"Os mais excitantes contos eróticos"


A vizinha


autor: Igorbrunin
publicado em: 26/09/16
categoria: hetero
leituras: 3156
ver notas
Fonte: maior > menor


Olá, pessoal! Sou novo por aqui. Meu nome é Igor, tenho 23 anos e moro na cidade de Aracaju/SE. Acompanho este site há algum tempo, mas nunca postei. Bem, este relato aconteceu há um ano atrás. Eu moro com meu pai em um condomínio fechado aqui na zona sul da cidade. Sempre gostei de esportes. Pratico natação desde os meus 14 e musculação desde os 18. Quando meus pais se separaram eu tinha 17, minha mãe devido à oportunidade de emprego em sua carreira foi para o interior do Rio Grande do Sul e acabei ficando com meu pai por ter passado no vestibular aqui.

Sou branco, 1,83 m, sem pelos no corpo, só nas pernas. Tenho barba ralinha, olhos e cabelos castanhos e um corpo forte e malhado devido aos exercícios. Tenho uma tara por buceta, sei o que é isso não! kkk Eu gosto de lamber e comer xoxota inchadinha. É uma delícia! Particularmente, não sei o que os caras veem em cu, acho buceta perfeita kkk.

Bem, sabe como é né, geralmente os filhos detestam quando os pais se separam, comigo não foi diferente. Fiquei triste com tudo isso e meu pai sabia. Logo quando mamãe foi embora, ele fez viagens comigo para me animar e tal, tudo bem.

Eu diria que só me animei mesmo quando engatei namoro com uma gata lá da minha sala do curso da universidade, já no fim do primeiro período. Marcela o nome dela. Durante as férias nós passeávamos e ela vinha aqui pra minha casa para nós ficarmos à vontade e dar umas bombadas na buça dela kkk. Ela sempre deixava uma de suas calcinhas para eu cheirar aqui quando sentisse falta. Às vezes dava minhas escorregadas e acabamos terminando mais ou menos um ano antes da época do relato, ou seja, há dois anos atrás.

Estou detalhando tudo isso para que vocês possam entender como sou e o contexto anterior ao ínicio do relato. Bem, um seis meses depois de terminar com a Ma, comecei a ter um rolo com Fernanda, uma guria gostosa pra caralho que era caloura do ano. Na festa da calourada na piscina ela foi com uma dessas blusas que mostra a barriga e o short dentro do cu. Agora pense quando ela entrou na piscina. Biquininho fio dental, cinturinha fina e peitos gostosos. Meu pau bombou na hora kkk Fui logo demonstrar minha fraternidade a ela kkk Os caras já tavam de olho, tinha de tomar iniciativa.

Para não me prolongar demais. Começamos a namorar depois de uns 3 meses e assim foi seguindo o ano. Trabalhos, viagens, conferências. Bem, em dezembro acabaram as aulas e estava preparando TCC. Estava no meu quarto. Ele é no primeiro andar da casa junto com o do meu pai e o de visitas. Tem uma cama de casal, guarda-roupa, meu birô com o meu notebook ao lado da janela. Foi em um desses dias fazendo TCC que eu vi aquela galega. Estavam fazendo a mudança ela e um homem que depois eu saberia que é seu marido. A casa em frente à minha.

Até aí tudo bem. Continuei meu trabalho e esperei papai chegar do trabalho para irmos almoçar em algum restaurante. Lá falei sobre o pessoal que havia chegado:

-Eu vi. Logo quando cheguei em casa eles estavam saindo de carro. A mulher é bonita.
-Papai, o senhor não perde tempo, mas pelo que vi de corpo é mesmo kkk Paula como está?
(Ele já estava namorando há uns 2 meses)
-Tá bem, perguntou por você. Eu disse que está bem e fazendo trabalho direto. E Nanda? Tá bem?
-Ótima! Hoje vou levá-la para o cinema e depois já sabe, né?
-Sim kk Certo. Vamos embora?

Passei o resto do dia trabalhando no TCC e papai já em casa, pois ele trabalha apenas pela manhã. Umas 17:00 comecei a me arrumar, tomar banho pra ir cheiroso porque ia ter kkk. Fiquei pronto e chamei por ele para perguntar se ele poderia me emprestar seu carro e nada de ele responder, saí de casa e vi o carro na garagem. Eu me perguntei aonde ele teria ido. Liguei para ele, foi quando disse que estava conversando com os novos vizinhos e me chamou para ir lá os cumprimentar.

Tudo bem, passei a rua e fui em direção à casa deles. Toquei a campainha e ela atendeu. Ela estava de regatinha cavada e saia, tinha um sorriso muito bonito, corpo gostoso com cinturinha fininha. Fiquei meio encabulado porque o burro aqui logo quando ela abriu olhou pros peitos dela:

-Você é o filho de Marcos, não é?
-Sim! Igor, prazer!
-Prazer, Igor! Sou Renata!
-Prazer!

Entrei em sua casa, ela foi na frente e dei uma olhadela no corpo, sabe como macho é né. Só uma espiadinha kkk Gostosa toda. Chega subiu um fogo no meu cacete:

M: -Oi, filho. Já vi que conheceu Renata. Esse aqui é Pedro
P: -Tudo bem, rapaz?
Eu: -Ótimo! E o senhor?
P: -Bem, também! Mas não me chame de senhor, só tenho quarentinha, cara!
Eu: -kkk tudo bem!
R: -Rapazes, vou lá pra cima arrumar o resto das coisas e ver se os garotos estão dormindo.
Prazer em conhecê-los!
Eu e papai: -Igualmente!

Porra! Ela era novinha e já tinha garotoS? Eu a acompanhei com os olhos até que sumisse da vista e fiquei lá com os dois conversando amenidades. sobre o condomínio. Pedro disse que era divorciado e tal, que um dos seus filhos do outro casamento morava com eles, que tinha uma filha de três anos com Renata e que ela queria ter outro antes dos trinta. Meu pai chamou o coroa pra jogar uma pelada que sempre tem dia de terça e quinta no condomínio. Continuei lá e Nanda me ligou:

-Cadê você? Estou esperando tem uns 10 minutos
-Oh amor! Tô saindo, estava conversando com os novos vizinhos
-Certo, só não me deixe esperar muito, o filme começa às 18:30 e depois quero te dar uma coisa...
-Eita! Tô indo já, pere aí kkk

Pedi licença a eles e cumprimentei mais uma vez Pedro, saí em disparada kkk. Vimos o filme e fomos pra casa dela:

-Tava com saudade dele?
-Você é safado de mais, Igor! Mas você sabe que sim, pra que pergunta?
-Nada não, amor. Chupe mais, tá gostoso.
-Assim? Gosta quando eu boto a cabecinha pra fora?
-Isso! Lamba a boquinha dele, delícia!
-Ele tá babando
-Vem cá, vem! Vou tirar sua calcinha. Quero chupar seu grelinho

A calcinha dela já estava toda meladinha. Chupei a buceta depiladinha dela com gosto. Fizemos um 69 e ela já estava pedindo pirocada:

-Mete esse pauzão rosado na minha buceta, Igor!!
-Você quer né? Tome!

Meti sem camisinha mesmo de tanto tesão que tava. Foi tudo de uma vez só que chega ela gritou. Bombei forte na buceta dela que pedia para eu diminuir, mas estava fora de mim. Eu a botei nos braços e meti forte. Ela soltou aquele líquido branco que sai da buceta e pediu arrego:

-Que braços fortes! Tá pegando pesado na academia amor. Quer me estraçalhar? Calma, vem cá pra eu chupar um pouquinho esse cacete.
-Toma! Tá gostoso?
-Tá com gostinho de buceta. Quer provar?
-Venha!

Ela me deu um beijo na boca bem gostoso com gosto da buça dela. Voltei as estocadas de novo e ficamos por um tempo com ela em cima e eu deitado. Começou a falar sacanagens no meu ouvido e quando ameacei gozar, tirei logo:

-Vou gozar, pere
-Não, continue
-Tá doida! Quero ser pai ainda não, guria kkk
-Come mais, volte aqui vá
-Vem cá pra eu gozar
-Chato!
-Eu?! kk Vem logo guria, chupe aqui!

Ela não se fez de rogada e chupou, gozei na cara dela, pois na boca ela não gostava. Fomos tomar banho e continuamos lá na cama. Dormi na casa dela, dava umas dedadas na bucetinha dela porque ela sempre dormia sem calcinha e uma linguadas na buceta. Acordamos e fui para a cozinha de moletom sem camisa. Chego lá o pai e a mãe dela estavam. Mancada kkkk Seu Fernando me olhou com fogo nos olhos. Fernanda só riu kkk:

Eu:-Bom dia!
Todos:-Bom dia!
Fernando: -Poderia vestir uma camisa?
Eu: -Sim, senhor. Desculpe-me, pensei que estávamos sós.
Fernando: -Certo, certo. Vá lá!

Velho chato! kk Eu também sou ousado, kkk O cara na casa dos outros sai só de moletom sem camisa. Sempre fui assim, à vontade. Vesti uma regata daquelas mamãe tô fortinho com o peitoral bem em foco e desci, ia matar o velho kkk. Chego lá ele torceu o nariz kkkk Tomei o café lá e me despedi de Nanda, dizendo que ligaria mais tarde para sairmos. Vim embora pra casa para ir à academia e depois continuar o TCC:

-Vai pra lá, velho kkk Ando como quiser. (tirando a camisa no carro e baixando bem a calça pra dar evidência aos oblíquos)

Chego em casa e eis que na minha porta estava Renata com uma legging dessas de academia. Fui sem camisa mesmo porque ia só tomar meus suplementos e ir malhar:

-Oi, Igor. Seu pai saiu?
-Sim. Ele sai cedinho para o trabalho. O que deseja?
-Não, é que ele disse a Pedro que tem o contato de um rapaz para instalar o ar condicionado
-Deixe-me ligar para ele. Gostaria de entrar?.................


Bom, pessoal. Primeiro capítulo aqui. Espero que gostem e postarei outro ainda hoje. Bom dia!




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.