"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Meu vizinho me fudeu


autor: atitiaPutinha
publicado em: 28/09/16
categoria: traição
leituras: 5918
ver notas
Fonte: maior > menor


Olá. Vou contar da vez que meu vizinho me comeu. Um certo dia eu e meu namorado estavamos na casa da minha mãe. Depois de um tempo ela saiu e nós ficamos a sós. Então nós resolvermos transar. Ele disse:- Sua mãe saiu... Hehe... Oque quer fazer? E eu respondi:-Parece que você não me conhece, né?! Quero sexo! Daí ele disse:- Isso, safada! assim que eu gosto! Chupei ele um poipouquinho e depois fiquei de quatro. Ele se deliciou na minha xotinha molhada. Depois primeiro fizemos anal, depois meteu na minha xana até ele gozar. Depois que gozou ele foi dormir. E eu, fiquei lá.. Pensando:- O sexo com ele é bom, mas ta sendo sempre a mesma coisa.. Quero experimentar coisas novas. Daí eu estava indo pro banheiro pegar meu vibrador pra meter na minha xota, quando olhei pela janela e vi meu vizinho. Nossaaa! Que cara gostoso! Tava sem camisa, era musculoso e tinha um enooorme pau. E como ele era solteiro, eu resolvi provocar, Eu queria, nem que só por uma vez, ser fodida por outro cara. Ele estava podando as flores. E como o meu corninho estava dormindo e tem o sono pesado resolvi ir fazer jardinagem também. Coloquei uma jardineira sem calcinha, sutiã... Nada. Só com a jardineira enfiada na xota e no rabo. Então disse a ele: -Oi, vizinho!(de olho naquele corpo, e principalmente no volume do pau) Ele respondeu:-Oi... (e não conseguia diafarçar os olhares pra minha xota e meus peitos) então eu disse:- Duda(O nome dele), eu percebi que você é bom em podar flores... Pode vir me ajudar aqui, por favor? Ele disse:-Claro, Atiha. Ele estava do meu lado me ajudando a podar. Aí eu disse:-Fica aqui atrás de mim pra me ajudar melhor..Pode ser?
Ele:-Sim... Ele Segurou minhas mãos por trás e eu sentia aquele pau duro na minha bunda. Eu deixava a tesoura cair toda hora, só pra me abaixar. Eu sentia que ele queria me fuder! Mas ele não tinha coragem. Então eu tomei a atitude. Peguei suas mãos e passe nos peitos e fui descendo até a xaninha...Então ele pegou e tirou minha roupa e o pau pra fora e disse:- Nossa, Atiha! Que xotinha! você é uma safada, sua carrocha! Eu adoravaaa(e ainda adoro) Ser chingada na hora do sexo) Então eu disse:-Eu sou uma putinha ou nao sou?! Ele disse:-Sim! Uma puta! Vadia! Eu abri minhas pernas e começei a enfiar o cabo da tesoura na xota, enfiava o máximo que dava. Depois mandei ele deitar na grama e ficar de pau pra cima, e o resto ficava comigo. E sentei naquela enoorme rola e rebolei gostoso! Ele dizia:- isso vagabunda! rebola vagaba... Puta sadada. Aí eu rebolava mais... e mais... Então ele gozou na minha xotinha e depois meu corninho quase nos pegou... Depois dessa traição, trai ele diversas outras vezes..



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.