"Os mais excitantes contos eróticos"


Meu primeiro orgasmo com a priminha


autor: Amandinhappk
publicado em: 28/12/16
categoria: lésbicas
leituras: 11961
ver notas
Fonte: maior > menor


Oi, meu nome é Amanda, mas todo mundo me chama de Amandinha, principalmente na epoca que esse conto aconteceu, tinha 13 anos e vou relatar como foi meu primeiro orgasmo com minha prima.

Eu sempre fui muito fogosa, desde sempre, antes mesmo de entender o que era sexo, orgasmo, tudo isso. Eu já sentia umas sensações diferentes no meu corpo, um calorzinho quando tocava minha bucetinha ainda sem pelinhos, isso com uns 12 anos, por aí... às vezes me trancava no quarto e ficava brincando comigo mesma, me tocando, me causando sensações que eu nem entendia o que era.

Até que um dia desses de brincadeira, eu percebi que minha xaninha ficou molhadinha com aqueles toques, continuei esfregando até que uma sensação de euforia percorreu todo o meu corpo e eu nao entendi nem muito bem da onde vinha aquilo, tentei fazer de novo no mesmo momento e nao deu certo. Em um outro dia, tomando banho, comecei a brincar comigo de novo, alisando meu peitinho e com a duchinha do chuveiro, deixei ela molhando minha buceta molhadinha, dava uma sensação gostosa, até que aquele momento de euforia veio de novo e toda a excitação aumentou e depois passou. Que sensação gostosa, eu pensava.

Ate que chegaram minhas férias. Sempre nas férias, a Gabi, minha prima, ia passar lá em casa comigo, morávamos longe e em época de aula não nos víamos muito, mas éramos muito amigas, conversávamos sobre tudo, virávamos a noite conversando e brincando.

Em uma dessas noites, estávamos assistindo tv e mudando de canal passou um de uma mulher fazendo streap tease, ficamos olhando e dando risadinhas e ela começou a me perguntar se eu sabia como se fazia sexo e eu disse que não, ela falou que não tinha certeza, mas que tinha algo a ver com tirar a roupa.

Continuamos assistindo e depois mudou pra cena de um cara beijando uma mulher toda, tirando a roupa dela e rapidamente olhamos e falamos, "ah é isso então sexo". O cara na tv foi lambendo os peitos da mulher, enquanto tocava sua buceta, ela fazia uns barulhos altos e nós abaixamos a tv pra ninguém ouvir, ele então começou a lamber a buceta dela e nós nos olhamos com as caras chocadas. Aquilo não sei porque acelerava minha respiração, me deixava eufórica e excitada, até que a mulher na tv se contorceu toda dizendo que ia gozar. Eu automaticamente liguei aquilo com a sensação que eu sentia, fiquei louquinha olhando aquilo na tv, minha prima também prestava muita atenção. Depois o cara colocou a mulher de 4 e colocou o pau dele na buceta dela e meteu varias vezes com força, depois de mais algumas posições, ele gozou, enchendo a cara da mulher de porra e confesso, não sabíamos o que era aquilo e achamos sexo um pouco assustador! Ríamos muito, mas fiquei com a imagem da mulher se contorcendo de prazer igual eu fazia sozinha.

A cena na tv agora mudou, uma loira e uma morena conversavam e nao demorou muito começaram a se beijar, automaticamente associamos com nós duas, pois eu sou loira e a gabi morena. Depois, elas foram tirando a roupa e acariciando o peito uma da outra, a morena passava a lingua no mamilo rosinha da loira e ele ficava todo durinho. Quando as duas estavam sem roupas, começaram a tocar uma na buceta da outra, enfiar os dedos e elas pareciam estar adorando aquilo. Ficamos só observando aquela cena, depois uma começou a lamber a buceta da outra, estavam bem molhadinhas, assim como eu ficava. Quando já estavam bem molhadas, elas começaram a esfregar as bucetas uma na outra, até sentirirem aquela explosão de prazer igual eu sentia.

Foi então que a gabi falou: Amandinha, também podemos fazer sexo igual a elas, não é mesmo? Confesso que fiquei um pouco com medo e vergonha de tirar a roupa pra ela assim, apesar de eu já ter visto ela sem roupa varias vezes e ela já me olhou também. Mas a Gabi nem esperou minha resposta, sorrindo ela saiu do colchão dela e veio direto pra minha cama e ficou em cima de mim, igual as cenas anteriores que vimos e começou a pular em cima de mim, a gente só sorria muito. Mas então depois ela puxou meu short de uma vez e depois tirou minha camiseta, eu nao costumava dormir de calcinha por baixo do pijama e fiquei ali peladinha pra ela. Eu entao virei ela na cama e tirei a blusa dela, ela veio bem pertinho de mim e começou a lamber meu peito igual a mulher da tv, ela sugava e me lambia toda, depois levou a lingua pra minha boca e mais esfregava a lingua na minha do que beijava. Em seguida, ela se deitou e eu tirei o short dela, ela tava agora só de calcinha. Cheguei bem pertinho e fiz igual ela, passei a lingua nos mamilos e suguei tudo, até ela dar uns gritinhos. Depois fui pra calcinha dela e igual a garota da tv comecei a tocar e deixar a calcinha branca de algodão toda molhada.

Ela se levantou e me deitou de costas na cama, sentou na minha bunda e começou a esfregar a bucetinha ainda de calcinha na minha bunda, depois os peitos na minha costa e sussurrava no meu ouvido "que bunda macia, amandinha, tô gostando" e tocava na minha bunda e escorregava os dedos bem de leve pra minha bucetinha, depois me virou pra ela e começou a esfregar os peitos no meu, ela pegou um pouco do meu hidratante e passou nos peitos e na minha barriga e ficava se esfregando. A minha bucetinha esfregava na perna dela e a dela na minha perna, até que ela tirou a calcinha, e continuou se esfregando em mim, ficamos um bom tempo assim.

A Gabi era 1 ano mais velha que eu e ela tinha muito mais pelos na xana, a minha quase nao aparecia pelos, até porque eram fininhos e loirinhos. A buceta dela era maior que a minha, tava toda lambuzada, e me molhava enquanto ela se esfregava em mim, até que ela levantou e as nossas bucetas se encaixaram e começaram a roçar, ficando tudo molhado entre nossas pernas, enchendo as nossas rachinhas de tesão. Ela se esfregava toda, rebolava em cima da minha xaninha que latejava de tesão enquanto segurava no meu peito com força. Depois ela saiu de cima e chegou perto de mim e falou "ta na hora da gente fazer aquela coisa que as mulheres da tv estavam fazendo, você tem coragem de lamber aqui?" Eu fiquei bem receosa no momento, entao ela disse que iria primeiro.

Ela começou a lamber os meu peitos, depois foi pra o umbigo, me deixando toda molhada, então, abriu minha pernas e deu uma lambida só por cima dos grandes labios, depois outra e outra. Dai ela abriu minha xaninha e passou a lingua toda de cima a baixo, olhei pro rosto dela e a boca tava toda molhada com o meu melzinho. Ela sugava tudo, passava a lingua na buceta toda, sem saber ao certo o que tava fazendo, mas me enlouquecia. Depois ela falou "sua vez" e ficou deitada do meu lado.

Eu abri as pernas dela e comecei a passar a lingua bem no meio mesmo da bucetinha dela, lambia tudinho e fiz igual a garota do video, coloquei só um dedinho no buraquinho dela e fazia vai e vem, ela ficou no começo apreensiva e queria fechar as pernas, mas foi deixando e depois já tava toda molinha pra mim.

Comecei a lamber ela repetidamente e enfiar o dedo, ela tava tao molhada, que escorria tudo pro cuzinho dela e molhava minha cama. Passou um tempinho e todo o corpo da Gabi estremeceu, ela segurou forte no travesseiro e soltou um gemido. Olhei pra ela e ela tava ofegante, disse que nunca tinha sentido isso antes e que parecia ser igual as pessoas da tv.

Eu falei que já tinha sentido antes sozinha e que queria que ela me fizesse sentir agora. Ela então voltou a me chupar, mas dessa vez igual eu estava fazendo, repetidamente, então, ela meteu o dedo também na minha buceta.

Ela falou pra eu virar de costas que ela queria ver minha bunda de novo, abriu minha pernas e falou que até lá atrás eu tava toda melada e meteu a lingua desde minha buceta até meu cuzinho, estremeci com aquilo, dai enfiou o dedo no meu cu tb e na minha xaninha e lambia tudo. Me levantou um pouco e eu fiquei de 4 na cama, ela veio por tras e começou a esfregar meu rabinho empinado todo, nao aguentei e aquela excitação veio novamente, incontrolável e eu gozei pra minha priminha.

Essa foi só a primeira vez que fiquei com a Gabi, no resto das férias ficamos viciadas em brincar sem roupas, mas são histórias pra outros contos.

amandaoliv9@gmail.com



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.