safada pedia mais.

- A sua sogra é uma safada! Ela gosta de dar o cú!!!
E realmente gostava. Ela estava delirando e logo começou a gozar no meu pau!
Adorei aquilo. Comi a filha e agora a sogra. Ambas SAFADAS!.

Quando ela percebeu que eu ia gozar, pediu porra na boca. Falou que queria o mesmo tratamento da filha.
Chupou até eu encher a sua boca de porra!
Ela engoliu tudo! Sempre sorrindo.
Quando terminamos, ela falou que quando eu quisesse comer um cuzinho, ela estaria sempre disposta!

Já tentei terminar meu namora várias vezes, mas quando penso naquela bundinha, aquele cuzinho pedindo rola e aquele olhar de safada, eu mudo de idéia na hora!




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.