"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Perdendo a Virgindade na marra com peão


autor: JuSafada
publicado em: 29/12/16
categoria: virgindade
leituras: 10426
ver notas
Fonte: maior > menor


Boa noite meu nome é Júlia, mas sou mais conhecida como Julinha tenho 26 anos, sou morena, 1,80m, cabelo cacheados até a bunda, olhos castanhos, bunda e peito grandes, desde novinha fui muito gostosa o que vou contar aconteceu quando eu tinha 16 anos.
Eu morava para fora em uma fazenda onde meus pais eram empregados e era muito ingênua com 16 anos ainda era virgem mas tinha um peão da fazenda que me cobiçava desde os 13 anos eu percebia que ele me olhava diferente como se estivesse me comendo.
Ele se chamava Tião tinha 36 anos, o tipo de homem forte, grande, branco com cabelos pretos e barba mal feita. Um dia em uma festa dos empregados nas fazenda eu estava com um vestidinho bem curto sem sutiã porque meus peitos eram muito durinhos e eu não costumava usar sutiã, então tião chegou perto de mim e me disse veio com esse vestidinho para ver se acha algum macho para te comer né putinha, quando olhei para Tião vi que ele estava de pau duro e disse me respeite Tião que não lhe dou esse tipo de liberdade e eu sou virgem ainda e ele sussurrou: ah mas esse cabaço vai ser meu e eu olhei para ele e disse mas é nunca que vou dar para um peão pobre e frouxo como você e saí então ele me puxou pelo braço e disse você vai engolir o que disse menina e eu saí sem dar atenção.
No outro dia meus pais saíram cedo para entregar uma boiada e eu fui para o rio que ficava bem no meio do mato lugar que nunca tinha nem passava ninguém, adora ir pra lá e nadar pelada e foi o que fiz estava nadando pelada já fazia mais de uma hora quando me vesti para voltar mas nisso vejo Tião se aproximando e tentei sair e ele me disse aonde pensa que vai sua putinha safada agora vou te mostrar quem é o peão frouxo me segurando forte pelo braço. Eu fui me apavorando e disse o que isso me solta Tião, por favor não faz nada comigo eu sou virgem e ele riu muito e me disse hoje vai deixar de ser vou te comer todinha sua putinha safada, vou esculachar a tua bucetinha eu comecei a implorar para ele não fazer nada mas ele me deu um tapa na cara e me mandou calar a boca, eu comecei a tremer e chorava muito então ele chegou com aquelas mãos grandes e rasgou meu vestidinho e me deixou nua e logo já rasgou minha calcinha também e começou a chupar muito forte meu seio e o outro ele apertava com a outra mão muito forte, eu chorava e ele me disse cala a boca putinha eu não sou frouxo então, ta com medo safadinha então ele me puxou pelos cabelos me colocou de joelhos e mandou eu chupar ele eu disse que não ele me deu dois tapas na cara e disse que eu era uma cadela e que ele mandava e eu obedecia eu com medo comecei a chupar aquele pau enorme, chio de veias com a cabeça enorme mal cabia na minha boca e ele dizia isso chupa, chupa o teu macho já imaginou isso tudo rasgando a tua bucetinha e eu continuava chupando desesperada então ele gozou dentro da minha boca e me fez engolir tudo, quase vomitei depois disso ele me jogou no chão abriu minhas pernas e começou a me chupar, ele me chupava tão forte o meu grelinho que chegava a doer e eu comecei a gemer e gritar e ele me dizia isso geme sua puta, geme sua vagabunda, assim geme alto, ta gostando do teu macho né e eu comecei a ficar molhadinha com tudo aquilo e ele percebeu e me disse olha a putinha faz cena mas ja ta toda molhadinha louca pra ser arrombada e eu disse que não, implorei para que ele não fizesse aquilo comigo ele riu abriu bem as minhas pernas e meteu tudo de uma só vez eu quase desmaiei com aquele pau de 21 cm rasgando minha bucetinha, deu um grito e desfaleci então Tião me olhou e disse quem é frouxo aqui?? Eu pedi desculpas, pide que parasse ele me disse rindo ainda nem começou e começou a bombar muito forte dentro de mim num vai e vem e eu gemia muito alto, gritava de dor com aquele pau enorme me comendo e ele apertava meios seios com muita força e me comia como se fosse uma cadela e começou a masturbar meu grelinho e aí comecei a gemer mais e mais e fui sentindo um prazer mesmo em estar sendo comida a força por aquele peão e ele começou a debochar quando vi que gemia de prazer e me dia isso sua putinha vai pedi para eu te foder com mais força e eu só gemia então ele me deu um tapa na cara e eu disse isso vai me fode com mais força, me fode meu macho, fode a tua cadelinha safada, fode safado ele me deu outro tapa na cara e me disse você deu puta igual a tua mãe que já currei a buceta até cansar e continuou me fodendo com muita força e eu sentia um misto de dor e prazer com aquele peão safado e gozei no pau dele então ele disse vai puta, goza no pau do teu peão frouxo vai e eu já não aguentava mais ele ele me comeu uns 40 minutos a minha bucetinha já estava toda larga, sangrando muito e eu não tinha mais força nem de gemer e aquele cavalo fodendo minha pobre bucetinha, então ele gozou e me enxeu de porra, tirou o pau da minha buceta e me mandou chupar novamente e limpar o pau dele e eu fiz antes que me desse outro tapa na cara, chupei ele uns 15 minutos e o pau dele estava duro de novo então ele me jogou no chão me virou de quatro e deu um cuspe no meu cu e enfiou aquele caralho enorme rasgando cada prega do meu cu eu gritei de dor ele me segurou forte e disse mulher que nem tu com essas anca bem larga tem que ser comida que nem vaca e me fodeu eu já não aguentava mais ele bombou uns 20 minutos no meu cu e começou a enfiar os dedos na minha bucetinha que eu já nem sentia mais de tão larga que ficou então ele gozou e encheu meu cu de porra também. Depois disse fui pra casa com a minha buceta e o meu cu e a minha boca cheio de porra, cheguei tomei um banho e fui me deitar, me sentia toda arrombada a minha buceta estava inchada, toda esfolada e sangrando, meu cu latejava de dor, e me sentia uma puta por ter gozado no pau daquele homem que me comia feito uma cadela. Levei mais de uma semana para me recuperar e três meses depois comecei a me sentir mal e desmaiei minha mãe me levou no medico e descobri que estava gravida daquele peão que me comeu a força, minha mãe não acreditou que eu tinha sido currada a força disse que eu era uma puta, uma vagabunda que dava para tudo que era peão e a minha barriga foi crescendo e o Tião cruzava por mim e ria da minha barriga, um dia ele cruzou por mim e me disse viu só o que o peão frouxo fez contigo sua putinha te descabaçou e ainda te embuchou eu me sentindo muito humilhada chorei e ele me deu um tapa na cara e disse agora que tu vai parir o meu filho te como a hora que eu quiser e depois disso ele me comeu varias vezes mesmo estando gravida e com a mesma brutalidade mas não nego que eu gozava feito louca com aquele peão a arrombou minha buceta e arruinou minha vida!!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.