"Os mais excitantes contos eróticos"

 

TIVE UM SONHO PORNÔ


autor: anne.dopagode
publicado em: 30/04/15
categoria: romance
leituras: 7100
ver notas
Fonte: maior > menor



Hoje quando acordei, encontrava-me em EEE, extremo estado de êxtase. Levei alguns minutos para situar-me de que o lugar aonde estava era a minha cama e que ao meu lado não havia ninguém. Despertei de uma espécie de sonho, porém, um sonho bem real. Na verdade revivi a mais intensa transa que já tive, a mais intensa transa que nós dois já tivemos. Aquela noite em que tu foi capaz de me fazer gozar mais de cinco vezes. Admito que jamais conseguimos chegar perto disso novamente, mas viver aquela noite da forma que nós vivemos, realmente não é coisa para se
repetir, é coisa para lembrar pelo resto da vida e só.
E mesmo que a gente tente, não teria mais a mesma intensidade, o mesmo risco que a gente correu. Naquela época tínhamos tantos obstáculos nos impedindo de estar juntos e ainda assim insistíamos nesta história. Assim que cheguei na tua casa nós sentamos no sofá, trocamos umas poucas palavras e tu já estava em cima de mim, me devorando com um beijo e colocando as mãos sobre os meus seios. Arrancou meu short, que ficou por ali mesmo, e me arrastou para o quarto.
Foi lá que começamos aquela transa, que só terminaria às seis horas da manhã. Correndo o risco de sermos pegos e tentando matar toda a vontade acumulada, iniciamos a noite mais tesuda de nossas vidas. Não sei dizer ao certo se era eu que queria te provar ainda ser a melhor mulher que tu teria, ou se era tu que queria me provar que ninguém sabia me satisfazer como tu, ou quem sabe eram as duas coisas juntas. O que sei é
que jamais fui tão boa quanto naquela noite e posso afirmar que tu
também não.
Transamos como se o mundo fosse acabar no instante em que eu saísse por aquela porta, e de certa forma foi o que aconteceu. Estar ali, mesmo que sem saber disso, era uma mistura de reencontro com despedida. Te chupei tentando induzir teus pensamentos, querendo vencer a disputa pela satisfação dos teus desejos. desejando que no dia seguinte, quando
estivesse outra na tua cama, o que era uma certeza, tu pudesse lembrar
dos meus lábios, e do quanto eles te satisfaziam mais do que os dela.
Sentia o prazer se espalhar pelo meu corpo a cada vez que tu me proporcionava a satisfação total, fosse eu por cima e tu me ajudando a chegar lá, fosse eu de ladinho, com as pernas entrelaçadas nas tuas, fosse tu na ponta da cama e eu de costas para ti, sentada no teu colo. Só o teu balanço me guia diretamente ao gozo. E quando ele explodia, eu caia ao teu lado ensopada de suor. Tu me beijava, esperava minha respiração eufórica voltar ao seu compasso normal e já queria me devorar mais uma vez.
Tu queria o prazer de me comer pela casa inteira e eu queria a
satisfação de ser eu a realizar todas as tuas fantasias. Entre beijos, chupões e metidas, tu me levou para a cozinha, me encostou de quatro no balcão e me enfiou por trás. Nunca foi tão simples ser metida por trás e
nunca foi tão prazeroso. Eu gemia, me mexia, rebolava, delirava, e deliro agora mesmo, só de imaginar aquela cena outra vez. Numa única noite tu me proporcionou todos os prazeres imagináveis e inimagináveis.
O dia amanhecendo e tu amanhecendo entre as minhas pernas...

"Ela não volta atrás, mas quando pede por trás: é o vai e volta que enlouquece. E satisfaz." (Fabio Chap)



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.