"Os mais excitantes contos eróticos"


*RELATOS DE UMA MULHER CASADA*


autor: mulherdequatro
publicado em: 14/11/16
categoria: hetero
leituras: 5700
ver notas
Fonte: maior > menor


Capitulo 1

ACADEMIA

Aos 24 anos de idade, já sou uma mulher casada há 3 anos, meu nome é Jade, e eu me casei feliz e apaixonada com Ivan um homem dez anos mais velho que eu.

Éramos felizes até o primeiro ano de casados, sempre fui fiel e dedicada ao meu matrimonio, mas meu marido sempre viaja a trabalho, me deixando sempre sozinha e carente, quase não tínhamos tempos juntos.

Na tarde de segunda feira fui a academia, estava tensa precisando relaxar, vesti meu macacão preto e decotado bem justo, estava afim de chamar a atenção, queria que todos os homens me olhassem, me desejassem e assim foi, entrei na academia jogando meus cabelos compridos, sorrindo e com meus fones de ouvido cor de rosa.

Correndo na esteira, um homem me olhava entre os espelhos, nossos olhares se encontravam, e ele sempre sorria, eu estava adorando, parei logo minha corrida e fui fazer agachamento! Senti que alguém se aproximava, um homem com aparência bem jovem, 18 anos no máximo, como é bonito, me olhava, me comia com os olhos, e eu empinando meu bumbum grande e durinho, agachando com tesão!

Continuei minha séries de agachamentos sexy, e ele bem ali ao meu lado me observando, estava suado, com camiseta cavada branca com músculos e muita tatuagem, seus cabelos pretos e olhos claros, que boca! Quando decidi tomar uma agua, ele veio bem atrás de mim, me arrepiei.

- Oi gata – ele me disse, com um sorriso safado

- Oi – eu respondi com empolgação

- Como você se chama?

- Jade

- Lucas, prazer! Já faz tempo que você malha aqui né? Eu sempre te vejo e tal, te acho muito gata.

- Obrigada Lucas, você também é um gatinho

Lucas e eu conversamos muito, falamos sobre tudo, ele me disse que fez 18 anos na semana passada, e eu disse a ele que era uma mulher casada, Lucas não demonstrou nenhuma reação ao saber da minha situação civil, ótimo, aqui estou, dando papo pra um menininho, mais que menininho gostoso!

Acabamos o treino, e a conversa também, Lucas continuava me comendo com os olhares, e eu pensando em uma maneira de tentar controlar o tesão que estava sentindo, pensando no meu marido, na minha vida, que Lucas era só um menininho querendo me comer! AI COMO EU QUERIA, QUERIA FAZER TUDO COM ELE!

No vestiário resolvi tomar um banho gelado pra ver se aliviava esse calor que percorria sobre meu corpo, fui até o armário peguei minhas coisas, entrei no banheiro, liguei o chuveiro na agua fria, sozinha no banheiro da academia, minha mente só pensava naquele corpo, naquelas mãos me tocando, aquela boquinha gostosa, ai que delícia! Meus dedos já percorrem minha vagina, e eu deixo minha imaginação tomar conta, passo os dedos sobre meu clitóris fazendo movimentos circulares, não sou eu, é Lucas, ele me toca e me penetra ao mesmo tempo, minha mente vai alto e meu tesão só aumenta, no banheiro vazio me masturbo e solto gemidos abafados.

Mas espera, a porta fez um barulho, tem alguém entrando, é ele Lucas.

- Mais o que você tá fazendo aqui garoto? Não sabe ler? Vestiário feminino – eu disse tapando os meus seios com as mãos

Sem me dar tempo de responder, Lucas tira suas roupas me deixando sem reação, se aproxima me calando com sua boca! Hum que delícia, sonhos viram realidade, ele percorria suas mãos pelo meu corpo molhado, se ocupava da minha boca e eu sentia sua ereção entre minhas pernas, TESÃO!

Ali dentro da academia, no vestiário feminino, Lucas enfiava seus dedos na minha vagina depilada e molhadinha, me disse

- Você pensa que eu não escutei seus gemidos sua safada? Tava pensando em mim gostosa?

Não consigo ter uma reação, esse menininho é muito gostoso, me excita, me faz ter os pensamentos mais obscenos, me sinto depravada, dominada, possuída!

Ele rapidamente pegou nos meus cabelos molhados, e abaixou a minha cabeça em direção ao seu pau, e eu abocanhei aquela pica dura e grossa com vontade, chupei, chupei e chupei, Lucas fodia minha boca com seu pau gostoso! Ele sussurrava, gemia, chamava meu nome

- Isso Jade, chupa, mata tua vontade cachorra

Que tesão, a agua fria percorria meu corpo, e Lucas rapidamente me colocou de costas pra ele, me pressionou contra parede do banheiro, lambeu meu cuzinho, chupou a minha vagina, me arrancando gemidos – Que gostosa, que gosto maravilhoso, você não sabe quantas vezes eu te vi peladinha nesse banheiro, querendo te comer, todo dia – Lucas disse enquanto se levantava e sem proteção nenhuma, ele mete seu pau em mim, na minha buceta, de costas naquela parede fria, senti seu pau enorme me fodendo!

AAAAH QUE DELICIA, ME FODI, ME FODI, eu implorei a ele, precisava me sentir mulher, precisava de um homem como ele, apesar da pouca idade, Lucas me fodia maravilhosamente, AIIIIN QUE GOSTOSO, já sinto o orgasmo chegando, meu novinho sabe como satisfazer uma mulher.

Ele ia fundo, com vontade, com força, segurava meios seios, e metia em mim sem parar, até que um orgasmo explode, e grito AAAH AAAH MAIS, MAIS, COM FORÇA ISSO, ASSIM!

Meu novinho, rapidamente me colocou de frente pra ele, beijou minha boca calando meus gemidos, tocando meu clitóris, me fez gozar. Segurou as minhas pernas, me pegou no colo, meteu e meteu mais, e disse – agora é minha vez – ele disse penetrando seus olhos nos meus, meteu profundamente, me arrancou arrepios, gritos, SIM, SIM, SIM com muita força ele meteu, estocada, atrás de estocada, com força que tesão, já sinto minhas pernas tremerem, o pau delicioso de Lucas goza dentro de mim, ai que delícia.

Que loucura, fizemos tudo isso, no banheiro da academia, correndo o risco de alguém nos pegar, mas isso me excita. Lucas me deu banho, passou sabonete no meu corpo, me disse coisas depravadas, e eu adorei, cada palavra dele me fazia sentir a mulher mais gostosa do mundo!

Acabamos, nos vestimos, eu sai primeiro, e logo Lucas me seguiu, fomos pro motel e continuamos a brincadeira. Lucas e eu continuamos nos vendo por um ano, até que ele me pediu que terminasse meu casamento, mais disse não e nunca mais nos vemos.





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.