"Os mais excitantes contos eróticos"


Sexo, drogas e ro… funk rs


autor: katyferreira
publicado em: 14/11/16
categoria: traição
leituras: 5972
ver notas
Fonte: maior > menor


Oi, meu nome é Katy, tenho 25 anos e sou casada.
Meu corpo é comum a muitas brasileiras, um pouquinho acima do peso, seios grandes e bumbum grande e cintura fina. Sou branquinha e como os homens adoram dizer bem rosadinha.


Apesar da minha adolescência eu ter vivido de forma tranquila e minha família tinha uma renda razoável pra época, minha infância foi um pouco complicada, conheci muita gente que se envolveu com drogas e até mesmo com prostituição, até meus 12 anos eu tinha muito próximo de mim esse universo mais “pobre” da sociedade, o tempo foi passando mas aquele glamour das drogas sempre rondou minha cabeça, até que com mais ou menos 15 anos eu fumei maconha pela primeira vez, era um universo totalmente diferente pra mim.


Hoje depois de muitos anos, me peguei prestes a experimentar droga novamente. Tenho um sobrinho de 17 anos que passou uns dias aqui em casa, depois de muitas conversas descontraídas ele me disse que gostava de fumar uma erva rs. Me ofereci um dia de ir comprar pra ele, pois conhecia alguns rapazes que iriam facilitar pra mim.


Era uma quinta a noite e meu marido tinha ido visitar um tio doente bem próximo daqui (em outra cidade), ficamos os dois em casa e resolvi comprar um pouquinho de maconha pra mim e meu sobrinho fumarmos, provavelmente passaríamos a noite sozinhos.


Liguei pra um desses meus amigos e fui até a porta da casa de um conhecido dele, que teria a maconha pra vender, chegando lá ele ficou me perguntando coisas do passado (a gente já havia ficado muito tempo atrás), eu disse que me arrependia de não ter ido pra cama com ele e com um outro amigo, que também fiquei pouco tempo depois. Por coincidência os dois estariam no mesmo lugar, uma festinha de amigos que me chamaram pra ir.


Após muito conversarmos eu resolvi ir, conversei com meu sobrinho e ele disse que também aceitaria, compramos o que fomos comprar e saímos de lá. Fui em casa, coloquei uma roupa mais leve e saímos novamente, em direção a casa desse rapaz, era um pouco longe e no caminho já fumamos bastante maconha rs


Chegando lá eu me deparei com muita bebida e em um quartinho algumas pessoas se pegando, foi então que vi esse meu amigo, o nome dele é Carlos mas todos o conhecem como Cacá, disse que não iria beber pra não me descontrolar, já tinha fumado uns dois cigarros do verdinho rs


Cacá ficou por alguns minutos me elogiando com palavras bonitinhas, até que certa hora eu já não estava me importando mais com respeito e comecei a elogiá-lo também. Meu sobrinho a essas horas eu nem sabia onde estava. Eu não havia bebido mas a vontade era grande.


Fui com meu amigo pro sofá, conversamos e acendemos mais um cigarro, enquanto o efeito subia a gente começou a se beijar, era maravilhoso sentir um beijo que fez história na minha adolescência. Ele começou a ficar mais safado, pegando em minhas coxas, e eu insistindo pra não fazer mais nada, eu não podia, sou casada.


Alguns minutos depois alguns rapazes nos ofereceram bebidas, como eu já tinha perdido o controle eu aceitei, bebi uns dois copos de vinho e fiquei alí na sala com Cacá. Ele estava me respeitando apesar de ser bem cafajeste rsrs


Ele me fez a proposta de irmos pro quarto, pra ficar a vontade, tinha camisinha e não faria nada que eu não quisesse, eu aceitei. A festa começou a ficar animada por volta de 22h, a música sertaneja tinha sido trocada pra funk e começaram a aparecer vários casais safados por alí.


Já no quarto Cacá acendeu mais um cigarro, eu então me joguei pra cima dele, tirei sua bermuda e comecei a mamar, a maconha me deu muita coragem e eu já estava louca por aquilo rs. Ele se sentou na cama e ficou curtindo o momento, eu fumava e com a boca cheia de fumaça chupava aquele pau delicioso.


Cacá tirou a camisinha do bolso e disse que queria me fuder, eu já estava muito embreagada e disse que queria mais bebida e maconha, ele então rapidamente se levantou e saiu do quarto, entendi que ele tinha ido buscar mais maconha. Quando ele voltou, trouxe um pacotinho em uma mão e um isqueiro em outra.


Além de maconha ele tinha trago outras coisas, meus olhos brilharam, eu estava me sentindo uma pornstar haha


Logo tirei minha roupa e perguntei o que ele tinha trago pra mim, ele tirou um pouco de cocaína e jogou sobre a mesinha ao lado da cama, ajeitou com uma nota e me deu pra cheirar, rapidamente eu fui…


A sensação era bem louca, eu estava mais eufórica ainda, logo subi em cima dele e comecei a beijar, arranhar. Ele então tirou um cachimbo, bem artesanal e algumas pedras, e começou a fumar alí na minha frente, eu olhava nos olhos dele e via ele se transformar. Foi então que coloquei a camisinha e comecei a sentar.


Aquele homem fumando algo que eu mal sabia o que era estava me deixando confusa e ao mesmo tempo excitada, eu comecei a subir e descer e ouvia ele gemer gostoso, ao fundo som de muito funk e alguns casais se pegando em outros lugares da casa.


Minha cabeça girava, eu pulava frenética no pau daquele macho, ele vez ou outra dava um trago no cachimbo. Eu estava enlouquecida, queria mais…


Saí de cima dele e me joguei na cama, disse que queria ser chupada, ele não falava uma palavra, só fez o que eu disse. Me chupou dos pés a buceta, mamou feito um louco, me deixou extremamente excitada.


Eu então criei coragem e pedi um trago do que ele estava fumando, respirei fundo e puxei…
Depois daquilo só senti minha mente expandir, minha percepção aguçar umas 100 vezes rs


Foi então que tudo ficou mais intenso, o pau de Cacá parecia que havia aumentado de tamanho dentro de mim, eu estava muito muito excitada, comecei a arranhá-lo, as batidas de funk parece que me deixaram mais alucinada.


O universo parece que parou e nós dois estávamos em movimento, um movimento gostoso e rápido de entra e sai, o pau rígido dele se molhava em minha buceta quente e doida de desejo eu tentava falar mas só conseguia gemer, ele começou a me pegar com mais força e eu adorava aquilo.


Depois de algum tempo naquela posição eu senti vontade de mais droga e algo diferente, pedi pra pegar mais um pouco de pó e ele pegou pra mim, continuou com seu cachimbo e eu fui cheirar mais um pouco. Quando voltei, me coloquei de quatro e ele rapidamente se encaixou.


Aquilo me fez ficar muito louca, eu só lembro de flashs dalí em diante, ele me comendo, eu gritando, ele puxava meu cabelo, batia na minha bunda e gemia alto, foi então que gozou, um gozo apaixonado e cheio de malícia.


Apesar de ter gozado ele continuou metendo até eu derramar meu gozo naquele pau lindo e suculento. Nós então nos deitamos por alguns minutos até nos recompor, antes de sair eu ainda mamei mais um pouco aquele caralho e ele brincou com meus seios até sairmos


Quando saí me deparei com meu sobrinho no colo de um outro cara, aproveitando o que tinha de melhor naquela festa rsrs (os detalhes ficam pra outro conto)


Antes de ir embora eu ainda chupei um outro amigo do Cacá que me deu mais um pouquinho de maconha e nos deixou em casa, havia sido uma noite muito maluca na minha vida, mas eu estava me sentindo tranquila, apesar de fora da lei rs


Recentemente tive outro encontro com Cacá, mas isso vai render outra historinha dessas rs


bjos e espero que tenham gostado e não me julguem pela loucura


me escrevam
katyf083@gmail.com


Até mais



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.