"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Suruba Medieval


autor: Aegon
publicado em: 13/08/16
categoria: grupal
leituras: 3611
ver notas
Fonte: maior > menor


Em uma era medieval,onde o verão podia durar muito tempo,e o inverno toda a vida... Existia um guerreiro pronto para dominar Westeros.

Seu nome era Aegon. Tinha 1,70 metros de altura e ostentava olhos verdes e cabelos loiros. Seu corpo era bem forte e definido: típico de um guerreiro.

Desde a adolescência,Aegon já conquistava as mulheres com seu lindo sorriso. Ele treinava no pátio exterior ao ar livre,onde todas as pessoas o observavam treinar.

Aos 16 anos,seu pai morreu em batalha no confronto contra o clã Bolton. Aegon nunca se recuperara da perda. Logo depois do falecimento de seu pai,Aegon foi coroado rei de Essos.

Essos era um grande continente localizado ao leste de Westeros.
Westeros era um continente sem dominação,onde tribos e selvagens lutavam para sobreviver. Aegon já pensava muito longe de seu tempo e queria dominar Westeros.

Entretanto,o sonho de dominação,não começara por ele: Foi passado de geração para geração, causando uma vontade enorme de realizar o sonho de seu povo.

Aegon cresceu. Lutou em batalhas contra clãs que queriam destruir seu povo e tomar suas terras. Os clãs de Essos eram perigosos.

Durante as batalhas,Aegon usava sua espada de aço Valiriano: Um dos aços mais raros e fortes daquela época.

Não demorou muito,e como todo rei,logo se casou... Com suas irmãs!
Aegon era um Targayen,e os Targaryen casavam com suas próprias irmãs,pois eles diziam que não se misturavam com outros. Eles se autodenominavam dragões.

Suas duas irmãs eram as mais belas moças de todo continente.

Visenys: Loira igual o irmão,seus peitos eram grandes e macios. Sua bunda era curvada e deliciosa. O corpo bem definido ostentava seu umbigo sexy.

Rhaenys: Também loira. Bem de aparência. Peitos iguais os da irmã,e uma bunda de dar inveja. Todos os os homens a desejavam.

As irmãs eram gêmeas,e a única coisa que identificava-as era suas lindas bucetas. Uma mais saborosa que a outra.

No sexo,elas se beijavam e apertavam aqueles peitos gulosos. Elas se deitaram várias vezes com Aegon,mas apenas no início de seu casamento: As duas casaram com o rei no mesmo dia,e na mesma hora.

Elas estavam deitadas no quarto conversando e se esfregando,quando Aegon entrou:

- Eles declararam guerra! - Disse Aegon,andando impaciente pelo cômodo.

-Calma,meu Dragão! - Elas disseram juntas,com caras de safadas. - Vem deitar conosco.

- Não posso! - Ele parecia estressado- Hoje não.

Elas olharam uma para a outra e começaram a se beijar com a língua. Isso excitava Aegon,mas ele não estava disposto. Aquele beijo babado,e os rostos excitados das irmãs fazia Aegon querer largar tudo,e ir para cima delas. Mas,ele não podia.

De repente,Aegon pegou-se olhando no espelho... Estava estressado e cansado.
Visenya vinha logo atrás com seu manto vermelho-escuro. Colocou a mão sobre o ombro do rei,aproximou a boca sobre seu ouvido e disse: - Eu estou com uma cocerinha, e quero que você me ajude!

O fogo aumentava nos olhos de Aegon,olhando a mulher pelo espelho. Ela começou a desabotar o manto e deixa-lo cair para trás,mostrando seus peitos suaves que estavam um pouco vermelhos de tanta excitação.

Ela abraçou Aegon pelas costas e segurou seu peito com o braço. Começou a sussurrar coisas sujas em seu ouvido e a deslizar a mão sobre seu corpo. Colocou a mão dentro da calça de Aegon,e começou a bater uma para ele. Neste momento,o rei estava super relaxado,e gozou.

Rhaenys observava de longe, e enquanto Visenys se aproximava com a mão cheia de porra, ela disse:

-Venha,meu Dragão! Esta noite quero te olhar nos olhos,enquanto você entra em mim!

Ele não desviou os olhos do espelho: Apenas continuou pensando... A guerra o incomodava...

Ele olhou para as duas mulheres na cama e disse:

-Amanhã,eu e meu exército lutaremos contra os Bolton. Aqueles idiotas querem guerra? Terão! - Prometeu Aegon, andando e sentado ao lado das esposas.

Elas se olharam de novo,com cara de curiosidade,deram um pequeno sorriso para ele e disseram:

-Nós vamos com você,amor!

- Não! É perigoso! - Aegon começou a ficar mais preocupado.

-Temos dragões! Nós somos dragões! - Insistiu Rhaenys.

-E eu gostaria de acalasar com vocês aqui mesmo! - Aegon disse encostando suas costas sobre a cama.

Já deitado,começou a pensar sobre a estratégia que Lorde Stannis propusera. Mas,antes que pudesse pensar de mais,sentiu suas esposas abaixarem sua calça. Ele quase levantou por completo,quando Rhaenys o empurrou de novo para baixo,deu um beijo em sua testa e disse: - Relaxe!

E foi isso que ele fez. Enquanto suas esposas o chupavam e faziam ele gozar,ele apenas pensava... Como será o dia de amanhã?

A batalha chegou. Visenys estava em cima de seu Dragão negro,pronta para decolar. Estava de manto curto,mostrando sua barriga lisinha.

Rhaenys estava com seu Dragão vermelho. Ostentava um manto curto dourado,igual o da irmã.

Aegon ficou admirando aquelas lindas mulheres,até que a corneta soou: "Bubum Buuuuuuuuuum"

Se lançaram sobre o mar,de encontro com o exército Bolton em terra firme.
Rhaenys lançou um comando a seu Dragão,e este obedeceu na hora. Com Visenys não foi diferente.

Aegon estava no ar com seu belo e enorme Dragão. Visenys e Rhaenys ao seu lado. Atacaram o Leste e o Oeste juntos.

A batalha durou duas horas e o Dragão de Aegon foi atingido. Fazendo ele pular antes que a fera atingisse a montanha de terra.

Durante o combate contra Kirk Bolton,foi ferido no peito: mais tarde,seria uma ferida que começava em seu peito direito e terminava em sua cintura. Era um grande corte.

Aegon e os Targaryen venceram a batalha,mas não a guerra. Voltaram para sua fortaleza. Mais cansados do que já estavam...

-Fui ferido e quase perdemos a batalha! - Disse irritado.

-Mas nós vencemos! -Elas disseram quase juntas.

-Senhor,vou chamar um médico! - Disse o servente.

-Não,apenas vá! - Ordenou Aegon.

-Mas,senhor...

-Vá!

Aegon fechou a porta num estrondo. Tirou o manto,olhou no espelho e viu... A grande cicatriz. Estava vermelha,por ser recente. Ela cruzava todo seu corpo na frente.

-Olhe isso! - Aegon disse muito baixo,como só fosse para ele.

-Eu achei sexy! - Rhaenys interveio. - Essa cicatriz te faz ficar mais durão!

-Eu amo caras durões! - Visenys disse admirando aquela ferida.

As duas nem pensaram: Apenas se olharam e seguraram seu marido pelas costas,empurrando-o e jogando-o na cama. Visenys subiu em sua cintura. Rhaenys começou a tirar sua blusa,mostrando seus peitos.

-Meninas,hoje não! - Disse Aegon,já excitado.

Em cima da cintura de Aegon,Visenys se inclinou e colocou o dedo indicador na boca de Aegon,fazendo-o chupar. Ela fez que ia gozar e disse:

-Fique agressivo,meu Dragão!

Aegon mal pensou. Colocou a mão na cintura de Visenys que estava em cima dele,virou-a e fez a mesma ficar deitada. Tirou sua camisa e abocanhou aqueles peitos gostosos.

Ele começou a chupar o bico e lamber tranquilamente. Segurou os dois peitos com as duas mãos,e colocou o pau entre eles. Em um movimento vai-e-vem,começou a forçar o pau nos peitos dela mais rápido.

Rhaenys mordia sua orelhinha logo atrás. O tesão era tanto que Aegon acabou gozando na boca de Visenys,que estava com os peitos doidos. "É uma dor boa."pensou.

Elas subiram nele e abocanharam seu pau. Alternando as chupadas e babando em sua cabecinha.

Visenys foi mais ousada e subiu no pau do marido,enfiando seu enorme pau em sua bucetinha. No momento em que sentou,deu um gemido forte e alto. Rhaenys deu uma risada e disse:

-Safadinha!

Rhaenys começou a chupar o peito esquerdo de Visenys,enquanto ela pulava em cima do pau de Aegon. Visenys colocou o dedo indicador direito de Aegon na boca,e cavalgou em seu pau loucamente.

De repente,Aegon disse:

-Quero ver as duas se amando! - Disse isso lambendo os lábios.

Na cama, Rhaenys deitou com as pernas abertas,e no meio delas estava Visenys com sua língua na buceta dela. Rhaenys segurou seu cabelo e a fez chupar ainda mais fundo.

Aegon observava aquela deliciosa cena,e foi para trás de Visenys. O cúzinho dela era apertado. Ele abriu a bunda dela com as mãos,e enfiou a língua naquele cuzinho maravilhoso. Visenys nem sabia se continuava chupando a buceta da irmã ou se gozava com a língua do rei em seu cuzinho.

Aegon juntou saliva e deu um cuspi no cuzinho apertadinho de Visenys,fazendo ela abrir mais as pernas. Então ele se ajoelhou,e colocou a cabeça do pau na entrada do cuzinho de Visenys. Ela começou a rebolar a bundinha.

Neste momento,Rhaenys gozou na boca da irmã,e Aegon enfiou todo o pau no cú de Visenys. Ela gemou e disse:

-Não tenha pena de mim,meu Dragão!
- Ao dizer isso,sua cara já estava fechada de tanta dor.

Ele começou a penetra-la em um vai-e-vem gostoso. Rhaenys foi para baixo do corpo da irmã e começou a chupar sua buceta. Visenys aproveitou a posição dela e começou a chupar Rhaenys também.

O clima era gostoso. Aegon enfiando e desenfiando o pau no cuzinho de Visenys. Visenys sendo chupada na buceta pela irmã. E Rhaenys- graças a sua posição- sendo chupada por Visenys. Aquilo virara uma suruba.

Aegon estava sentindo um tesão imenso,e de repente disse:

-Rhaenys,eu quero enfiar meu pau em você! Você está sendo muito educada hoje!

Rhaenys lambeu os dedos e saiu de baixo da irmã. Visenys deitou na cama com a bunda vermelha,e o cuzinho arrombado. Aegon sentou com o pau nas mão de Rhaenys,e começou um boquete.

Visenys se aproveitou da situação e começou a lamber o cú da irmã. Mas,antes que pudesse faze-la gozar,Aegon chamou:

-Visenys,venha. Quero lamber essa bucetinha.

Visenys foi até Aegon que estava sendo chupado pela irmã e deu sua buceta para que o rei lambesse. Depois de 20 minutos,Rhaenys virou e disse: - Quero seu pau em mim!

Aegon não disse nada. Só parou de lamber Visenys e foi até a irmã. Sem muita demora enfiou o pau na buceta quente e molhada de Rhaenys.

Rhaenys se inclinou para trás,e fez Aegon ficar deitado enquanto cavalgava loucamente em cima dele. O rei esticou o braço e colocou a mão em seu peito direito. E usou a mão esquerda para enfiar o dedo no cúzinho de Visenys. Em uma tentativa de dar prazer para ambas.

Começou uma dança louca de amor no pau de Aegon: Rhaenys rebolava devagar e com carinho.

Aegon anunciou que ia gozar. Imediatamente, Rhaenys desceu de Aegon, e Visenys tirou o dedo do rei de sua buceta úmida.

Elas começaram a lamber o pau de Aegon. Cada uma com sua função. Visenys batia uma para ele,enquanto Rhaenys chupava a cabecinha grossa do pau. Quanto ele virou os olhos para cima de tanto tesão,as irmãs já sabiam que ele iria gozar,e quando aquele líquido quente saiu de seu pau e começou a deslizar nele,elas começaram a brigar por seu leitinho.

A porra escorria pelo pau do rei,e elas lambiam loucamente. Depois de darem uma dupla chupada em seu pau e bolas,o rei adormeceu.

As irmãs gozaram longa e gostosamente. E cairam exaustas sobre o rei.

E ficaram ali... Os três pelados na cama... Exaustos...Rhaenys deitada no peito direito de Aegon,e Visenys no esquerdo. Elas deram uma última olhada para o rei e adormeceram com ele...




Se você gostou deste conto,avalie e comente sobre ele. Quero evoluir cada vez mais,então me deem sugestões de melhoria. Até o próximo conto...



Aegon ganhou a batalha,mas não a guerra. E conseguiu uma grande comemoração...
Imagina quando ganhar a guerra...



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.