"Os mais excitantes contos eróticos"


Chifrei com um travesti


autor: Enzolopes
publicado em: 11/04/16
categoria: hetero
leituras: 19040
ver notas
Fonte: maior > menor



Sou casada tenho dois filhos, meu marido não consegui apagar meu fogo! Me masturbo diariamente para tentar acalmar um pouco meu fogo,quase toda semana, frequento um salão de beleza e lá os papos na maioria das vezes são sobre sexo, uma das cabeleireiras é um travesti bem feminina, nunca fiz o cabelo com ela, seu nome é Fernanda, uma tarde a cabeleireira que estou acostumada não foi trabalhar e Fernanda se prontificou a fazer meu cabelo, eu aceitei porque foi muito delicada e educada comigo, nunca tinha conversado com ele mas já fantasiei com ele em minhas masturbações, sempre vinha a sua imagem, apesar de não ter muita intimidade, mas é uma pessoa alegre e contava as suas histórias, ele perguntou se podia modificar o corte do meu cabelo pois me conhecia a muito tempo e era sempre o mesmo, deixei, fomos para o lavador de cabelos e suas mãos lavando meus cabelos acabou me excitando e senti minha calcinha molhar, ela percebeu e me disse que estava carente de sexo, fiquei calada, ai ela começou a massagear meus cabelos e encostava em mim as vezes, senti o seu pau no meu braço e estava duro, aquilo me deixou louca de tesão. Samantha, percebi que está com muito tesão, eu posso te dar muito prazer, continuei quieta ela cortou meus cabelos, não falou nenhuma palavra ,quando ia saindo ela me deu um cartão e me disse se quisesse ter prazer de verdade era só ligar, peguei o cartão e fiquei com a imagem de Fernanda na minha cabeça, quando cheguei em casa fui direto para o meu quarto tirei minha roupa deitei na cama e me masturbei pensando naquele travesti. No dia seguinte quando acordei meu marido já tinha saido eu nem vi, lembrei de Fernanda e fui pegar o seu cartão na minha bolsa, não aguentei e liguei para ela, atendeu com uma voz sensual. Oi querida sabia que iria me ligar, nem dormi pensando em você, ai eu respondi: Me masturbei pensando em você, quando podemos nos encontrar, ai marcamos para 14 horas ele disse que podia fica toda tarde comigo, levei as crianças na escola e fui no lugar marcado por ele e fomos para um motel. Fernanda veio me beijando eu sou magra e ela foi tirando minha roupa e chupando meus seios com delicadeza e muita habilidade,eu fui as nuvens,tirei toda minha roupa e ela continuava vestida estava com blusa e saia seus seios querendo sair,quando ela me viu nua disse: que magrinha sensual toda depilada você e um tesão. Sou clara seios pequenos,1,62m de altura 58 kg,barriga definida e uma buceta carnuda, uma bela bunda e coxas grossas. Fui para o banheiro tomar banho ele demorou um pouco e veio nua,seu corpo era lindo seios grandes siliconados,bicos rosadinhos e durinhos quando olhei para seu pau vi que era muito grande e estava completamente duro, era muito grosso também, aquilo iria me arrombar, sem duvidas, sua cintura fina e uma bunda linda, tinha 1,70 mais ou menos, entrou comigo no chuveiro e eu beijei com uma volúpia sua boca e segurando aquela rola grande, mal dava para segurar, não aguentei abaixei e fui chupar aquela jeba gostosa ,ela me convidou para irmos para cama, não largava dela um só instante, quando deitei na cama ela me deu um banho de lingua eu gozei como nunca tinha gozado, depois de bem lubrificada com meu gozo, ela colocou na minha buceta aquele pinto maravilhoso senti um pouco de dor, mas logo o prazer foi maior enquanto ela me penetrava eu chupava aqueles seios lindos ele gemia e pedia para chupar mais forte enquanto fazia o movimento de vai e vem gozamos juntas ela me encheu de porra nunca, tinha sentido tanta porra na minha vida, quando ela tirou o pinto senti a sua porra escorrer, ela deitou do meu lado e continuou a me beijar e chamando de gostosa, logo seu pinto estava duro outra vez e ela comeu meu cuzinho quase morri de prazer, fomos tomar um banho, quando ela me disse que não tinha acabado ainda voltamos para a cama e ela tirou da bolsa um vibrador gigante e disse que queria inteirinho no seu cuzinho tinha um cinturão, ela então ficou de quatro eu fiz o papel de homem e introduzi aquele vibro inteirinho no cuzinho dela, que tesão louco, gozamos novamente juntas uma loucura!
Gozamos a tarde inteira e agora toda semana vou fazer o cabelo com ela e terminamos no motel onde ela me come com aquele pau grosso e eu enrabo ela bem gostoso!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.