"Os mais excitantes contos eróticos"

 

A Decisão X - Final


autor: mrpr2
publicado em: 26/01/17
categoria: gays
leituras: 1153
ver notas
Fonte: maior > menor


A Decisão -X- Final

Lucio irmão de Bruno namorado de Luciana e eu estávamos conversando na sala quando de repente começamos a ouvir o barulho da cama batendo na parede ritmadamente, som de quem estava transando e era a Luciana e o Bruno. Começamos a rir e Lucio achou melhor sairmos para passear. Conversando pelo caminho ele sempre ria com seu sorriso lindo e perfeito e apesar dele ser um cara forte trabalhado na academia aparência máscula assim como Carlão eu me sentia a vontade com ele, talvez o fato dele já ter me contado que era gay ajudasse, mas não era so isso apesar de nos conhecermos a poucos minutos eu já me bem ao seu lado, protegido e claro com seu jeito carinhoso de me tratar eu estava nas nuvens.
Depois de andarmos um pouco Lucio viu uma daquelas maquinas de sorvete e disse que queria um tinha ficado com vontade quando nos viu tomando Luciana e eu. Chegamos mais perto e atravessei a rua correndo já que a maquina estava do outro lado, mas como vinha um carro Lucio achou melhor esperar nisso quem aparece? Jhonatam abordando Lucio para que ele comprasse roupas. Lucio estava bem de frente a entrada da loja onde Jhonatam trabalhava ate ai normal, mas logo em seguida a conversa tomou um rumo não muito interessante para mim.
_ Você é novo aqui no bairro? Já conhece a loja?
_ Sim estou me mudando para ca, não conheço, mas no momento não estou precisando de roupa na verdade estou precisando é de um emprego.
_ No momento a loja não esta contratando, mas se você quiser posso te dar trabalho... Quer dizer te ver algum trabalho, sabe sempre vem gente aqui na loja e conversando se sabe muita coisa. Tem whats caso eu encontre algo para você?
_ Obrigado você esta sendo muito gentil, mas...
_ Você que é uma graça, quer dizer parece ser gente boa.
Disse Jhonatam dando uns tapinhas no ombro de Lucio que no final passou a ser quase uma massagem.
_ Nossa braços fortes, você malha?
Neste momento volto com os dois sorvetes um para Lucio e outro para mim e interrompo a conversa.
_ Uhum parece que você já conheceu o vendedor com maior lábia da cidade Lucio?
_ Lian? Te mandei mensagem hoje acho que ainda não viu. È... eu estava aqui conversando com o...
Disse Jhonatam soltando Lucio tentando pegar na minha mão.
_ Percebi o quanto a conversa estava interessante.
_ Que isso meu amor sabe que só tenho olhos para você...
_ Vamos Lucio acho que já deu aqui.
Saímos da frente da loja e meu celular começou a vibrar com varias notificações de mensagens nem olhei porque já sabia de quem eram.
_ Pensei que estivesse solteiro.
_ E estou.
_ Acho que pintou um clima ali atrás.
_ Não... Aquele é meu ex e pode ter certeza de que não tenho a menor intenção de voltar com ele, mas sabe o que me deixa puto de raiva? É que ele me traiu fica sempre atrás de mim jurando que mudou, que me ama, mas é só passar um cara bonito na frente dele que ele já se assanha todo.
_ E a raiva é por você ainda gostar dele apesar dele ser galinha?
_ A raiva é por eu não ter percebido antes que estava sendo enganado e ele continuar querendo me fazer de trouxa e quase ter cedido enganado por sua lábia e seu jeito sedutor.
_ Então admite que ele ainda mexe com você?
_ O Jhonatam sabe ser envolvente e ele é muito bonito quanto a isso não há discussão e não vou mentir, mas ele já me fez sofrer e ao contrario do que ele diz ele não mudou, não quero mais isso para mim.
_ Gostei da sua sinceridade. Ei uma loja de moveis usados talvez eu consiga algumas coisas um guarda roupa, cama.
_ Vamos dar uma olhada, mas cama é melhor uma nova não?
Entramos na loja e vimos muita coisa, sabendo que Lucio tinha interesse em alguma mobília para o quarto andamos atrás de moveis usados e lojas de produtos novos, andamos muito comemos lanche, ele sempre muito simpático, rindo das minhas atrapalhadas, às vezes sua mão tocava na minha outras vezes sentia ele atrás de mim.
_ Ai amiga o Lucio é um sonho!
_ Que bom que estão se dando bem. Ele é muito gato ne? E parece ser gente boa também.
_ Muito!!! Já adicionei em todas as redes sociais e ele é gay!!!
_ Garoto esperto!
A semana foi passando, Lucio e eu estávamos sempre conversando seja por aplicativos ou pessoalmente, ajudei ele a escolher alguns moveis para o quarto inclusive a cama nova de casal, distribuímos currículos, passeamos pela cidade e ele sempre sendo muito atencioso e fofo comigo. Jhonatam não parava de me enviar mensagens tive que bloquea lo o que fez ele bater la na porta de casa. Mesmo eu dizendo que não tinha mais nada com ele minha mãe deixou ele entrar e ele acabou no meu quarto novamente, mas dessa vez eu não cedi fui firme e ele foi embora, não demorou muito para fotos dele beijando outro garoto aparecer na net noticia que Luciana correu para me mostrar e claro no outro dia flores e bombons de desculpas na porta da minha casa.
Era sexta a noite Luciana passou em minha casa para irmos juntos na casa dos garotos, chegando la compramos uma pizza e depois combinamos de ir na Dance. Bruno tomou seu banho enquanto eu conversava com Lu e Lucio na sala depois foi a vez de Lucio tomar seu banho e sair apenas com a toalha enrolada em seu corpo. Nossa quase tive um treco vendo aquele peitoral branquinho escorrendo gotinhas de agua, foi a primeira vez que o via assim. Depois do banho super cheiroso com um perfume maravilhoso e todo descolado com uma camiseta três quartos e um jeans escuro fomos para a boate. Lucio dançava bem envolvente sempre ao meu redor ate que fui ao banheiro.
Quando volto do banheiro dou de cara com Carlão com uma long neck na mão junto de Luciana, Bruno e Lucio meu sangue subiu, mas tentei manter a calma fui ate eles e não dei bola para Carlão que estava todo sorrisos para Lucio ate eu chegar, mas que logo fechou a cara e passou a beber uma atrás da outra com a cara fechada me encarando dançar com Lucio e eu fingia que nada estava acontecendo para completar Jhonatam chega vem dançar perto de nos sempre tentando se encostar em mim e eu tirando ele ate que finalmente deu uma sumida.
Fui ao bar pegar algo para beber quando Carlão chega em mim e me segurando pelo braço me leva para perto da parede e usa seu corpo para me imprensar contra a parede:
_ Qual é a sua com aquele cara novo?
_ Se esta afim dele chega nele!
_ Não me provoca Lian!
Disse Carlos em tom de ameaça.
_ Vai fazer o que?
Carlos então deu um sorriso e aproximou o rosto tentando me beijar, mas eu virei o rosto onde ele deu uma cheirada em meu pescoço e uma passada de língua.
_ Você esta me deixando louco priminho. Meus pais foram novamente para a chácara quero meter nessa bundinha branca ate amanhecer.
_Sai Carlos!
Tentei empurra lo em vão. Neste momento uma voz por trás de Carlos diz: além de uns tapinhas em seu ombro.
_ Algum problema aqui Lian?
_ Ho novato! Nenhum problema é só uma conversinha em família, sou primo dele.
Respondeu Carlos
_ Me tira daqui Lucio.
Gritei.
_ Olha só acho melhor você ir dançar e beber mais para la e deixar seu primo e eu em paz, pode ficar tranquilo estou com ele.
_ Que tal você ir dançar e beber para la e deixar meu primo e eu conversarmos em paz em Novato?
Disse Carlos se virando para Lucio enchendo o peito e apontando o dedo no peito de Lucio com a cara fechada.
_ Vem Lian!
Disse Lucio
Fui saindo e Carlos tentou segurar meu braço, mas Lucio o segurou por trás o imobilizando.
_ Hoje não camarada!
Disse Lucio soltando e empurrando Carlos que com ajuda da bebida saiu “catando cavaco” ate mais em frente. Se recuperou virou se para o lado de Lucio e veio correndo, mas Lucio segurou seus braços e começou a chamar os seguranças e Bruno. Logo Bruno, Luciana e os seguranças chegaram e Lucio empurrou Carlos para cima dos seguranças que seguraram Carlos e disse:
_ Esse cara bebeu de mais e veio para cima de mim, só quero dançar em paz!
Carlos estava descontrolado, gritando e xingando foi retirado a força pelos seguranças. Me aproximei de Lucio e perguntei:
_ Esta tudo bem? Ele te machucou?
_ Estou bem Lian ele nem me tocou, mas e você?
Perguntou Lucio acariciando meu queixo com o polegar.
_ Graças a você estou bem.
Neste momento Lucio aproximou seu rosto do meu e me deu um beijo delicioso, o lacei com meus braços em volta de seu pescoço e ele com seus brações em volta de minha cintura me trazendo mais para junto dele. O Resto da noite foi de muitos beijos e dancinhas coladas mesmo fora do ritmo que o DJ tocava, estávamos em nosso ritmo ate que decidimos ir para a casa de Lucio. Já estávamos saindo da boate quando vi Jhonatam agarrado com um loirinho se esfregando e beijando quase engolindo o coitado nem me viu de tão entretido que estava.
Chegando na casa entramos já nos agarrando, Lucio trancou a porta do quarto para não sermos perturbados caso seu irmão chegasse e já começou a desabotoar os poucos botões ainda abotoados que restaram. Logo estava em cima de mim beijando minha boca, meu pescoço e meu peito nu sobre sua cama nova.
Lucio desabotoou minha calça e me despiu dela e de minha cueca caindo de boca em meu pau branquelo e duro que já babava muito me fazendo gemer de prazer. Lucio sugava forte, passando sua enorme mão em meu peito, lambendo minha viria e meu saco. Me colocou de quatro deu umas mordidas em cada uma de minhas nádegas abriu bem minha bunda e passou sua língua gemi alto não deu para segurar.
_ Curtiu?
_ Muito!
Então Lucio lambeu novamente e enfiou sua língua em meu cu cuspiu e enfiou de novo e depois começou a me penetrar com o dedo um depois dois dedos com sua mão em meu peito fazia movimentos de penetração, logo sua mão desceu para meu pau e começou a me masturbar mordendo em minha orelha, soprando e beijando minha nuca me fazendo delirar de tesão.
_ Assim eu vou gozar!
_ Desde que não queria parar a brincadeira fique a vontade, mas isso é só o começo. Neste momento ele me vira tira fora sua calça junto com a cueca fica entre minhas persa sobre mim me beijando e roçando nossos cacetes um no outro eu já quase gozando. Lucio então senta na cama e me pede para eu chupar seu pau o que faço de imediato alternando pressão, velocidade só a cabeça engolindo todo ele, lambendo colocando suas bolas na boca, lambendo sua virilha ele então da uma levantada na bunda dando sinal que quer linguada no cu. Empurro bem suas pernas deixando seu rabo aberto e lambo seu reco abocanhando seu cu e depois começo a penetra lo com os dedos chupando seu cacete fazendo com que Lucio gema alto de prazer.
Depois de um tempo Lucio vem novamente para cima de mim me beijando a boca, esfregando seu corpo no meu e se ajeitando de froma com que minhas pernas fiquem em volta de sua cintura me arreganhando para ele começa a brincar com seu cacete na porta do meu cu que já pisca feito louco sentindo aquele cabecinha quentinha enquanto sou muito beijado. Sem me largar ou sair de cima de mim Lucio pega um preservativo que deixou em cima da cama quando tirou sua calça coloca em seu pau e começa a pincelar meu cu e a forçar, mas peço que ele pegue lubrificante. Como um raio Lucio vai a sua mala e a vasculha tirando as coisas ate que encontra um tubo de KY passa em seu pau e meu cu e volta a ficar na posição inicial em cima de mim brincando na portinha do meu cu agora já lubrificado e com meu cu piscando sua cabeça já entra com facilidade umas duas estocadas e já esta tudo dentro seus beijos em minha boca, pescoço língua e suas brincadeiras anteriores juntando ao nosso tesão faz com que eu não sinta nenhuma dor. Lucio da algumas reboladas, pede para eu rebolar e piscar minha bunda em seu pau me deixando ainda mais relaxado para então inciar um vai e vem forte que chega a fazer barulho o encontro de nossos corpos não acredito que naquela velocidade e eu so sinta prazer ele suava e metia vigorosa e rapidamente em meu cu com seus olhos a centímetros do meu, me vira de lado na cama fica de pe no chão e mete em mim, nunca tinha feito essa posição, mas curti muito, me coloca de lado e começa a socar forte novamente , passando a mão em minhas costas, peito e então agarra forte meu cacete e começa a me punhetar ai não aguentei não demorou muito e eu já estava jorrando porra gemendo alto sem me importar com ninguém. Lucio também gemia alto e forte como um macho metedor que é e logo encheu o preservativo de porra em minha bunda. Ficado engatado em mim de ladinho na cama acariciando meu corpo e beijando meu pescoço acalmando nossa respiração. E logo percebemos que não estávamos sozinhos ouvindo o barulho da cama de Beto batendo na parede e os gemidos dos dois que vinham do quarto.
_ Acho que vou ter que ajudar meu irmão a parafusar melhor aquela cama e colocar um pneu entre ela e a parede antes que ele derrube a casa kkkkk
_ Com certeza!
Acabamos dormindo agarradinhos. Na semana seguinte conseguimos entrevistas e nos dois conseguimos trabalhos em lugares diferentes. Lucio entrou na academia e tanto insistiu que eu acabei indo junto com ele. Não queria ir na mesma academia que Carlos treinava, mas Lucio disse que aquela era a mais perto, além de ser a melhor das redondezas e para eu não me incomodar nem com o Carlos nem com Igor ou qualquer um que quisesse fazer ou dizer alguma gracinha. Carlos sempre chegava quando estávamos terminando o treino e sempre que passava por Lucio era com a cara fechada e punhos cerrados da mesma forma com que fazia com Jhonatam outro que ele odiava ate a sombra e continuava a implicar e a cassar confusão mesmo estando com outros.
Carlos não demorou muito e engatou um namoro mais serio com uma de suas piriguetes e claro que sempre tentava demonstrar sua virilidade e masculinidade a agarrando beijando e tentando outras coisas em locais públicos entre eles a academia principalmente se eu estivesse perto algo que ele fazia questão o que fazia com que ele sempre fosse chamado atenção, afinal mesmo sendo hetero existe um limite e bom senso já que ninguém é obrigado, mas ele fazia de proposito deixando um sorrisinho sacana no rosto.
Jhonatam continuava a “passar o rodo” na cidade e claro não perdia uma oportunidade de tentar eu não digo voltar comigo, mas de me “pegar” a essa altura não acho que ele sentisse mais nada por mim se pe que algum dia sentiu, mas queria ter o gostinho de me ter e meter de novo e principalmente fazer ciúmes em Carlos e Lucio e mostrar que conseguia quem ele quisesse quando quisesse uma pena para ele que contra seu charme eu já estava vacinado.
Lu continua sendo minha melhor amiga e namorando Bruno que me recebeu super bem por dois óbvios motivos seu irmãozinho estar apaixonado por mim e eu ser o melhor amigo de sua namorada sem contar o fato de eu ser um amor de pessoa claro.
Aos poucos minha vida ia entrando nos eixos novamente, eu estava trabalhando e fazendo academia a noite, namorando Lucio que além de lindo é muito carinhoso, fogoso na cama e principalmente me respeita e gosta de mim do jeito que eu sou.
Perfeito? Nenhum relacionamento creio que seja. Sim brigamos as vezes ele é muito atraente e não são poucas as vezes que é só deixa lo um segundo sozinho para uma periguete ou um manja rola estar de cima dele na volta e eu também tenho meus atrativos principalmente agora depois de um tempo malhando e isso faz com que algumas discussões aconteça por conta de ciúmes tanto dele quanto de minha parte, Lucio também é um pouco baguncento meu oposto já que odeio bagunça e vivo arrumando o quarto dele. Meus pais principalmente minha mãe gostaram muito dele, meu pai parece ter mais assunto com ele que comigo passam horas falando sobre futebol e esportes, minha irmã queria saber se eles não tinham um outro irmão ou primos.
Tomar decisões não é fácil significa muitas das vezes sair de sua zona de conforto e se aventurar em algo novo desconhecido. Eu estava em uma certa zona de conforto com Jhonatam em um circulo vicioso onde eu era traído, me sentia culpado por não poder estar com ele e junto com sua sedução e lábia acabava me deixando seduzir o perdoando e voltando a acontecer tudo novamente quando finalmente tomei a decisão de deixa lo de vez foi difícil não via uma luz no final do túnel como reagir se não fosse por minha amiga Luciana talvez estava ate hoje vivendo como um zumbi trancado no quarto vegetando. Tentando tampar o buraco deixado por Jhonatam acabei-me entregando por puro desejo e tesão de momento o que acabou gerando outros momentos por consequência que eram bons quentes, mas ao mesmo tempo vazios de sentimentos era apenas sexo movidos por minha raiva de corno e carência facilmente usadas por meu primo que só queria dar vazão a suas necessidades homossexuais sem que isso pudesse se espalhar. A decisão de não querer mais os encontros com Carlão não foi difícil assim que percebi seus reais interesses perdi completamente o desejo por ele difícil foi escutar ele dizer coisas horríveis sobre mim pelas minhas costas. A decisão de tentar de novo com outra pessoa foi rápida e fácil, pois Lucio parecia ser bem interessante e realmente é, mas um relacionamento é feito de varias pequenas decisões diárias de aceitar ou não, falar ou não, reclamar ou dar soluções e reunir todas essas pequenas decisões e pesar se vale a pena ou não continuar e por enquanto esta valendo e muito e espero que continue assim por muito tempo.

Gostou do conto? Ja aconteceu algo semelhante com você? comente, vote, participe!

Fim.

Autor: Mrpr2.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.