"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Minha primeira vez com minha amiga


autor: Bruninha_20
publicado em: 26/07/16
categoria: lésbicas
leituras: 42028
ver notas
Fonte: maior > menor


Essa experiência que vou contar aconteceu há sete anos. Eu tinha uma vizinha, loirinha, corpinho lindo, cabelos longos, vou chamá-la de Carol. Um dia ela me chamou pra dormir na casa dela, pois seus pais estavam viajando e só estava ela, a irmã e o namorado da irmã. Então eu fui pra casa dela, a irmã e o namorado não saiam do quarto, nós duas estávamos na sala tomando sorvete e vendo filme porno, o filme falava de duas mulheres que gostavam de um homem, e cada dia ele ficava com uma e ficava se imaginando pegando as duas, e isso estava excitando a gente. Como a irmã dela estava no quarto com música ligada alto, dava pra assistir o filme sem ela perceber. Eu estava com uma camisola rosa bem curtinha e com uma calcinha bem fininha, ela também, porém azul, nós duas sem sutiã, estávamos vendo o filme, mas até ai nada demais, só queríamos ver o filme mesmo. Eu já sabia que ela ficava com mulheres também. Ela começou a passar a mão na bucetinha dela, e aquilo estava me dando tesão. Nós duas éramos virgens. Então fiquei de pernas abertas com os pés apoiados no sofá e comecei a passar a mão na minha bucetinha também, ela vendo aquilo, acho que se excitou mais ainda e tacou a mão na minha bucetinha, fiquei tipo assustada e meio sem graça, pois nunca tinha acontecido isso comigo vindo de uma mulher, mas por mais que estava achando aquilo super estranho, eu estava gostando, estava ficando bem molhadinha, até que ela chegou mais perto de mim com uma carinha de safada e me beijou vindo pra cima de mim, eu deixei, estava meio que sem saber o que fazer. Nós deitamos no sofá é nos beijamos muito primeiro, acho que uns 10 minutos só assim. O filme nos excitava mais ainda, ela esfregava a buceta dela na minha, até que escutamos um barulho e desligamos a televisão e fomos pro quarto. Lá eu já estava com muito tesão. Tirei a minha camisola e a dela, nos deitamos e voltamos a nos beijar, só que dessa vez sem nada, só de calcinha, ela me beijava e apertava os meu peitos e eu a bunda dela, então ela desceu a boca no meu peito e começou a passar a língua no biquinho dele e chupava bem gostoso, eu gemia bem baixinho pois estava adorando aquilo, morrendo de tesão, chupava os dois muito gostoso, desceu com a língua na minha barriga, nossa, eu quase morri quando ela fez aquilo, minha barriga é meu ponto fraco, depois disso fiquei com muito tesão, virei ela e fiquei por cima e comecei a fazer a mesma coisa, chupei o peitinho dela, estava morrendo de tesão naquilo. Depois de muito esfregar e de chupar bastante aquele peitinho, desci com a língua também na barriga dela e continuei descendo, comecei a passar a língua na buceta dela ainda de calcinha, ela estava muito molhada. Ela pegava no meu cabelo a fazia movimentos com a minha cabeça na buceta dela, então tirei a calcinha dela e meti a boca naquela bucetinha toda melada, comecei bem devagarinho passando a língua nos lábios dela primeiro, estava depiladinha, lisinha e ela segurando o meu cabelo se contorcia toda de tanto tesão, então passei a minha língua no grelinho dela, ela não aguentou e deu um gemido alto, então sua irmã escutou e foi lá ver o que estava acontecendo, como dava pra ouvir ela vindo quando abria a porta do quarto que ela estava fingimos que estávamos dormindo, ela acendeu a luz e apagou e voltou pro quarto, então fui terminar o que estava fazendo, lambi e chupei muito aquela buceta, e ela se contorcia muito de tanto tesão, muito mesmo, até que ela falou que ia gozar, ai comecei a chupar mais gostoso ainda e ela gozou na minha boca, senti aquele melado gostoso, e ela gozava e gemia muito gostoso e aquilo estava me matando de tesão. Então ela levantou e falou: agora é a minha vez. Me deitou como ela estava e começou começou a passar a língua na minha coxa, subindo para a bucetinha, nossa que delicia aquilo, estava ficando louca, então ela abriu as minhas pernas bem abertas, segurou forte e começou a passar a língua nela todinha, eu gemia muito gostoso e ela pedindo pra mim gemer um pouco mais baixo sorrindo, mas eu estava louca de tesão e não conseguia direito, até que ela enfiou um dedinho dela na minha xotinha, mas não consegui deixar, como eu ainda era virgem estava doendo. Então ela só chupou ela muito e pedia pra gozar na boca dela. Nossa q delicia, eu estava achando aquilo o máximo, ela enfiava a língua lá dentro dela, chupava muito gostoso o meu grelinho, quando já não aguentava mais e falei que ia gozar. Nossa gozei muito gostoso, e ela me apertava com muita força, tinha adorado aquilo. Depois nos deitamos uma do lado da outra e começamos a rir, ela falava que nunca tinha pegado uma menina daquele jeito, que sempre que ficava com as meninas nunca tinha partido pra buceta, nunca tinha chupado ninguém, mas eu não acreditei nisso por que acho que ela já tinha ficado com uma outra amiga nossa, que já era mais experiente. Só sei que foi muito gostoso. Quem sabe um dia terei coragem de fazer de novo.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.