"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Comendo a namoradinha safada


autor: Katita
publicado em: 30/01/17
categoria: jovens
leituras: 4781
ver notas
Fonte: maior > menor




Katia estava sentada, Rodrigo em pé na frente dela com o pau duro apontado bem na sua cara.

----- Anda Chupa logo ele. - pediu Rodrigo chegando o pau perto da boquinha dela.

Toda tímida Katinha abriu a boquinha e deixou o cacete entrar, segurou com a mãozinha em volta dele seus dedinhos nem fecharam direito em volta daquela rola grossa, foi punhetando ele e chupando só a cabecinha, Rodrigo olhava pra aquela putinha lembrando o dia em que começou a trabalhar no banco, toda séria, dizendo que não queria ficar com ninguém que trabalhava ali, quando pois os olhos nela sabia que ia ser sua. Kátia era uma delícia alta magra, seios pequenos mas uma bundinha empinadinha e redonda tinha um sorriso bonito mesmo usando aparelho, o aparelho não atrapalhava mesmo em nada ela chupava muito bem. Rodrigo segurou a cabecinha dela e começou a gozar, Katia tentou se erguer mas ele nem deixou ela se mexer nem tirar a boca do pau.

---- Não, vai fugir não cachorra, engole, engole tudinho seu leitinho, mama vai... assim....

Katinha sem opção mamou boazinha toda porra dele quase engasgou de tanta porra que engoliu.

---- Aí que nojo você Gozou na minha boca Rodrigo!

O celular dela tocou ela pegou e atendeu era sua mãe.

----- Oi mãe... To bem, tô aqui na casa do Digo... Acho que vou dormir aqui hoje tá... Porque o pai não deixa?... Mãe é meu namorado.... Ta bom. Peço pra ele me levar..

Kátia desligou o telefone e olhando pra Rodrigo:

---- Vou ter que ir embora... Você vai ter que me levar...

---- Primeiro eu te como depois te levo pra mamãe tá bom assim...

Katinha se arrepiou toda olhando pro pau dele que já estava duro outra vez.

---- Anda deita aí deixa eu ver essa buceta.

Kátia deitou puxando o vestidinho vermelho pra cima até aparecer sua calcinha Rodrigo veio por cima dela com a rola balançando já doido pra meter, ela só puxou a calcinha pro lado, e mostrou aquela pepeka toda fechadinha raspadinha prontinha pra ele arregaçar, tinha só um filete de pelinhos bem em cima da rachinha, Rodrigo apontou o pau bem no meio dela.

---- Eu adoro te foder sabia, adoro foder essa bucetinha apertadinha...

---- E eu adoro quando você fode ela... Vem..

Ahh!! - ela gemeu quase gritando, porque entrou de uma vez.

Kátia ficou com a pica socada até a metade abrindo sua buceta no meio, tava seca ainda não tinha se excitado o bastante, mas Rodrigo também não esperou, já foi bombando a coitadinha seca mesmo as primeiras metidas doeram um pouquinho até ela relachar e se melar com o melzinho que saia da cabeça do seu pau.

---- Ahh... Hummm... Ahiiii... Nossa que grosso... Ahuuu.

Mesmo com bucetinha já molhada ainda era bem apertada aquela safadinha e pra uma rola grossa como a de Rodrigo, ele tinha quase que arrombar ela pra entrar , tirou o pau pra olhar o estrago, Kátia tentou fechar as pernas e ele segurou abertas.

---- Fecha não, não mandei você fechar abre essa buceta Anda arreganha bem...

Kátia segurou uma perna de cada lado bem arreganhada sua bucetinha ficou toda abertinha pra ele Rodrigo chegou com a boca perto e cuspiu na racha dela depois apontou e atolou o pau na xana colocou até as bolas colarem na buceta meteu todinho até o talo.

---- Ahii!! - gritou ela de dor.

Ele pegou ela de jeito é castigou rápido e com força a cama afundava com as metidas e o colchão rangia um pouco.

---- ahh! Ah! Espera, espera sua mãe vai ouvir a gente. Ah!

---- Deixa ouvir .... Ela já sabe que eu te como toda vez que você vem aqui

Foi meia hora tomando pica, quando acabou a xana dela tava aberta toda fodidinha.

---- Acabou?... - perguntou ela recuperando o fôlego.

---- Ainda não tem um pouquinho ainda virá a bundinha.

---- Ah não Digo no cuhoje não.

---- No cusim anda vira logo.

Rodrigo segurou pelas pernas dela e virou seu corpo num movimento só já deitou por cima pra ela não virar de novo.

---- Rodrigo assim não.

---- Shiiiu.... Quietinha.

Ele puxou a calcinha pro lado descobrindo toda a bunda dela agora, ela tentou empurrar ele mas não conseguiu, já estava com o pau no meio da sua bundinha procurando o buraquinho do seu cuzinho, Rodrigo forçou até a cabeça entrar.

---- Ahiii! Ta doendo , tá doendo. Ahhh...

Ele deixou ela se acostumar primeiro depois foi descendo até ir a piroca entrar inteira.

---- Que cuzinho delicioso...

Ela tava trancando o cuzinho piscava apertando a rola dele Rodrigo deixou ela relachar pra daí começar a foder, quando começou seu rabinho sofreu do mesmo jeito

---- Ahh!! Ah! Ahhh!- gritava ela sem parar- chega ! Chega! Para Ahh!

Não costumava dar o cuzinho só depois que começou a namorar com Rodrigo que ele exigiu comer o cudela sempre que transavam, já sabia que pra ganhar pau na buceta tinha que dar o cutambém.

---- Ta acabando bebê.

Rodrigo castigou ela de verdade Katia sentiu que seu cuzinho já tava sangrando , mordeu o travesseiro pra aguentar a dor dessa vez ele não parou foi até gozar e arrombou ela todinha. Foi um alívio sentir a porra quente dele encher seu buraquinho, Rodrigo gozou bastante, uns quatro jatos bem fartos de sêmen quando tirou o cacete dela começou a vazar pra fora e escorrer pra cama pelo buraco do seu cuainda piscando mas agora já bem maior ele deixou ela na cama e se levantou dizendo:

---- Pronto agora eu te levo pro seu papai, já terminei com voce.

---- Nossa também né comeu minha buceta meu cue minha boca, se tivesse mais buraco que coubesse seu pau eu tava perdida com você.

---- Você gosta que eu sei... Anda vai se limpar que vou te deixar em casa.

A moto parou na frente da casa dela, Rodrigo foi até a porta onde o pai de Kátia esperava.

---- Ta entregue inteirinha, sã e salva...

O pai dela apertou a mão de Rodrigo e trocaram mria dúzia de palavras cordiais enquanto Kátia entrava pra dentro de casa, mal sabia seu papaizinho o que ela tá aprontando pensou, ainda com o cuzinho dolorido.





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.