"Os mais excitantes contos eróticos"


Ninfetas, cam e safadezas


autor: adriano.master
publicado em: 07/06/16
categoria: jovens
leituras: 3591
ver notas
Fonte: maior > menor


Conheci duas ninfetas há poucos meses na internet. Elas são bastante amigas. No começo conversávamos apenas teclando, mas a intimidade foi aumentando e elas acabaram ligando a webcam. Tivemos algumas conversas intimas, falamos de desejos e do que gostaríamos de fazer, ela duas juntas e quem sabe um dia nós três.

Elas são duas ninfetinhas lindas, uma era branquinha como leite que naquela noite vestia um shortinho curto e preto com uma camiseta cinza e uma moreninha linda, cabelos negros na altura no ombro. Ficamos nessa durante algumas semanas, mas ontem elas estava excitadas e disposta a brincar para mim.

Conversamos durante uns cinco minutos e elas já começaram a pegar um pouco mais pesado, perguntando do meu pau, se era branquinho como eu, qual o tamanho e qual das duas eu ia querer comer primeiro.

A branquinha pediu para ver o meu cacete, respondi;

_ Mostro meu cacete duro, só se vocês duas se beijarem.

_ Não!!! A gente nunca se beijou na frente de ninguém. A gente vai morrer de vergonha.

Me levante e mostrei por cima do calção do meu pijama o quanto meu pau esta duro.
A branquinha ficou toda animada:

_Deixa a gente ver, por favor, deixa.

_Só se as duas beijarem.

_ Tá bom, a gente se beija, mas um beijinho de leve.

_Pra mim está ótimo.

_Espera.

Elas se levantaram da cadeiras e foram para cama do quarto, levando o notebook. As duas deitaram e ficaram de frente pra webcam. Assim só podia ver seus rostos.

Elas ficaram um pouco tímidas no começo, conversando e deixando o tempo passar. A branquinha tomou fôlego para criar coragem.

Depois de um tempo ela começaram a ser beijar. Foi um beijo meu desengonçado e rápido demais. Elas pararam e começaram a rir para cam.

_ Agora mostra. - Elas pediram.

_Não foi rápido demais. Beija direito.

Elas voltaram a se beijar, agora com mais calma. Se beijando com desejo e fome de prazer. Elas passaram quase um minuto se beijando. Foi tão bom que esqueceram de mim.

Quando pararam riram bastante e pareciam bem felizes com o beijo.

-Agora sim. Merecem o prêmio de vocês.

Baixei o calção do pijama e mostrei meu pau duro para duas. A branquinha arregalou os olhos e a moreninha lambeu os lábios.

_Gostaram?

_Gostoso demais. Adoramos um pau durinho e branquinho.

Ela começaram a cochichar, não dava para entender o que as duas falavam, mas a moreninha se levantou e se deitou de lado do notebook. Ela vestia uma camiseta azul, sem sutiã e um shortinho folgado e quadriculado. A branquinha deitou o rosto por cima da buceta da moreninha e ficou com o rosto próximo ao notebook.

De repente a branquinha puxou o shortinho da morena pra baixo, mostrando a calcinha vermelha, comum de algodão. E começou a dar beijinhos na barriga, próximo ao umbigo da moreninha.

Ela beija, ria e mostrava a língua pra mim. Beija, beija, passava a língua no corpinho da morena e voltava a mostra a língua de safada. Ela ajeitava o cabelo quando cobria o rosto, para que eu pudesse ver sua língua percorrendo a pele da outra menina.

Comecei a bater uma punheta na frente da webcam. Queria que as duas soubessem do meu desejo.

A branquinha baixou ainda mais a calcinha e pude ver o inicio da bucetinha da moreninha. Ela beijava bem pertinho da buceta, sem realmente chegar a beija-la. Depois voltava para barriga lisinha e gostosa.

Após alguns momentos ela iniciou uma caricia leve com os dedos na borda da calcinha, que ainda cobria parte da bucetinha. Ela não tinha pressa, acariciava a borda da calcinha com as pontas dos dedos e logo após dava beijinhos.

A cabeça da minha vara, dura, começa a brilhar com a excitação que eu sentia. O cacete duro e olhar para duas ninfetinhas safadas.

Ela enfiou a mão dentro da calcinha da amiga e ficou olhando diretamente para webcam. Sorrindo, como a dizer: "Ela é gostosa demais".

A moreninha começou a gemer gostoso e a branquinha aproveitou e tirou completamente a calcinha. Me deixando ver, aquela buceta linda e lisinha como vidro. Impressionante como lábios eram lindos e rosados. Tem algo mais lindo que o volume de uma bucetinha? Adoro demais.

A branquinha colocou a moreninha de lado na cama e se posicionou por trás dela, tirando a camisa e expondo os pequenos seios da amiga. Ela enfiou um dedinho dentro da buceta e a moreninha reagiu com gemidos.

A buceta da moreninha começo a ficar meladinha, lubrificando os dedos da branquinha. Ela retirou os dedos e as duas compartilharam o gosto com sua línguas expostas chupando o dedinho.

Ela recolou o dedo na xaninha e as duas começaram a dar um beijo. Agora, realmente um beijo, bem sacana, cheio de desejo. Suas línguas brincavam e penetravam. Uma chupava a língua da outra, quando não as duas se comiam com as bocas.

Eu não resisti a tanto tesão, aumentei a pressão e a velocidade da punheta que batia. Comecei a gemer alto e a chamar as duas de putas, safadas, cadelas. Pedia as duas para me chuparem e toda loucura que pude imaginar. Adoro falar sacanagem no sexo.
Estava louco para chupar aquela bucetinha e parece que a branquinha leu meus
pensamentos. Pois logo depois ela se posicionou entre as penas da amiga. Primeiro beijando a parte interna da coxas e de vez em quando, mordendo e puxando a pele lisa. Quando ela fazia isso olhava para cam e depois sorria. Há, como eu adoro uma safada, das santas, quero é distância.

A safada chupava a bucetinha com vontade e depois percorria com a língua, quase até o umbigo. A ninfetinha era novinha, mas sabia chupar como uma putinha profissional.

Ela retirou a camisa, mostrando os peitinhos, que eram maiores do que os da amiga e iniciou uma brincadeira com os biquinhos na perereca da moreninha. Seus peitinhos logo estavam com os biquinhos duros.

A safada sorria e chupava a amiga, lambia e beijava. Logo penetrou a amiga com seus dedinhos brancos, sem deixa de fuder com a língua.

Eu punhetava meu cacete e a branquinha começou a se animar, chupando a buceta com mais vontade. Agora ela estava excitada, não largava a boca da xaninha, nem por um instante. Mamando e chupando a bucetinha divinamente.

Para aumentar meu tesão e minha vontade de fuder, a branquinha safada aproximou mais ainda a webcam. Fazendo um close da xaninha lisinha e ficou mostrando a língua chupando aquele lábios, que nos dão tanto prazer.

Eu sugava a amiga com força, a moreninha estava indo a loucura, gemendo cada vez mais rápido, dava pra notar o brilho na sua bucetinha, seu gozo escorria pela pernas.

Não aguentei mais e gozei. Gozei muito, com jatos fortes, minha gala alcançando as alturas e melado a mesa, teclado e minhas coxas. Fazia tempo que não gozava com tanta intensidade.

Logo a moreninha gozava na bem alto e gostoso, chamando a amiga de safada e falando maravilhas da língua da amiga.

Depois deste encontro virtual , prometemos nos encontrar de verdade. Já convidei as duas para praia. Será que vai rolar putaria?






ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.