"Os mais excitantes contos eróticos"


Me pediu pra transar com ela e a mãe.


autor: Ronimac
publicado em: 27/11/16
categoria: hetero
leituras: 7376
ver notas
Fonte: maior > menor


Estava terminando um job em Brasília, mas o futuro me esperava em São Paulo, recebi uma mensagem aqui no Clímax.

Uma leitora me passou o seu Skype, começamos a falar, eu estava em fase final de evento a tarde toda livre me dediquei a ela, sempre faço isso... só que desta vez foi além.

Amandinha... completou 19 anos agora, tem 1.65 acho que 55 kg, cabelos longos castanhos escuros, mechas loiras, uma das bocas mais lindas do mundo, bem definida, marrenta... seios tamanho GG, cintura finíssima e quadril largo, uma bunda grande e as coxas grossas... como eu amo... uma delicia de menina...19 anos afff... mas a intenção dela era outra bem diferente.

Começamos a conversar sobre nós ela me disse que tem 19 eu tenho 52, ela diz que nunca saiu com alguém tão “experiente” sabe escolher bem as palavras... mas... a mãe tem 42

...meio que broxei... meio não... broxei... nada contra, eu amo as mulheres de 40, mas eu queria a de 19, qual lobo não quer comer a chapeuzinho?

Comecei a pensar numa maneira de sair da conversa, mas ela começou a mandar fotos da família, todo mundo junto com cachorro, papagaio, tartaruga eu quase dando um “block send” e ela me manda uma foto dela e da mãe de biquíni...

Mamma mia!!! a genética é infalível... elas tinham quase o mesmo corpo, fiquei com tesão na hora, eu tenho esta característica o meu pau sobe e fica duro sem frescuras... não tenho muito controle sobre isso rs é quando o controle remoto muda de cabeça.

Amandinha começa a me mandar fotos e mais fotos dela e da mãe na Grécia, Ribeirão, no Supermercado e na praia... sempre pegando a mãe em ângulos favoráveis e que a deixavam evidentemente muito mais deliciosa, eu reclamava que queria ver mais fotos da Amanda...mas ela manda as fotos da Mãe. its insane!

Achei estranho... ela começou a mandar fotos da mãe nua no banho, usando shortinhos minúsculos e finalmente a mãe fodendo... com outro cara que não era o pai.

Que bomba!!!

Ela me perguntava se a Mãe era gostosa, se eu queria comer a mãe dela etc.. coisas assim, até que falei que tudo era muito estranho... como a mãe deixava ela tirar fotos e etc.. e tal, e ela confessou...

Pegara a mãe dando pro seu namorado... o cara foi o primeiro homem de Amanda, e agora ela queria vingança.

- Quero ver a minha mãe transando, dando o cuzinho, a buceta, quero um macho fodendo ela do início ao fim... disse Amanda... esta era a condição pra não contar ao pai.

-E quero que vc faça isso eu li o seu conto da piscina, tem que foder ela igual.

Tentei argumentar, mas ela não me deu ouvidos... me deu o Skype da mãe pra gente se acertar... what a messy!!!

Falei com a Adriana por alguns dias, ela estava irredutível, fui quebrando o gelo, ela com medo da filha alcagueta, aceitou ler meus relatos, algumas fotos, foi relaxando, e começou a gostar da ideia.

Marcamos um café no Franz, croissants, papo rolou muito gostoso os três relaxados, era só para nos conhecermos certo?

Claro que não! Amandinha é ardilosa, dali ela quis consumar o fato! Cara eu estava me sentindo uma mercadoria... mas ok vamos lá cumprir a minha obrigação de macho dominante Pero no mucho!

Após muitas negociações resolvi leva-las ao Motel Lush... no Ipiranga, suítes fantásticas, pedi a Spa Splash suíte grande, piscina impecável, cama enorme lugar fantástico, e com muitas luzes e opções.

Amanda logo pegou uma poltrona, uma Vodca com energético e se colocou em transversal a cama queria acompanhar tudo.

A situação era muito estranha e resolvi tomar pulso...

- As duas comigo pro banho já! eu disse em alto e bom tom... elas tentaram argumentar, mas fui firme, ou vem as duas ou eu vou me embora e vcs procuram outro doido pra fantasia de vcs ( ah tá que eu iria embora).

Mãe e filha se despindo na minha frente... duas mulheres deliciosas, sério... o meu pau subiu, doía de tesão, começamos a brincar de ensaboar, as duas eram muito safadas, uma experiência única, não sabia aonde aquilo ia nos levar, mas elas estavam se ensaboando e quem sou eu pra querer entender rsrsr.

Ensaboavam-me, começando pelos pés foram subindo cada uma de um lado, massageando as minhas bolas e meu pau em estado de êxtase, amortecidas, dormentes uma se esfregando na minha frente e a outra nas minhas costas... caralho!!! muito tesão no ar, além do vapor.

Sinto um beijo no meu anus, e uma boca no pau, caralho estas mulheres vão acabar comigo, o tesão toma conta do box do banheiro além do vapor.

Elas me levam pra cama, nós três, Amanda me segura de costas pra ela com a minha cabeça nos seios e cruza as pernas no meu peito me prendendo, segura os meus braços, lambendo as minhas orelhas, mordendo a minha nuca, puxando os meus cabelos... Urrei de tesão

Adriana chega pela frente, acaricia a perna da filha e coloca as mãos nos meus ombros e cai de boca no meu cacete... parecia gol do Brasil, as duas estavam literalmente me devorando, Adriana começa lambendo o mel na cabecinha do meu pau começou a passar a língua em torno da cabeça... só a ponta da língua, agora a língua inteira áspera na cabeça do pau...só quem tem um sabe o efeito, huuum que tesão, ela mexia com as bolas como se estivesse brincando com bolas de bilhar...desce e dá uma mordida na pele do saco e coloca as bolas na boca sugando forte as duas, segura o meu cacete e começa a punhetar, engole vagarosamente ele inteiro, sinto bater em sua garganta, ela lacrimeja mas continua valente, baba muito, cuspiu mais ainda, e engoliu ele inteiro até as bolas chego a sentir os lábios na minhas virilhas.

Amandinha, agora beliscando os bicos do meu peito sem dó... apertando muito, mordendo a minha orelha, tesão e dor, dor e tesão se misturam, começo a urrar, sentindo o vulcão entrando em erupção descendo a ladeira não consigo segurar, gozo... as putinhas intensificam os movimentos e gozo longe... Adriana abre a boca e abocanha o meu pau, apertando as bolas e recebe toda a porra na sua boca...engole, passa a língua na cabecinha dentro da sua boca, massageando as bolas, quer tudo...toda a porra...muitos jatos na sua garganta ela quer mais e ... aff sugou tudo, tudo... limpou ele todo, caio meio cansado pro lado e as duas me acariciam mas agora elas tem fome.

Reiniciamos os trabalhos, elas me mordem, lambendo desde os dedos do meu pé, o pau já pronto para a batalha peço às duas que fiquem de quatro, elas se entreolham e obedecem, aquelas bundas lindas na minha frente e vou direto lamber aquelas bucetas maravilhosas, quase o mesmo sabor, os cuzinhos o mesmo design, sim por que eram duas maquinas e aquilo é coisa de design, vou chupando sem dar folga as duas, alternando, revezando, fico em pé, e vou me agachando devagar, coloco Ky no cuzinho de Adriana, que pressente o que está por vir, coloco a cabecinha do meu pau com carinho, mas firme no anelzinho dela, neste momento Amanda, puxa os cabelos da mãe e olha nos olhos, vou dando estocadas curtas e fortes, sinto ela se contrair, aviso que assim será pior, vou rebolando enfiando e tirando devagar, ela finalmente relaxa então meto fundo e firme naquele cuzinho maravilhoso, ela solta um gemido de dor... para pedir em seguida pra eu não parar.

- Vai cachorro arromba este cuzinho que agora é seu, ela diz.

- Vai fode esta vaca mete tudo arromba ela, pediu Amanda.

Vou metendo até o fundo, bombando forte, apertando os seios dela, beliscando os biquinhos e olhando nos olhos de Amanda... What a hell.. que se foda isso é uma delicia

Amanda começa a me beijar a morder a minha boca nos beijamos ela puxa os meus cabelos me desafiando... eu fodendo a mãe dela que nos olha, aumenta a respiração aperta o meu pau no cuzinho, geme alto e começa a gozar... gozar não ela tem convulsões de tesão, tremedeira, parece que não quer deixar o meu pau sair da sua bunda de tanto que ela se contrai... pede-me pra foder a buceta que esta piscando de tesão, obedeço troco à camisinha e vou pra bucetinha dela. Começo a meter com força puxo os cabelos loiros dela, ela solta vários gritinhos de tesão, me pede pra foder com mais força... quer se sentir arregaçada e vou estocando forte, fundo.

Amanda se masturba na nossa frente, os gritinhos são iguais aos de Adriana, de repente Adriana a puxa pra perto de nós e começa a chupar o grelinho dela... aquela visão eleva o nível de tesão do quarto à potência máxima... anuncio que vou gozar e peço a Adriana pra vir junto começo a dar muitos tapas na sua bunda branquinha, que fica vermelha imediatamente ela rebola vem de encontro ao meu corpo, nossos movimentos se desencontram, mas fazem chegar ao fundo do colo de útero dela, ela grita de tesão eu começo a urrar e juntos gozamos.

Amanda me afasta da mãe arranca a camisinha e começa a mamar no meu pau, despejo na boca dela toda a minha porra fervendo de tesão por aquele momento único.



Vou tomar uma chuveirada gelada pra recompor, volto bebo um vinho Chileno vejo as duas se pegando na cama, isso está parecendo aquele filme que o Al Pacino era o diabo rsrs.

É difícil acreditar... mas ainda não acabou, Amanda quer gozar, me puxa pra perto das duas, meu pau não tem nem como abaixar, vendo as duas pervas se atracando, puxo os cabelos da Amanda, dou um leve tapa na carinha dela e seguro o seu queixo e tudo recomeça, agora com mais volúpia.

Coloco-a na posição PPMM, a Adriana entende e praticamente senta na boca da Amanda, que suga a bucetinha dela, jogo as duas pernas da Amanda nos meus ombros e começo a meter bem forte naquela buceta novinha e deliciosa, segurando as pernas dela apreciando a chupada que a Amanda dá na mãe.

Vcs não imaginam que cena é aquela, duas loiras lindas se atracando, se chupando, e eu metendo a rola nas duas, vou metendo mais forte e mais rápido, Adriana sai de cima da Amanda e chupa os seios da filha, vou metendo mais fundo, mais rápido, elas me arranham, Adriana me beija desesperadamente e começa a morder os bicos do meu peito enquanto se masturba e acelera os movimentos no seu grelinho.

O cheiro de sexo no quarto é inebriante, estamos todo no cio...

Solto um urro alto... não demora muito Amanda grita de tesão, geme muito alto, vou gozar repito algumas vezes elas também então gozamos... gozamos... gozamos muito... e dormimos abraçados os três.


Por favor comentem, deem notas

ronimacc@gmail.com




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.