"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Mamãe e seu Cu


autor: Jack3
publicado em: 08/06/16
categoria: incesto
leituras: 25901
ver notas
Fonte: maior > menor


Ola sou o Jack nome (fictício), vou contar o que aconteceu na semana passada na casa do meu amigo Peter ambos com 16 anos. Era sábado e o calor estava de matar, resolvemos tomar banho de piscina na casa dele.
Estávamos nos refrescando na piscina quando de repente vem à tia Jussara mãe do Peter, Que por sinal é uma delícia ela é um pouco baixinha, branquinha e tem coxas grossas que deixa tudo moleque de 16 anos doido, ela estava usando um biquíni fio dental rosa atolado naquele rabo delicioso, fiquei de pau duro na hora só que estava na água então ninguém viu. Ela deitou com o rabo pra cima para se bronzear, passaram-se uns 4 minutos ela chama o Peter para pegar o bronzeador que tinha esquecido, ele reclamou e disse que não iria pegar, foi quando ela disse pra mim Jack amor pega pra tia o bronzeador, na hora vi que o Peter ficou com ciúmes, eu disse sim claro tia, mas tava com o pau duro dentro da sunga. Sai bem rápido pra pegar e demorei um pouco pra ver se amolecia um pouco, mas não amoleceu e tive que voltar, chegando lá ela estava na mesma posição com o cu pra cima e que cu meu Deus, falei aqui tia o bronzeador quando já ia pular na água ela falou espera passa nas costas da tia, o Peter nadando só nos observava, respondi tá bom e me virei pra ela foi quando ela percebeu o volume da sunga, mas não falou nada, comecei a passar nas costas dela um pouco na nuca, ela se virou e disse agora na barriga, continuei passando na barriguinha dela até ela dizer tá bom amor obrigada. Respondi de nada tia, meu pau tava uma pedra levantei rápido e pulei na piscina, só que minha sunga caiu no mergulho, pensei fudeu o Peter brincalhão como sempre pegou e jogou longe, e ficou me zoando a tia deu uma risadinha e eu fiquei vermelho.
Ela falou pode ficar sem Jack tá muito quente mesmo acho que vou tirar também nessa hora o Peter falou mãe tá doida? Ela responde não temos do que se envergonhar filho, e tirou a parte de cima do biquíni mostrando os belos peitos médios e durinhos, se levantou e tirou a parte de baixo mostrando a buceta e o cuzinho rosadinho e deitou de bruços. Falei pro Peter cara sua mãe é muito gostosa mano meu pau ta duríssimo, ele riu e disse você não tem chance otário, ela me chamou Jack passa mais bronzeador na tia agora ta melhor pra passar, você passa ou ta com vergonha? Gritei claro que passo tia, virei pro Peter e falei ela vai ver meu pau duro hahaha, cheguei perto ela não tinha visto meu pau ainda porque estava de bruços, perguntei por onde começo? Ela respondeu passa na minha bunda, quase tive um infarto, comecei esfregando uma banda da bunda que é bem carnudas iguais àquelas que tu vê nos filmes pornôs os caras fudendo os paus até somem nessas bundas. Eu só passando abria um pouco pra ver o cu dela, passei por uns 6 minutos, ela foi virando de posição e viu meu pau, que com 16 anos ter um pau de 16,8 cm é uma dádiva, quando ela viu direito falou menino que pinto é esse? E tava duríssimo Peter gritou para de olhar mãe, ela responde filho não dá é grande de mais para a idade dele, nem você tem um desse tamanho esses dias eu vi, aí eu apelei e perguntei gostou to tamanho tia e da grossura? Ela me disse não gostei adorei você vai fazer sucesso com as menininhas, e deu um sorriso safado com minha rola a uns 58 cm de distância da cara dela, ela chegou mais perto e falou desculpa te fiz ficar muito tempo fora da água, agora ele tá um pouco ressecado não acha? Eu respondi verdade tia o que fazer quando tá assim? Ela respondeu vou te ajudar nesse caso segurou na base da minha rola e começou a lamber a cabeça que tava inchada. Peter saiu da água gritando mãe o que tá fazendo meio que chorando ela nem ligou e começou a chupar que nem louca, eu fui delirando, que boquete delicioso meu Deus.
Olhei pro Peter e falei olha quem é que não tinha chance hahaha, virei pra ela e falei mama sua puta mama, ela gemia e mamava minha rola e olhando pra mim, parou um pouco e viu que o Jack tava triste, mas com o pau duro e chamou-o pra perto, e começou a mamar as duas rolas ao mesmo tempo Peter gemia e gozou na boca dela, Peter foi pra traz dela e começou o cutucar seu cu, ela gemeu e falou meu cu não nunca dei, o pau dele foi amolecendo e murchou eu sabia que o Peter gostava de pornô anal. ele sentou numa cadeira de bronzeamento e ficou olhando ela mamar por mais 5 minutos, ela parou e falou chupa minha boceta seu desgraçado deitou na posição frango assado e eu caí de boquinha na boceta dela que já estava só mel, fiquei chupando e pensando cara ela é virgem de cu tenho que arrombar esse cu dar esse presente pro Peter, ela tava com tanto tensão que comecei a dedar seu cu fui amaciando devagar peguei um pouco de bronzeador passei no cu dela e comecei acariciar em círculo e penetrando um dedo bem devagar, ela gemia eu não chupava sua boceta, só tava vasculhando o cu, ela gemia bem safada e aos poucos foi liberando a entrada do dedo, parei com o dedo e melequei meu pau de bronzeador, ela me olha e fala come meu cu amor, comecei a penetrar entrava com certa dificuldade aos poucos foi entrando, e que delícia de cuzinho quente e virgem entrou até o talo, depois comecei a bombar devagarzinho e saiu lágrima dos seus olhos, ela gemia como puta, fui aumentando a velocidade, Peter ficou de pau duro de novo e colocou na boca dela, eu já estava estocando seu cu mais rápido quando ela parou de chupar o pau do Peter e gritou que delícia caralho arromba o cu da titia amor. Peter olhou pra mim e riu, ela mandou Peter deitar na outra cadeira de bronzear e disse agora quero os dois dentro, foi posicionando o pau na buceta. Quando ele retrucou mãe eu quero seu cu, ela respondeu você vai comer bebe todo dia, mas deixa seu amigo amaciar ele com a pica maravilhosa que ele tem, e começou cavalgar na rola dele e falou vem amor meu cuzinho é seu. Meti de novo e ela gritou isso é maravilhoso Deus, metemos por um tempo, ate ela começar a gozar um minuto depois gozamos também. Ela levantou e disse nossa to exausta isso foi uma delícia e pulou na piscina Peter olhou pra mim é riu eu sorri de volta, olhei pra ela e perguntei tia você me deixa tirar uma foto com meu pau enfiado no seu cu? Ela riu e disse vou pensar com cara de safada, Peter saindo gritou não se esqueça do que falou que eu vou comer seu cu todo dia, o acompanhei pra dentro, ela disse meninos vou fazer o jantar daqui uma hora gritamos pra ela nós já comemos hoje e rimos...



Contínua.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.