"Os mais excitantes contos eróticos"


Titio gostoso: a DP com Joana


autor: GostosudaPE
publicado em: 03/02/17
categoria: incesto
leituras: 6854
ver notas
Fonte: maior > menor


Olá, gente. Lembram que no último conto, fizemos sexo com Joana, a nova namorada do meu titio? Querem saber o que mais rolou na nossa transa com ela? Vou contar tudinho agora.

Sou negra, baixinha, gordinha, com coxas grossas, bunda e seios grandes. Já o meu titio tem 35 anos, negro, alto, forte, lindo e com um pau delicioso. Joana é negra, alta, cabelos dreadslocks que vão até a cintura, seios médios, cintura fina, quadris largos. A verdadeira mulher com o corpão violão.

Depois daquela gozada fenomenal, ficamos deitados na cama. Os corpos suados, a respiração voltando ao normal, a delícia da saciedade...

Fiquei pensando em como minha primeira experiência com uma mulher tinha sido maravilhosa. Delícia sentir aquele corpo macio contra o meu, aquela boca me tocando, as mãos me provocando... Ai!
O desejo voltou com força total.

Olho pra cama e vejo Joel dormindo. Pense num homem lindo! Joana está de olhos fechados, com a perna por cima das de titio. Subo um pouco na cama beijo a boca dela. Sinto seu corpo acordar e corresponder ao meu beijo, ainda de olhos fechados. As nossas línguas se enroscam... Ela me abraça forte. Intensifico o beijo e a briga de língua torna-se mais feroz. Gemo alto. Que delícia ser beijada Assim.

Abro os olhos, desço a boca pelo pescoço de Joana e distribuo beijos. Chego nos seus seios deliciosos e abocanho o esquerdo, enquanto acaricio o direito. A mulher geme alto também. Segura a minha cabeça com força, me chama de gostosa. Abocanho o seio direito agora e aperto o bico do esquerdo. Sinto ela se derreter na minha boca. Deslizo minha língua por sua barriga, brinco um pouquinho no umbigo, enquanto minha mão agarra aquela buceta carnuda. Encontro o seu grelinho já duro e dedilho ele com delicadeza.

Levanto a cabeça e olho nos seus olhos: o prazer grita em cada expressão. Continuo a descer língua e deposito beijinhos em sua buceta gostosa. Ela geme alto mais uma vez. Minha língua acha o seu grelo e começa a provocá-lo impiedosamente. Sinto seu melzinho molhar minha boca... Intensifico as chupadas. Lambo o grelo, penetro com a língua, sugo aquele botãozinho de novo. Realmente estou viciada em buceta agora. Volto a me concentrar no grelinho. Minha língua o provoca sem trégua e Joana grita de tesão. Olho pro lado e vejo titio acordado, admirando nossa foda. Joana agarra a minha cabeça e põe de volta na sua buceta. Esfrega o grelo na minha língua e goza alto, chamando o meu nome. Meu rosto finalmente é liberto e está totalmente melado pelo gozo daquela mulher maravilhosa.

Joana se levanta da cama e sai do quarto. Titio se aproxima de mim na cama e me abraça, beijando o topo da minha cabeça.

---Marina! Sabe o que eu mais adoro? Sua liberdade sexual. És aberta a tudo. Isso é maravilhoso em você.

---Eu que o diga – falou Joana, de volta ao quarto. Ela trazia um coisa na mão. Era um pênis de borracha, com um cinto acoplado.

---Eu gosto de sexo – respondi. – O prazer é necessário pra vida e vocês me fazem gozar pra caralho...

Joana solta uma gargalhada e titio me abraça mais forte ainda. Sinto as mãos de Joel na minha bunda, brincando com o meu cuzinho. Joana deita na cama junto com a gente e coloca o cinto. Caralho! Agora a mulher tem um pau grande e reluzente!

Tio Joel beija a minha boca com delicadeza e depois com força. Me acendo na hora. Aquele homem me deixa louca! Titio desce a boca para os meus seios, chupa os dois e continua o caminho do prazer pela minha barriga, até chegar na bucetinha. Lambe meu grelo de maneira deliciosa e introduz um dedo. Grito de tesão. Ele continua com as línguadas e dedadas e Joana se aproxima por cima. Coloca aquele pênis de borracha próximo a minha boca e me manda chupar. Chupo, né?

Depois de deixar aquele pau bem molhado e de sentir meu gozo se aproximar, Joana e Joel trocam de posição. Ele vem pra minha frente e ela me coloca de quatro na cama. De repente me vejo com a boca cheia da rola de titio e uma mulher penetrando minha bucetinha molhada com um pênis de borracha. Vou a loucura com a cena. Joana começa a bombar em minhas carnes e titio mete na minha boca como se fosse num cuzinho. Ouço os gemidos dos dois e isso me enlouquece. Gozo de maneira estrondosa, enquanto Joana continua a meter em mim e titio anuncia que vai encher minha boca de porra quentinha. Que sinfonia sexual acontece naquele quarto!

Joana sai de dentro de mim e se aproxima de titio. Beija a boca dele. Vira-se pra mim. Coloca o pau melecado do meu gozo na minha boca e diz:
---Sei que você adora sentir o gosto da sua buceta, Marina... então lambe bem ele, pois quem vai se deliciar com a sua metida agora sou eu.
Solto um gritinho de ansiedade.

Joel continua no beijo com Joana e ela tira o cinto. Titio se levanta, agarra os seios dela e coloca a mão na sua bucetinha.
---Molhadinha, hein Joana?
---Tesão demais, Joel. Essa putinha é uma delícia e você é um gostosão!

Eles olham pra mim, deitada de bunda pra cima na cama e titio começa a dizer:
---Marina. Nós vamos fazer uma DP agora.

---É titio? Vou ser penetrada por você e Joana?

---Na verdade, Joana será penetrada por nós dois. Você e eu.

---Como assim? Eu vou usar o pênis borracha? Nunca fiz isso, tio.

---Mas você aprende rápido. – Fala Joana – E como Joel só pode fazer anal contigo... quero você comendo meu cuzinho.

Pirei com aquelas palavras e beijo a boca de Joana com sofreguidão. Titio me agarra por trás e se esfrega em mim. Ficamos num gostoso abraço à três até Joana se afastar e pegar o cinto. Ela o prende em torno dos meus quadris, se agacha e começa a chupá-lo. Gente! Que sensação deliciosa.

Titio agora está atrás de Joana, acariciando seus seios, se esfregando nela. Gentilmente, ele a leva pra cama, deita de costas e ela fica por cima dele. Se beijam. Dá pra eu ver a briga de língua que é travada dentro daquelas bocas. Joel se encaixa debaixo de Joana e a penetra lentamente. Ela geme alto. Os movimentos de vai e vem começam bem devagarinho. Eu chego perto daquela linda bunda arrebitada, abro um pouco e acho seu anelzinho. Beijo, lambo, sinto Joana oscilar na cavalgada. Percebo que é chegada a hora de penetrar uma mulher pela primeira vez. Apoio a ponta do pau na entrada do seu cuzinho e vou avançando bem devagar. Que delícia sentir aquela carne se abrindo pra me dar passagem. Joana geme, eu gemo, titio geme. Todo mundo gostando muito. Sincronizo meus movimentos com os de Joel e nos acabamos naquela transa.

Sinto todo o corpo de Joana tremer. Os movimentos estão deliciosos. Chego a sentir as estocadas de titio e minha excitação está chegando ao limite. Joana começa a quase pular em nossas rolas e anuncia que vai gozar. Aviso que se ela gozar eu gozo junto e titio diz que vai gozar também. Ela goza gritando. Eu me desfaleço em prazer e Joel chama nossos nomes enquanto goza.

Que trepada sensacional. Adoro essas aventuras.
---Vocês dois são os melhores presentes que já ganhei– Fala Joana, com uma voz cansada.

---Quero fazer tudo de novo – falo eu, entusiasmada.

---Você é a putinha mais gostosa desse mundo, Marina! – É a fala do meu titio gostoso.

Solto uma gargalhada e grito:

---Casal gostoso da porra!


gostosudape@yahoo.com

Joana, ainda te amo!









ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.