"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Acabou Acontecendo!


autor: tiozão1
publicado em: 27/11/16
categoria: hetero
leituras: 1772
ver notas
Fonte: maior > menor


Para que vocês entenda melhor vou relatar como veio acontecer tudo isto comigo e esta minha vizinha; - Silvana por não querer ir com seu marido para o Mato Grosso acabou ficando só em seu apto juntamente com sua filha, e por sermos amigos sempre a tratei com muito carinho, pois diz um dito popular se você quer uma mulher não comece primeiro com amizade que depois as coisas fica difícil para acontecer, foi o que vinha acontecendo no meu causo em se tratando de Silvana, tanto e que as nossas conversar era somente o necessário, até que um dia vinha eu subindo para minha casa quando ouvi uma pessoa me chamar e me dizer espera por mim e a olhar para trás vi que era Silvana mais sua filha que vinham da casa de seu pai, nisto que aguardei para lhes fazer companhia até nossas casas sua filha lhe falou já que esta acompanhada pelo o Sr Paulo vou aproveitar e dar uma passada na casa de uma amiga, o que nos deixou só e continuemos o nosso caminho, foi ai que Silvana me perguntou até onde ia a nossa amizade o que lhe respondi? até onde poderia ir pois tudo depende de nós e para minha surpresa Silvana me falou pois estou querendo mais que amizade, pois como você sabe já faz quase um anos que Marco esta no Mato Grosso e eu estou só com minha filha, e tem vez por sair com suas amigas acabo ficando só em casa e me bate uma saudade de ter alguém ali comigo e ai já viu acabo indo tomar um banho para me acalmar e dormir sozinha.
Me fazendo desentendido lhe perguntei o porque ia tomar banho quando se sentia só, Silvana me olho e me falou por estar com vontade de ter um homem ali e não ter seu bobo e para me acalmar o fogo que queima com meus pensamento e imaginação, nisto paremos debaixo de uma árvore e por estar escuro olhei para Silvana que parou em minha frente e com um instinto abracei e lhe dei um beijo de língua o que me abraçando retribuiu o beijo metendo sua língua na minha boca também o que demoremos um pouca naquele beijo e ai demos por nos que estavam em um lugar publico e alguém podia nos fragas ali nos beijando, com isto aprecemos o nosso passo para chegarmos até a sua casa e como não vinha ninguém peguei em sua mão e la vamos nos como dois namorado até próximo das nossas casas, como Silvana mora no primeiro andar e eu moro no segundo foi fácil para mim entrar junto com a mesma pois me aprecei e fiquei a sua espera e quando abriu a porta entrei rápido, e assim que entramos voltamos a nos beijar, e com isto fomos tirando nossas roupas e quando demos por nos estamos nus ali em plena sala, Silvana para não ter surpresa por parte de sua filha trancou a porta e fomos para o quarto, ai lhe perguntei mais e se sua filha chegar Silvana me falou você coloca a roupa e fazemos que estamos conversando na sala parei e falei para mim tudo bem, e para matar sua vontade começamos com um papai mamãe e com Silvana parecendo uma louca e me dizendo nossa como estava sentindo falta de uma pica em minha boceta já tinha esquecido como era bom e como uma cobra rebolava em baixo de mim me dizendo para não parar de socar minha pica nela, e com isto fazia um vai e vem com força o que Silvana estava adorando que até a cama parecia que ia quebrar de tanto barulho que fazia mais não dei bola e acabei gozando gostoso com Silvana que agarrada em mim me falou Paulo quero mais, quero matar a vontade que estava com ela pois andava carente subindo pelas paredes, o que atendendo seu pedido mesmo com a pica meio mole coloquei dentro da sua boceta e comecei a brincar com a mesma o que não demorou para sentir tesão e começar a me pedir para lhe xingar pois adorava ser tratada como uma puta na cama.

Como a segunda vez estava mais calma e não fazia muito barulho acabemos escutando a campainha tocar e acabamos fazendo o combinada, colocamos nossas roupas e com isto voltei para sala e me sentei no sofá, o que Silvana abriu a porta era sua filha que lhe falou o que esta acontecendo aqui que a senhora fecho a porta mais quando me viu falou não precisa responder, olhei para Silvana como querendo lhe dizer não contrarie senão a mesma vai pensar o que não queremos que pense, como entendendo meu olhar Silvana lhe falou e que acabei esquecendo e fechei a porta, o que sua filha lhe respondeu e por isto demorou para me atender conta outra mãe esta desculpa não cola, se eu trago meus namorado para dormir aqui a senhora também pode, e fique a vontade viu não precisa parar o que estava fazendo por minha causa pois sei o que e ficar muito tempo sem homem, tento o aval da sua filha voltemos para o quarto e ai sim o bicho pegou, teve uma hora que me levantei para ir ao banheiro e ao passar pelo quarto da filha de Silvana escutei uns gemidos e como a porta estava entre aberta dei uma olha era ela se masturbando e chamando pelo meu nome, fui ao banheiro e voltei rápido e contei para Silvana o que tinha visto o que se levantou e foi ver e quando voltou me falou que safada também sente desejo por você Paulo olhei e lhe falei que acha de chamar ela para vir dormir aqui com a gente o que me olhou com uma cara estranha mais ai me falou espera ai que vou chamar, e quando voltou vinha com Roberta junto o que as duas se deitou e me falou agora sim você esta bem acompanhado em Paulo com duas mulher lhe querendo e com isto fui para cima de Roberta e sem pensar meti minha pica em sua boceta onde dizia nossa mãe que delicia como e gostosa a sua pica Paula e grande e grossa, comi as duas de todo jeito, cheguei a pedir para as duas ficar de quatro na cama e metia um pouco em cada uma o que adoraram, quando demos por nos o dia já vinha nascendo e tive que ir embora pois sabe como e se alguém me visse saindo do seu apto e prometendo voltar assim que elas quisesse o que espero não demorar muito tempo pois adorei passar a noite com as duas, e como dis o nome deste relato: - "È DE ONDE MENOS SE ESPERA QUE ACABA ACONTECENDO"




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.