"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Realizando um desejo


autor: doug
publicado em: 28/07/15
categoria: aventura
leituras: 6564
ver notas
Fonte: maior > menor


Essa história é mais real do que muitos imaginam, não coloquei coisas que são costumeiras nos contos,coloquei somente o que aconteceu.
Bom sou casado a 2 anos, meu nome é Doug desde o tempo de namoro tive tesão pela minha sogra Marlene.

Uma morena linda com um corpo bonito bundinha empinada seios médios coxas e pernas lindas, uma mulher aparentemente

calma mas que esconde um grande fogo pois seu marido deixa a desejar. Nessa época, ela já havia me dado algumas indiretas,

mas sempre tive dúvidas pois tentava tirar os olhos daquela buceta desenhada em suas roupas apertadas. Sempre com muito tesão

por ela tentei varias vezes espiar ela no banho mas só havia conseguido ve-la de calcinha, me masturbei muito lembrando desse dia.

Em determinada ocasião minha esposa foi a um compromisso com seu pai pois trabalhavam juntos e eu fiquei sozinho com minha

sogrinha tesuda pois estava passeando por lá, então decidi arriscar algo, percebi que ela havia saido do banho, cheirosa linda

vestida com uma camisola branca e azul pois estava pronta para dormir,pois eles voltariam tarde da noite. Quando contemplei

aquela morena meu pau endureceu na hora, derrepente ela cheia de segundas intenções diz estar com dor nas costas e eu

prontamente ofereci uma massagem, claro, ela topou, sentou no sofa e eu começei massageala nas costas suavemente era minha

oportunidade. Aos poucos fui descendo as mãos e começei a tocar seus lindos seios e percebi que ela estava sem sutiã, foi

quando percebi o biquinho daqueles seios bem durinhos que apareciam por cima da camisola.

Continuei a massagem e derrepente ela levanta e me convida para continuar a massagem no quarto pois ela tinha um óleo

perfumado e queria massagem em todo corpo, topei na hora. Ao pegar o óleo ela deita com a bundinha para cima de camisola,

tira as alças para o lado deixando de fora toda as suas costas tapando somente a bundinha, então começei massageala com prazer.

enquanto massageava fui descendo em direção a bundinha cada vez mais perto destapando bem aos pouquinhos, quando vi

que ela estava sem calcinha, meu corpo tremeu meu pau duro começou pulsar e ela não reclamou.

Naquele momento minha sogra olha para mim e me pede para massagear suas coxas eu prontamente como genro obediente

não questionei e massageava com tesão suas lindas coxas parecia um sonho...

Então decidi arriscar tudo, elogiei seu corpo e ela sorriu, então falei do quanto seria capaz de fazer por uma noite com ela.

Minha sogra com olhar de espanto mandou que eu parasse, cobriu-se com a camisola sentou na cama e disse que eu era marido

de sua filha e deveria respeita-la, que aquilo não era o que eu pensava. Olhei para ela e disse que mesmo assim sentia muito tesão

pelo seu corpo e que faria qualquer coisa por ela, então fui surprendido pela resposta, ela me falou que já havia sentido tesão mas

tinha medo, então me aproximei e beijei sua boca, ela sussurou em meu ouvido dizendo que estavamos indo longe demais, então

mordi com carinho sua orelha e ela gemeu.

Nesse momento ela pega meu pau por fora da calça e me empurra para traz,logo ela deita na cama e levanta a camisola para

cima e deixa a amostra aquela linda xana depiladinha morena com lábios escuros e grelo rosadinho a amostra para mim.

Tirei a roupa e com carinho deitei com ela, beijei sua boca e bem devagar fui tirando sua camisola enquanto ela massageava

meu pau, quando terminei de tirar sua camisola ela pediu para apagar a luz porque tinha vergonha, e eu disse que queria ver seu

corpo e rapidamente chupei seus seios e ela gemia com muito tesão, enquanto sua bucetinha estava toda melecada, então o

coração bateu mais forte pois não sabia que horas minha esposa chegaria.

Ela cheia de tesão sussura em meu ouvido dizendo "mete teu pau na minha xaninha faz 4 meses que não sei o que é isso"

ao ouvir essas palavras o mundo sumiu, fiquei em pé na berada da cama, ela abriu bem as pernas e antes de meter chupei

aquela buceta deliciosa passando minha lingua no grelo rosadinho e chupando seus labios escuros, era uma buceta gordinha,

foi quando ela gemendo como doida sem demora gozou na minha boca, nunca havia sentido o gosto de uma buceta deliciosa

como aquela.

Logo, ela gemendo de prazer pede de novo "mete tesão mete tudo bem devagar", então peguei meu pau duro e meti bem devagar

naquela bucetinha apertada e quentinha, estava realizando meu maior desejo sexual ao ver aquela buceta se abrindo com meu pau

atolado nela.

Gostosa gemia gostoso, e eu acelerando bem devagar até que começei a meter rapidinho, vadia gemia como uma doida e pedia

mais, então fui por cima fechei suas pernas e meti bem atoladinho, nossa, ela tremia como se nunca tivesse trepado assim.

"mete de quatro mete" ela pedia constantemente, e atolei meu pau naquela buceta deliciosa de quatro até ela dizer chega.

então cheia de prazer e louca para gozar ela veio por cima de mim cavalgando gostoso enquanto eu admirava meu pau

entrando e saindo daquela buceta maravilhosa, logo ela acelera e começa a remexer meu pau dentro da buceta com violência e

solta um gemido de prazer junto com muito gozo da sua bucetinha que apertava meu cacete gozando de novo, foi quando senti

que ia gozar também, rapidamente deitei ela na cama meti o pau dentro da xana e quase explodindo tirei e gozei em cima da

bucetinha da sogra deixando ela toda lambuzada e melecada pois lembrei que estava sem camisinha, depois de gozar tudo em

cima da xota que já estava com o grelo vermelinho de tanto foder, ela ficou deitada na cama passando a mão meu pau gozado

enquanto eu, deitado passava a mão e lambuzava mais sua buceta com minha porra.

Quando relaxamos paramos para analisar o que haviamos feito, sem rancores nem magoas ficamos um pouco envergonhados,

ela disse que nunca havia gozado 2 vezes e que eu não precisava me preocupar que podia gozar dentro da buceta pois ela havia

feito ligadura. A única coisa que não consegui fazer com ela foi convence-la a me chupar, ela adorava ser chupada mas chupar

nem pensar...que nada quando eu conseguir aviso vocês ok porque meu desejo de comer a sogra acabou virando rotina e essa

foi nossa primeira vez.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.