"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Jogos do Prazer


autor: ContosNavais
publicado em: 21/05/16
categoria: grupal
leituras: 3842
ver notas
Fonte: maior > menor


Sou um amante de jogos te tabuleiro, tenho essa atividade como um hobby ao qual amo e gosto muito. Me reuno uma vez por semana com um grupo de amigos para jogarmos no condomínio de um deles, e foi uma dessas reuniões, que conheci Márcia, uma morena muito bonita, de seios fartos, uma bunda que chama atenção por onde passa, lábios carnudos, convidativo a um belo beijo e outras coisas mais e um sorriso estonteante.

Fomos apresentados e logo ela se sentou em uma mesa que estava começando a partida onde eu estava, ela se sentou ao meu lado e já chegou dizendo que queria aprender um jogo de cartas chamado, “na hora do sexo”, nome em tradução livre para o Brasil. Todos disseram que ela tinha era que arrumar um namorado, pois estava na seca a muito tempo. Durante a partida, eu não conseguia tirar meus olhos do decote dela, que deixava bem a mostra, seus lindos seios, ela percebendo que eu estava olhando se esticava de maneira que eles ficavam mais expostos ainda. Ela estava em um vestido curto, bem colado que dava para admirar também suas belas pernas e coxas, nesta altura meu pau já estava muito duro e já não conseguia esconde-lo por debaixo da bermuda que eu estava vestido. Ela percebendo toda minha excitação, aproximou a cadeia para mais perto da minha e se inclinava para o meu lado, com a desculpa de alcançar partes do jogo e hora encostava suas pernas e coxas na minha, em seguida a cada movimento dela, ela se afastava e dava uma boa olhada para o meu pau.

A noite de jogos transcorreu normal, jogamos outros jogos em mesas diferentes, mas sem deixar de trocar olhares. A todo tempo ela perguntava quem iria ensinar ela a jogar "na hora do sexo", e todos levavam na brincadeira, pois o referido jogo, é muito simples, são cartas com situações fictícias, onde você precisa ser rápido e pegar dentro de um pote, a resposta que melhor se encaixa a situação, todas as situações são relacionadas com sexo de todos os gêneros e tipos.

A noite chegou ao fim, todos já estavam se arrumando para ir embora quando Márcia, convidou as pessoas que estavam arrumando o salão de festas para entregar a chave, para dar uma esticada até no apartamento dela, que ficava no mesmo condomínio, e assim pudéssemos jogar mais alguns jogos mais divertidos e talvez íntimos, dizia ela sorrindo. Estavam arrumando o salão eu e mais dois casais de amigos. Todos, terminamos de arrumar o salão de festas, entregamos a chave e fomos todos para o apartamento da Marcia.

Chegando no apartamento, Márcia foi com as outras duas meninas até o banheiro da suíte e nós os homens, ficamos na sala preparando a mesa de jogos. De repete as meninas entram na sala, todas só de roupas íntimas, Márcia havia convencido elas a jogar "na hora do sexo" mas de uma forma diferente, realizando de forma prática, cada situação e decisão surgida na mesa. Eu fiquei meio espantado das namoradas dos meus amigos aceitarem o convite, pois há situações muito pesada no jogo, até dupla penetração, mas só depois eu descobri que eu e a Márcia, éramos os ingenuos ali, pois não foi Márcia que as convenceu, mas elas convenceram Márcia. Esses casais sempre faziam esse tipo de partida entre eles, e como Márcia ficou o tempo todo insistindo em aprender o jogo, e observaram nossas trocas de olhares, resolveram nos ensinar o modo avançado do jogo... Rsrsrsrs

Rapidamente nós homens tiramos as roupas também e ficamos só de cueca. Distribuímos as cartas e colocamos as peças respostas no meio do chão da sala, sentamos todos no belo tapete que Márcia tinha no meio de sua sala, e ela disse:
- Espero poder sentir o cheiro dessa noite todas as vezes que me deitar nesse tapete.
Todos riram e a partida começou. Estavam jogando a Ana e Fabrício, Jéssica e Claudio, e eu e Márcia, inicialmente ficou assim distribuída as duplas, com essa divisão, Fabricio ficou com a namorada de Claudio e Claudio com a de Fabricio, ouve muitos questionamentos entre os dois, pois todos queriam ficar com a Marcia, pois ela é uma mulher linda, seios fartos e duros, uma bunda bem arrebitada, coxas grossas, corpo cuidado em academia mas com musculatura feminina, sem exageros, e uma boca estilo Angelina Jolie, mas ela disse que eu seria o parceiro dela, mas no decorrer do jogo, essa divisão não faria muito sentido.

Ana e Fábricio escolhem sua primeira carta que diz: “Casal fica preso no elevador durante madrugada de calor insuportável, e se despem até ficarem só de roupas intimas.” Fabrício pede para Ana pegar uma das peças resposta que está escrito: “Chupa ela” Fabricio coloca o sutiã de Ana de lado e começa a chupar os seios dela, todos instintivamente colocam suas mãos em suas partes intimas em quanto assistem a cena. Em seguida é a vez de Jéssica e e Claudio escolherem sua carta que diz: “mulher voltando para casa a noite é encurralada por 5 homens” Claudio pega a peça resposta: “Toca gostoso ele” Como éramos apenas 3 homens e a carta dizia 5, Ana e Marcia disseram que fariam o papel dos outros dois homens que faltavam, sendo assim Ana acariciou o pau de cada um dos homens e as bucetas das outras meninas. Finalmente chegou a minha vez e de Márcia, que escolhemos a carta: “Assédio sexual no trabalho” Marcia logo pegou uma peça resposta que dizia: “Senta no pau dele”, como Todos já estávamos muito excitados nesse momento, Marcia me empurrou de costas para o tapete, colocou meu pau para fora, puxou sua calcinha para o lado, e começou a sentar com sua buceta encharcada no meu pau e começou a cavalgar, tiveram que tirar ela a força de cima de mim, pois ela não parava, e todos diziam: “Ei, estamos na primeira rodada, calma esfomeada”

Iniciamos a segunda rodada, iniciada agora por Jessica e Claudio, que escolheram a carta: “Mulher chega em casa e flagra marido com outro na cama” pegam a peça resposta: “Chupada e beijo” Eles chama Ana para ajudar, Claudio deita no chão, Ana senta no pau dele e Jessica coloca sua buceta na cara de Claudio que começa a beijar Ana na boca, foi difícil separar os 3 também. Chegou novamente a vez minha e de Marcia, pegamos a carta: “Apreciando a vista pela sacada do prédio”, para minha sorte, a peça resposta foi: “Só no cú”, Marcia correu no quarto, pegou um lubrificante e já chegou na sala com a bunda brilhando de tanto que passou, foi para a varanda do apartamento, se debruçou na sacada e empinou bem a bunda, eu me levantei, coloquei a cabeça do meu pau da entradinha do cú dela e comecei a empurrar até está tudo la dentro, ela rebolava e gemia e aí ficamos por um tempo, que cú gostoso, quente e apertado. Percebi que ninguém veio intervir como aconteceu em situações anteriores, e quando olho para dentro da sala, já estão os quatro sobre as cartas e demais peças do jogo, se chupando e se tocando, me viro para Marcia e digo: - Acho que o jogo terminou, veja só! Quando Marcia se vira e vê como eles estavam, ela me convida: - Vamos lá?

Estávamos os 6 ali no meio da sala, sobre as peças do jogo, se chupando, se tocando e fudendo muito. Marcia estava cavalgando em cima de mim, que estava deitado no tapete, quando escuto Ana e Jessica dizendo: - Vai lá vocês dois, vocês não acham a Marcia uma delicia, aproveita, nós duas nos viramos bem sozinha aqui. Rapidamente Fabricio empurrou Marcia sobre meu peito e começou a penetrar o cú dela, em quanto eu ainda estava todo dentro de sua buceta, Claudio se ajoelhou em minha frente e meteu seu pau todo na boca de Marcia, em quanto estávamos nós 3 alí levando Marcia a loucura, Ana e Jessica deitadas no sofá, chupavam uma a outra.

Perdemos a conta de quanto gozamos, eu só sei que aproveitei, comi ainda o cú e a buceta de Ana e Jessica em dado momento da noite e gozei na boca de Marcia. Já era 6 da manhã quando todos se arrumaram correndo para irem para seus compromissos de trabalho, casa e faculdade. Nuca mais jogamos “na hora do sexo”, mas realizamos muitos outros encontros, sempre depois de nossas reuniões semanais com os amigos de jogatina. Até introduzimos outros casais, homens e mulheres na brincadeira, a maioria deles, enganávamos dizendo que iríamos jogar até mais tarde um pouco no apartamento da Marcia, deixávamos eles sozinhos na sala montando os jogos, em quanto no quarto, nos divertíamos, alguns intrigados com a nossa demora, se arriscavam ir no quarto ver o porque da demora, uns entravam e participavam, outros iam embora e alguns voltavam para sala, deitavam no só e dormiam… rsrsrsrsrsrsrsr



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.