"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Sem calma na língua e totalmente sem ve


autor: Fogosa
publicado em: 11/05/16
categoria: aventura
leituras: 2510
ver notas
Fonte: maior > menor


Introdução:

Eu agradeço primeiramente a sociedade por julgar meus desejos secretos insanos e fazer minha rebeldia querer ser diferente, não me intimidar ou ter medo de ser taxada de puta, afinal meu corpo não é da conta de ninguém, nem tudo que imagino faço e nem tudo que já fiz merece ser contado. Vamos dizer que minha imaginação vive uma vida sexual totalmente devassa não existe curiosidade que não foi matada ou repreensão pela atitude de sair do padrão comum.
Quando alguém for capaz de me responder fundamentadamente porque a mulher que fica com vários é puta e o cara que é mais rodado que catraca de circular é fodão pode ser que daí eu me incomode e queira me defender, mais jamais mudar minha postura pelo o que os outros pensão. A sociedade precisa de menos mulheres e homens machistas, pois o que eu faço entre quatro paredes não interfere nos meus valores.
Sobrevivo ainda dentro de um armário, com várias máscaras para não ser pega, simplesmente por ter uma parte que me impede de sair inconsequentemente por ai fazendo loucuras,Hahaha as melhores que eu possa imaginar, o meu grande problema é me encontrar perdida e sem resultado quanto as procuras de alguém que possa satisfazer meus desejos, a necessidade é grande, tamanha que alguns dias sem ter uma relação bate uma abstinência brava.
Tudo isto que eu sufoco, que eu desejo me levou a escrever, talvez seja uma terapia e controle meus hormônios ou só aumente o meu desejo de transar compulsivamente…



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.