"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Trepada no cinema!


autor: Deusaafrodite
publicado em: 09/05/16
categoria: hetero
leituras: 6355
ver notas
Fonte: maior > menor


E aí pessoal, me chamo Roberto , tenho 1,85 cm, 90 Kg, branco e cabelos pretos e 25 anos.

Mês passado, conheci uma garota pela internet, Débora; uma loira deliciosa , 19 aninhos, corpo perfeito e olhos verdes. Ela era espetacular.

Além de linda, ela era safada. Adorava fazer um sexo virtual, mandar fotos dos seus seios, bunda e bucetinha.

Ahhhh a bucetinha, carnudinha, peladinha...totalmente raspadinha. Eu tava louco pra chupa-la e fode-la todinha.

Um dia ela sugeriu que nos conhecêssemos pessoalmente e obvio que eu topei, mas assim, imediatamente.

Ia rolar uma sessão terror de madrugada e achei que seria perfeito pra gente se encontrar. Ela já tinha me falado que curtia um terrorzinho.

Chegou o dia em que havíamos marcado nosso cineminha e eu estava muito ansioso. Tomei um banhão, coloquei uma bermuda e uma camisa azul clara e fui ao seu encontro.

Quando eu a vi, meu pau já ficou duro, de tão deliciosa que ela estava; usava um vestidinho decotado e curto, tão curto que se desse uma abaixadinha, conseguiria ver tudo.

Entramos na sala e pra minha sorte, tinha pouca gente. Escolhemos as poltronas do fundo, que não tinha ninguém. Pensei comigo, "vou comer essa gostosa aqui mesmo".

O filme começou e ela segurou minha mão. Sua pele era quente e ela estava muito cheirosa. Fiquei com o pau duro de novo!
Só que dessa vez, ela percebeu.

-Nossa Ro, isso tudo é pra mim?

-Se você quiser, é todo seu.

Ela abriu minha bermuda, libertando minha pica e começou a me masturbar. Meu Deus, que delícia! Ela era muito naquilo.

Eu precisava me controlar pra não gemer, mas estava difícil e soltei um gemido bem baixinho.

-Tá gostando , lindo?

Fez que sim com a cabeça e ela sorriu pra mim. Que putinha que ela era. De repente ela enfiou meu pau em sua boca e começou a suga-lo com gosto da cabeça até as bolas.

Puta que pariu, que boca deliciosa. Nunca havia sido chupado tão bem assim.

Ela pegou minha mão e a enfiou no meio de sua pernas, cachorra, ela estava sem calcinha, quase gozei.

Enfiei um dedo dentro daquela xana gostosa, que já estava molhadinha e com a palma da mão, estimulava seu grelinho. Ela gemia baixinho com meu pau em sua boca.

Ela se levantou, subiu o vestido e sentou no meu colo, de costas pra mim e começou a rebolar. Eu enfiava a cabeça eu seu pescoço pra abafar meu gemido , com a mão tapava sua boca e com a outra apertava seus mamilos.

Aquele situação toda era muito exitante e eu já estava a ponto de gozar. Tirei ela do meu colo e pedi para que me chupasse por que ia gozar e queria que fosse na sua boca!

Ela me chupou com força implorando pelo meu orgasmo e rapidamente lambuzei sua boca com a minha porra.

Ela engolia, cada gota olhando nos meu olhos e lambendo os lábios.

Eu não era uma pessoa egoísta e queria faze-la gozar também. Coloquei ela de pé na minha frente e chupei sua buceta, fodendo com os dedos.

Senti seu mel quente em minha boca e era uma delícia.

Nos arrumamos e terminamos o filme. A deixei em casa na esperança de encontra-la de novo.

Naquela mesma noite, recebi uma foto da sua xaninha, com os dizeres: " Ela já está com saudades de você, temos que marcar outro encontro. Um beijo no seu pau".

Agora estou ansioso para ve-la de novo. Pode deixar que conto pra vocês.


Acessem : deusadosexoafrodite




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.