"Os mais excitantes contos eróticos"


amigo bêbado


autor: aliceruiva
publicado em: 17/10/16
categoria: hetero
leituras: 6888
ver notas
Fonte: maior > menor


Oi! Sou Alice, tenho 24 anos, sou ruiva, magra, seios médios e uma bunda bem empinada. Eu estava numa viagem com meus amigos (7 amigos e 5 amigas) numa fazenda no interior do Rio de Janeiro. Que lugar maravilhoso, praias incríveis, peguei um sol que me deixou rosada em varias partes do corpo.

Um dia a gente fez festa o dia inteiro, fomos pra praia, bebemos, fizeram um luau na praia, fiquei com um cara muito lindo que conheci na festa, ele me beijava muito bem passava a mão no meu corpo todo, ele até me chupou no banheiro mas não gozei porque meus amigos chegaram lá no lugar onde a gente tava.

Quando chegava perto das 22:00 um dos meus amigos, o Rafael, tinha bebido demais, mau conseguia andar. Tive que levá-lo de volta pra fazenda porque eu era única sóbria que dirigia, deixei a galera lá no luau e fui levar o bêbado do Rafael, no trajeto de volta ele veio falando um monte de besteira, achei até que ia se jogar do carro. Entramos na fazenda que tava vazia porque todos estavam na festa, puxei ele para fora do carro e fui levando ele para um quarto, tava quase arrastando o garoto. Joguei ele na cama e tirei os sapatos dele, a essa altura ele já tinha desmaiado. Deixei ele no quarto e fui pra cozinha procurar alguma coisa pra comer, tava com raiva porque queria ficar até amanhecer na praia junto com todo mundo, mas fiquei cuidando de bêbado desmaiado. Enquanto tomava uma cerveja que achei na geladeira, me veio a mente ir brincar um pouco com Rafael, virei a cerveja e fui no quarto. Rafael continuava desmaiado, ele era branco, grande, meio musculoso, tinha um cabelo castanho liso e tava usando um short de algodão e uma camisa branca. Sentei do lado dele da cama e balancei ele pelo braço, mas ele não tinha reação nenhuma, botei a minha mão no pau dele por cima do short, tava mole mas senti que era grande e que ele tava sem cueca, comecei a mexer, esfregando minha mão devagar, sentindo o pau dele, senti que começou a endurecer. Levantei e fui no meu quarto peguei a minha venda de olhos (dessas que se usa para dormir), voltei pro quarto e vi que ele ainda tava com o pau um pouco duro, dai botei a venda na cabeça dele. Comecei a tirar o short dele mostrando aquele pau grande, terminei de tirar o short, e sentei do lado dele, peguei no pau dele e senti como tava quente e meio mole, comecei a masturba-lo, subindo e descendo a mão e senti ficar muito duro. Não resisti e comecei a chupa-lo, chupei as bolas, lambi os lados, chupei a cabeça e depois engoli o pau todo, deixei todinho dentro da minha boca, apertando com minha língua, tirei minha roupa toda e deitei em cima dele ficando numa posição 69, encostei minha bunda no rosto dele, encostei meus peitos na barriga e voltei a chupar. Senti os lábios dele encostando na minha buceta, comecei a rebolar minha bunda pra esfregar no rosto dele, e continuava a chupar, apertando as bolas e esfregando meu corpo no dele. depois de uns 10 minutos fazendo isso me levantei, queria ser penetrada, quando olhei pro rosto dele, tava molhado com líquidos da minha buceta, aquilo me deixo louca. Subi no colo dele, segurei o pau e fui posicionando na minha buceta, quando senti que entro, botei minhas duas mãos no peitoral dele e fui descendo devagar, nossa que delicia de sensação de ser penetrada por alguém que esta desmaiado, quando desci completamente e o pau dele tava todo dentro de mim comecei a rebolar, senti aquele pau girando dentro da minha buceta, rebolei muito e comecei a cavalgar. Deitei nele encostando meus peitos nos dele, beijei a boca dele molhada com líquidos da minha buceta, não resisti e peguei meu celular e tirei varias fotos e filmei também. Comecei a acelerar, comecei a esfregar meu clitóris com uma das mãos e gemi alto, fiquei com muito tesão. Comecei a gritar putaria, não tinha ninguém pra me ouvir, gritei "me fode seu safado, mete esse pau em mim, fode vai!!!" senti a jatos de porra dentro da minha buceta, ele tava gozando muito dentro de mim, não aguentei e baixei completamente deixando o pau dele entrar todo e gozei muito, gritando. Fiquei em cima dele um tempo pegando fôlego, então levantei e vi o pau dele com um pouco de esperma e ainda duro, comecei a chupar de novo, senti um gostinho salgado da porra e fui chupando, masturbei com a mão bem rápido e voltei a chupar massageando as bolas com uma das mãos. Ele gozou na minha boca depois de 5 minutos chupando, engoli tudinho.

Me levantei, botei minha roupa, botei a dele, tirei a venda e deixei ele lá. tomei um banho, lanchei e fui dormir. No dia seguinte acordei um pouco cedo e ele tava acordado na cozinha, eu olhei pra ele e ele me olhou com uma cara bem confusa, perguntou como tinha voltado pra fazenda e eu só fiz rir.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.