"Os mais excitantes contos eróticos"


O álbum do Sexo


autor: crisalli
publicado em: 13/09/16
categoria: hetero
leituras: 2601
ver notas
Fonte: maior > menor


Este texto estava há um bom tempo aguardando minha revisão e agora lido e relido, vou apresentar a vocês a continuação, de um dos contos mais comentados nos e-mails que recebo dos meus queridos leitores.
Quem lê meus contos sabe da história de um álbum erótico que fiz junto com Léo, totalmente produzido pela minha amiga fotografa Rosana.
Para quem não leu, Rosana fotografou, eu e Leo nas mais diversas poses sexuais, e destas fotos, fiz um book caprichado que presenteei meu marido. Álbum este que foi o motivo para um ‘remake’, desta vez não planejado por mim.
Tempos atrás conversava com meu marido via Skype, quando ele me lembra do ‘álbum’ que lhe presenteei. Inclusive, ele estava com o mesmo em mãos e até me mostrava pela cam as fotos que mais gostava, e o quanto de deliciava vê-las enquanto se masturbava.
Já na madrugada e morrendo de sono, me despedi dele, mas antes de desconectar, ele me pergunta, sem mais, nem menos, o telefone de Rosana.
Intrigada, pergunto qual o motivo dele querer o telefone e até brinco com ele, dizendo se ele vai fazer um ensaio erótico com alguém.
Ele ri e diz que só eu cometo estas ‘loucuras’. Procuro o telefone no meu celular e passo a ele. Não tocamos mais no assunto, inclusive passaram-se semanas que até esqueci de tal fato.
Mas em um determinado final de semana, sou surpreendida com a com a chegada do meu marido em plena sexta-feira a tarde. Ele adentrou no meu escritório, trouxe flores e um presente. Me deu um beijo e disse que não avisou, pois queria me fazer uma surpresa.
Fiquei super feliz com a surpresa, abro o presente, e sou presenteada com um baby doll lindo, preto, cheio de transparência e bem curtinho.
Hoje a noite promete, pensei comigo.
Meu marido de despede, diz que não quer atrapalhar meu trabalho e vai para nossa casa.
Quando chego em casa, meu marido me aguarda sentado no sofá da sala. Me abaixo e lhe dou um beijo na boca ao mesmo tempo que começo a acariciar seu pênis por debaixo da calça. Seu pau estava ereto, abri a braguilha da calça, e comecei a lhe chupar. Ofegante, ele desabotoa a calça e abaixa ela toda, tira a camisa, ficando nu.
Ele me agarra e me coloca de quatro no sofá. Levanta minha saia e dá 2 tapas na minha bunda. Abaixa um pouquinho minha calcinha e me penetra. Ele começa a dar ‘bombadas’ firmes, enquanto me segura pelos cabelos e os puxa para trás.
Estava sendo delicioso, mas ele de repente interrompe as estocadas, e me fala no ouvido para eu subir, tomar um banho e colocar o baby doll.
Subo pelas escadas, tomo um banho e me visto com o baby doll, que era mais curto que eu esperava e que deixava minha coxas e seios quase a mostra.
Chamo meu marido e me preparo para continuarmos o nosso ‘amasso’, mas ele entra no quarto e traz consigo um roupão de seda. Ele coloca o roupão sobre mim e me veste e me leva de volta a sala, depois abre a porta que dá acesso a garagem e pede para que eu entre no carro.
Aonde a gente vai amor? perguntei.
Pode confiar, você vai amar.. e eu também, disse ele.
Como eu confio totalmente nele, entrei no carro e saímos. No caminho, ele não falava nada, apenas dava sorridos maliciosos para meu lado.
Então paramos na frente do estúdio fotográfico de Rosana. Soltei uma risada e perguntei se era por isso que ele queria o telefone dela. Se a surpresa era ele fazer um álbum erótico comigo.
Ele não respondeu, desceu do carro e me levou até a porta do estúdio que já estava fechado para o público em geral. Ele aperta o interfone e a porta se abre.
Entramos e Rosana me espera no balcão. Nos cumprimentamos, conversamos um pouco, e ela diz.
Vamos começar o nosso ensaio picante?, disse rindo.
Sorri e disse que meu marido que decidia. Ele diz:
Rosana, pode ir e preparando tudo. Vou preparar a Cris para a nossa sessão.
Rosana se dirige para outra sala. Meu marido, chega junto a mim, me dá um beijo e pergunta:
Você confia em mim, não é?
Totalmente amor, faço tudo o que você quiser hoje. Respondo.
Ele retira uma tira de seda do bolso e coloca sobre meus olhos, me deixando totalmente vendada.
Ele abre meu roupão e o tira, me deixando somente com o baby doll e me conduz até a outra sala. Como não enxergava nada, ele me leva segurando minha mão.
Ele me pede para sentar e sinto que é uma cadeira de madeira simples.
Faz uma poses sensuais na cadeira, pede ele.
Faço algumas poses e escuto os clics da câmera fotográfica de Rosana sendo acionados.
Ele me levanta da cadeira e me leva até o outro lado da sala, onde quando piso sinto um chão macio. Me parecia ser um tapete bem felpudo. Ele me deita e pede mais poses.
Ouço mais clics da câmera de Rosana, enquanto poso mesmo sem enxergar nada; Fico até de quatro para deixar as fotos mais ‘picantes’.
Aquila situação me deixava excitada e apenas aguardava meu marido se juntar a mim.
Sinto seus braços me levantando, me deixando de joelhos. Ele se posta diante de mim e esfrega meu rosto contra sua virilha. Com o rosto, sinto seu pênis latejando por dentro da calça. Mais alguns clics são ouvidos.
Ele se afasta… logo após, sinto mãos segurando meus cabelos, fazendo um ‘rabo de cavalo’ para manter meu rosto fixo.
Sinto um membro molhado tocar meus lábios. Dou um sorriso e me preparo para a ‘felação’. Mas, ao tocar o membro com minha boca, sinto a grossura dele. Me afasto, mas sendo segura pelos cabelos, o pau é introduzido parcialmente na minha boca. Assutada, me desvencilho e caio sentada no tapete e imediatamente tiro a venda.
Diante de mim, estava um jovem, por volta dos seus 25 anos, moreno, completamente nú, com uma ‘vara’ descomunal.
Ele sorri, enquanto meu marido e Rosana riem.
Seus FDP, como vocês e preparam uma dessas?, xinguei os dois.
Rosana e meu marido riem e confessam.
Calma amor, a Rosana não tem culpa, eu já tinha combinado com ela. Esse rapaz é o Júnior, ele é seu modelo para hoje, disse meu marido.
Rosana me traz um pouco de água, Júnior se desculpa pelo susto e depois das explicações, rimos muita da situação.
Mas, vamos terminar as fotos ou não? perguntou Rosana.
Só se meu amor desejar e quiser… retrucou meu marido.
Olhei para o ‘cacete semi ereto’ de Júnior e aquile visão me deixava louquinha de tesão.
Só se for agora… retruquei.
Volto para o tapete, me ajoelho e Júnior se coloca diante de mim. Com as mãos, o masturbo por alguns instantes e quando me dou conta, seu ‘membro’ esta ereto novamente.
Começo então a chupar a ‘cabeça’ vermelha daquele pau enorme. Vou engolindo aos poucos até colocá-lo até a metade na minha boca.
Rosana fotografava cada momento.
Meu marido, então, fica ao lado de Júnior, coloca seu pênis para fora da calça e pede para eu chupar os dois. Segurando um pênis em cada mão, vou me revezando entre os dois, lambuzando ambos com minha saliva.
Junior então se senta na cadeira e meu marido pede para eu sente no seu colo.
Tiro meu baby doll, a calcinha e fico nua. Fico de costas para Júnior, seguro seu ‘mastro’, e introduzo na minha vagina e sinto ele entrando todo quando se sento no seu colo. Colo as mãos no joelho e começo a ‘rebolar’ sobre sua ‘rola’. Eu gemia, sentindo aquela rola dentro de mim. Rosana se coloca diante de mim, e capta aquela momento de puro tesão.
Meu marido, agora nú, novamente se coloca diante de mim e introduz seu pênis na minha boca. Rosana fica ao nosso lado, me fotografando sentada na verga do Júnior, ao mesmo tempo que sugava meu marido.
Meu marido então pede para que Júnior, deite-se no tapete.
Cavalga nele, vadia… pede
Sento sobre a pica de Júnior e começo a cavalga-lo. A posição me excita ainda mais, a ponto de gozar determinado momento. Enquanto cavalgada, Júnior sugava meus seios.
Nesse momento, sinto meu marido, empurrando meu corpo contra o de Júnior, que me segura. Meu marido deita-se sobre mim e enterra seu pênis no meu cuzinho.
Soltei um grito de dor e tesão. Ele ‘estocava’ dentro de mim como a muito não via. Percebi que ele estava louco de tesão com a situação. Seu pau entrada rasgando meu cuzinho.
Revirava os olhos de dor e tesão e gemia como uma louca. Rosana teve que se deitar ao nosso lado para ‘eternizar’ a cena com sua câmera.
Sinto o jorro quente do meu marido dentro do meu cuzinho. Ele geme e contrai o corpo, sentindo o orgasmo descomunal.
Ele se levanta e se senta na cadeira. E fala:
Vai Júnior, termina o serviço.
Junior se levanta, me leva até uma parede e pede para eu apoiar as suas mãos nela. Puxa meu quadril para trás e me encoxa. Seu cacete se esfrega pela minha bundinha.
Com as mãos, ele segura seu pênis e mira no meu cuzinho. Embora ele estivesse ‘laceado’ pelo pênis do meu marido, o de Júnior ele muito maior.
Foca o rosto dela Rosana… pediu meu marido.
Rosana, então, fica ao meu lado, focando a lente no meu rosto.
A cabeça vermelha de Júnior começa então a forçar a entrada. Sinto minhas entranhas se alargarem aos poucos. Cerro os olhos e solto um urro de prazer misturado com dor.
Seu pau é enterrado aos poucos, enquanto me contorcia e gemia.
Junior então começa a estocar vagarosamente em mim. Encosto meu rosto na parede, e gemo de tesão, com aquele cacete me abrindo toda.
Manda ver Júnior, igual a gente combinou. Ordena meu marido
Júnior então, dá uma estocada tão forte que me faz ver estrelas. Solto um berro de dor. Aquilo pareceu excitá-lo ainda mais, e as bombadas fortes começaram. Meu gemido se transformaram em urros de tesão. Júnior apertava forte meus seios, enquanto enterrava com força seu pau dentro de mim.
Seu cacete entrava e saia de mim com uma velocidade louca, que me faziam gozar de tesão.
Júnior então me puxa pelo cabelos e me ajoelha diante dele e jorra litro do seu liquido quente no meu rosto.
Tive que ficar parada com o rosto todo lambuzado, quanto Rosana fotografava o ‘gran finale’.
Tive que tomar banho no estúdio de Rosana, mas enquanto estava lá, Júnior apareceu e tomamos um banho juntos, e tive que chamar Rosana para bater mais alguns clics daquele banho.
Meu marido conferiu as fotos, nem preciso dizer que ele amou, mas desta vez, resolveu levar as fotos digitais em um pendrive para casa.
Me despedi de Rosana, e quanto a Júnior, eu tive que levá-lo para casa, afinal, queria aproveitar meu ‘modelo’ o restante do final de semana.
Comentem queridos;



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.