"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Novidades na republica. ( 1ª parte)


autor: mrpr2
publicado em: 14/11/16
categoria: gays
leituras: 2687
ver notas
Fonte: maior > menor


Novidades na republica. ( 1ª parte)
Me chamo Mateus tenho tenho 24 anos, tenho um corpo normal, branco cabelos e olhos castanhos, praticamente sem pelos e uns poucos em minha axila e pubianos que prefiro deixar bem aparados, tenho 1,76 de altura.
Sempre fui um cara serio e dedicado aos estudos desde mais novo, não era muito de me enturmar e por conta disso sempre tive pouquíssimos amigos e se por um lado isso me fez sempre ter boas notas e passar fácil para a faculdade por outro lado me tornou um garoto ainda mais retraído, com muitos medos no que se refere a sexualidade campo inexplorado por mim ate este momento e tudo mudou quando me mudei sozinho para a cidade onde estava localizado a universidade federal já que em minha cidade só existiam particulares.
Passei a dividir um apartamento com mais quatro rapazes desconhecidos sendo que o local tinham apenas dois quartos e eu iria dividir o quarto com um deles, para mim isso não era tão novo afinal em casa eu dividia o quarto com meu irmão a diferença era que agora eu dividiria o quarto e minhas intimidades com um total estranho.
No inicio era um pouco desconfortável, mas com o passar dos dias as coisas foram se tornando corriqueiras e a intimidade nos aproximando afinal éramos quatro homens na mesma faixa etária isto é 19 a 20 anos sem nenhum pai por perto ou seja antes de um mês era natural ter sempre alguém só de cueca vendo tv. A porta do banheiro não ser mais fechada na hora de mijar e algumas vezes entrar no banheiro com o outro tomando banho.
Eu sendo muito tímido me trocava de roupa no banheiro após meu banho já Alberto fez isso apenas nos primeiros dias sendo que já na segunda semana já se trocava de roupa em minha frente sem nenhuma cerimonia me deixando sempre vermelho pelo menos nos primeiros dias. Eu dormia de roupa uma camiseta mais larga, cueca e um short mais folgado enquanto que Alberto dormia apenas de cueca e não era raro acordar com ereção, mas ao contrario de mim Alberto fazia era piada da situação:
_ Porra acordei já de pau duro Mateus sabe o que quer dizer isso?
_ Vontade de mijar?
_ Não matuto é tezão mesmo, falta de um sexo bem gostoso kkkk
_ Sai fora Alberto essas conversas logo de manhã?
_ Porra Mateus às vezes acho que você é virgem sabia?
_ Isso não é da sua conta e quer saber eu vou mijar que ganho mais.
_ Mijar... sei... tu vai é bater uma bronha que eu sei.
_ Para com isso Alberto!
_ Ok eu paro, mas que tal uma mãozinha amiga aqui pro teu brother?
Peguei um travesseiro e joguei bem na cara de Alberto que claro ele na maior gargalhada jogou de volta, mas fui mais rápido saindo do quarto.
Dois meses depois eu já estava um pouco mais solto principalmente com Alberto mesmo assim algumas de suas brincadeiras me deixavam muito sem graça. Estávamos todos na sala era noite quando Alberto chegou:
_ Queridos cheguei!
_ E espero que com vontade de fazer janta porque estou faminto e hoje é sua vez!
Gritou Leonardo la do banheiro.
_ Pois então lava essa mão de pinto e vem comer, porque hoje é pizza!!!!!!
_ Para variar ne? Você vai falir se toda vez que for cozinhar trazer pizza.
Relaxa e come Leozinho, toma refri e ainda tenho uma surpresa!
_ O que? Vai me dizer que trouxe uma gata para dar uma animada aqui?
_ Quase!
_ La vem...
_ Relaxa Mateus.
_ Disse Milton.
_ Tan na nanammmmmm!!!!
Falou Alberto batendo na mesa como se estivesse batendo tambores.
_ Pornô!
_ Porra Alberto na fissura que eu to tu ainda me traz isso cara?
_ Qual é todo mundo aqui esta assim tirando o Milton que comeu a Pri e o Mateus que é virjão.
_ Quem disse que sou virgem?
_ Mas se ele for virgem esta pior que todo mundo.
Disse Leonardo vazendo todos menos eu claro cair na gargalhada.
_ Relaxa Mateuzinho que hoje mesmo que você seja virgem vai aprender umas coisinhas e de quebra dar uma relaxada kkkk
_ Eu to fora vou comer minha pizza e vou para meu quarto estudar.
_ Nem esta na época de prova o nerd senta ai, Alberto já bota essa porra ai no DVD que estou com fome e louco pra gozar.
_ Pera ai essa porra não é gay não ne o Alberto?
_ E se for? Qual o problema?
_ Eu sabia que esse carinha era uma tremenda bixona ai.
Falou zombando Milton
_ Alberto colocou o DVD e jogou a capa em Milton dizendo:
_ È hetero seu besta e eu sou bissexual sim por mim o importante é gozar ta ligado e se tiver algum problema com isso é so cair dentro!
_ Fica na sua ai meu, por mim quanto mais viado no mundo melhor que sobra mais buceta pro negão aqui traçar ta valendo?
Eu so no meu canto e quando o filme começou peguei meu pedaço e fui levantando, mas Alberto de um lado e Mateus do outro me fizeram sentar novamente empurrando meu ombro.
_ Senta ai rapaz vamos ver umas xoxotas ou tu não gosta?
Apenas fiquei calado e sentei novamente. Vocês podem me achar um matuto, virjão, mas confesso que aquela era a primeira vez que eu via um filme pornô e nunca tinha visto caralhos tão grandes como aqueles muito menos uma buceta na vida e logico que meu pau não conseguiu ficar quieto e logo estava estufando minha bermuda para cima motivo de piadas entre os caras que também não estavam menos exitados a diferença é que logo colocaram seus cacetes para fora cada um diferente do outro.
Leonardo totalmente depilado com seu cacete branquinho com um prepúcio que hora exibia hora escondia uma cabeça rosada cada vez mais brilhante por conta da baba que saia daquele cacete de tamanho provavelmente de uns 15 cm. Milton já exibia um cacete que por sua irformação 17 cm grosso e negro com a cabeça um tom rosado mais escuro, um sacão raspado mas com muitos pentelhos negros em sua região pubiana. Alberto exibia seu cacete duro sem prepúcio, branco e fino de uns 13 cm e como ate o momento o menor dentre os três foi zuado.
_kkkk que Isso Alberto essa minhoquinha ai nem cócegas faz.
_ Pois para sua informação anaconda minha minhoquinha aqui já fez muita mulher chorar de tezão e homem também ok
_ Hummmm poderoso!
_ Não vou dizer que o tamanho não é importante, mas ainda mais importante é saber fazer gostoso e isso tanto como ativo quanto passivo eu me garanto!
_ Uhuuuulllllll
Ouvacionou Leonardo.
_ È isso ai Albertinho!
_ Tu também curte essas coisas Leo?
_ Eu sou espada mano, mas o cara ta certo o importante é saber fazer gostoso. Já ouvi muita gatinha gemendo em meu cacetinho falando que eu era muito mais gostoso que muitos cavalos que so fizeram machucar e comi muitos cuzinhos de mulher é claro que nunca tiveram coragem de dar por conta de caras pirocudos.
_ Pois eu como cu e buceta de mulher sem machucar o negocio é muito lubrificante brioco a dentro, neguim quer meter a seco porra ai elas arregam mesmo.
_ E tu Mateus?
_ Eu o que?
_ Como o que o que acha?
_ Eu não acho nada!
A galera riu.
_ Deixem meu colega de quarto em paz galera, não ta vendo que o menino é tímido?
Disse Alberto alisando minha coxa.
_ De boa Mateus pode tirar seu pintinho pra fora, bate uma ai com a gente ou vai dizer que nem uma punheta você não sabe bater?

Continua...

Obs: Espero que gostem da forma como escolhi de contar esta historia. A 2ª parte ja esta pronta podera terminar nela ou ter continuação dependendo da receptividade e participação dos leitores. votem comentem e participem

Autor: Mrpr2




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.