"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Arrombada pelo morenao


autor: Deby
publicado em: 09/01/17
categoria: hetero
leituras: 3011
ver notas
Fonte: maior > menor


Olá ! Pessoal este é meu primeiro conto no site e espero que gostem ☺️vamos lá então .
Tudo aconteceu no ano de 2001 quando fui morar em Brasília,logo quando cheguei na Cidade fui trabalhar de babá até conseguir uma casa e um emprego melhor.Sempre fui uma jovem que gostava de aventuras e sempre tive um fogo daquele e sempre adorei trepar só que nunca tinha tido sorte de ter homens bem dotados e sonhava em ser possuída por um homem estilo cavalo...e eu não sabendo que em breve meu sonho iria se realizar...
Eu na época não tinha facilidade de me deixar seduzir por homens,pois eu estava tão decepcionada com o pai de minha filha que em meio do período de gravidez resolvemos nos separar.Tomei nojo do meu ex-marido ao ponto de não conseguir olhar na sua cara,além do nojo ele não me sastifazia sexualmente sempre fui muito fogoza e sonhava sempre em ter outros homens.Bem ,quando comecei trabalhar no apt.de uma moça que tinha uma bebê recém-nascida ,eu como tinha já experiência fiquei pra cuidar dessa criança para que a mãe pudesse trabalhar num período quase integral e deixava quase toda a responsabilidade da criança em minhas mãos e eu adorava ,claro!. Todas as tardes eu saia pra dar um passeio de uns 40 minutos para que a bebê tivesse contato com o ar puro das entre Quadras que na época era primavera e estava tudo verdinho e com várias árvores de ipês com flores e foi nesses passeios que conheci um rapaz alto ,corpulento mais pra magro e com a boca linda...Nossa! Que homem só de lembrar fico molhadinha .
Conversa vai ,conversa vem e nós se entrosávamos mais e eu desejava aquele morenao.Foi então que no segundo encontro que ele Osvaldo como se chamava perguntou se eu queria sair no sábado a noite para tomar algo e eu não exitei aceitei na hora.O sábado chegou e eu anciosa pra encontrar o morenao,na hora marcada ele chegou saímos e fomos para um barzinho de música bem agradável ,eu tagarelava demais e Osvaldo só observava e sorria ,falar muito era a forma de esconder meu nervosismo.Por um momento minha mão tocou na coxa de Osvaldo e percebi que ele mudou de cor e foi quando olhei para sua calça e vi um montante escondido na calça ...meu Deus !!minha buceta bateu palma e chorou de tesao por aquela cobra escondida.Tomamos umas 3 cervejas e logo ele perguntou se eu queria ir embora ,entendi o que ele queria e disse que sim ,ele pagou a conta e saímos .No caminho aquela cobra parecia ter triplicado o tamanho e o incomodava foi quando ele perguntou se ele podia abrir o zíper e eu gesticulei que sim ...nunca tinha visto um cacete daquele tamanho,um cavalo moreno a pica que sempre sonhei em ter estava ali na minha frente e eu não sabia como agir,não sabia se tocava e foi então que ele puxou minha cabeça em direção aquela rola gigante e eu a abocanhei parecia que eu nunca tinha chupado uma rola ,chupei ,lambi tanto que fiquei com o maxilar doendo era tão grande e gorda que parecia que tinha. Estrupado minha boca.Osvaldo parou o carro em um lugar deserto e começou os amassos ,que homem !que rola! Fomos para o banco de trás ,ele abocanhou minha buceta deixando bem lubrificada cheguei a gritar de um gozo tremendo que há anos na havia tido.Osvaldo veio emcima de mim Com sua respiração ofegante abrindo minhas pernas com certa força e eu em certo momento relutei por medo da dor pois era gigante seu pau ,ele tentou por vezes meter e não entrava na minha buceta foi então que ele ficou por baixo e tentei aos poucos enviar aquele pau na minha buceta, era um sonho se realizando ser arrombada por um cavalo ... não pensei que doía tanto ,coloquei a cabeça daquele pau na entrada da minha buceta comecei a rebolar com tanto tesao e derepente Osvaldo me puxa em direção ao seu pau com tanta forca que aquela vara gigante entrou rasgando parecia que tudo dilacerava por dentro não consegui conter o grito de tanta dor ,fui arrombada pelo morenao cavalo.Fiquei imóvel emcima daquele mastro uns 5 minutos e logo comecei a bater uma siririca e me movimentar suave quando estava acostumando com aquele pau na minha buceta ele começou abme socar. , primeiro devagar logo acelerou ,era a dor misturada com prazer ... depois de uns 15 minutos me arrombando gozei como uma cachorra... e depois dessa noite saímos várias vezes e muitas aventuras tivemos e fantasias realizamos relato no próximo conto



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.