"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Minha primeira vez dando o rabo


autor: Paulistinha
publicado em: 06/10/16
categoria: gays
leituras: 10917
ver notas
Fonte: maior > menor


Sou uma cara maduro tenho já meus 48 anos divorciado, tenho um filho e sempre sai com mulheres. Nunca me imaginei numa situação dessa, e o pior é que gostei. Tudo começou numa festa de fim de semana na casa de um amigão meu. Amigo de farra mesmo. Daqueles que topam tudo. Mulheres e cerveja. Quando acabou a festa na casa dele e o pessoal foi embora, eu sempre poso na casa dele e quando a festa é na minha ele posa lá. Normal. Mas naquele dia foi diferente, estávamos guardando as coisas e limpando tudo antes de ir deitar, e achamos um DVD e putaria e resolvemos colocar pra ver. Era de bissexualidade. E entramos no assunto e resolvemos assistir. De repente ele começou a dizer algumas coisas tipo, já imaginou se fosse você lá? E eu todo seguro, retrucando. Mas uma certa hora percebi que ele estava com o pau duro e o short com o circo armado. E eu vendo aquilo também fiquei com a barraca armada. Resolvi ir ao banheiro pra ver se aquilo dava uma esfriada. Quando voltei passei na cozinha e trouxe uma lata de cerveja pra mim e outra pra ele. Como eu estava meio bêbado tropecei no tapete e dei uma molhada nele de cerveja e e mim também. Fomos obrigados a tirar a roupa molhada e pior enxugar o tapete. Mas aquilo não prestou. Nós dois só de cuecas bêbados limpando o chão de quatro! Foi a hora que ele me disse que eu estava lindo de quatro e passou a mão na minha bunda. Retruquei na hora pra mostrar que eu não tava gostando da brincadeira, mas, na verdade me arrepiei todo e gostei. Foi quando ele pulou em cima de mim por trás me segurou e começou a roçar seu queixo no meu pescoço e eu por uns segundos lutei em escapar mas depois cedi. Sem brincadeira nunca deixei meu pau babando tanto de tesão com aquela encoxada e sentindo o danado dele roçando minha bunda. Fiquei paralisado e num piscar de olhos ele se livrou da cueca e abaixou a minha. comecei a sentir aquele pau duro latejando na porta do meu rabo. Eu ficava me perguntando se aquilo era eu mesmo. até que ele me virou de frente pra ele empurrou no chão e começou a me chupar, ai fiquei mais tranquilo pois, essa senção já conhecia. Mas o danado também tava gostando da brincadeira porque, quando ele começou a lamber meu rabo eu gritava de tesão e fui ao delírio. Ai eu queria era chupar ele e engolir aquele mastro. Fomos para um 69 e antes dele gozar eu fiquei de quatro e pedi para ele colocar aquele pau em mim. Nem tava acreditando naquilo, mas meu corpo pedia. Ele rapidamente juntou no meu quadril e começou a colocar devagar e logo foi bombando mais e mais forte que eu sentia seu saco na minha bunda. Eu nunca gozei tanto como nesse dia, e pior que sem encostar a mão no meu pau. Isso que fiquei mais impressionado. Ai desfaleci com as pernas banbas no tapete e percebi que ele aida não havia gozado, então fui mamar aquela rola dura e sentia ele latejando dentro da minha boca quando ele gozou forte. Rapidinho ele veio e me beijou para aproveitar aquela porra quente. Saímos mais umas 6 vezes.....mas essa já é outra história.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.