"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Esposa forçada a transar com ladrões


autor: Paulistaliberal
publicado em: 19/02/17
categoria: grupal
leituras: 12455
ver notas
Fonte: maior > menor


Eu e minha mulher estávamos em casa fazendo amor daqueles que arrepiam com simples toques. Escutamos um barulho na porta, mas achamos que seria o vento que esta forte aquela noite e fazia a porta tremer. Continuamos na cama e estou comendo minha mulher de quatro, ela rebola gostoso no meu pau. Ela é negra e a luz da noite vindo da janela faz a pele dela brilhar. Estamos no apice. Quase gozando.

A porta do quarto abre e dois homens encapuzados entram anunciando um assalto. Pedem silêncio. E observam o corpo dela nu. Ela se enrola no lençol. Eu pergunto o que querem, eles respondem que querem dinheiro e coisas de valor, como jóias. Digo que não tenho nada ali.
Eles procuram mas não acham nada de interressante para levar. Os dois ficam olhando minha mulher enrolada no lençol e dizem que não sairiam de mãos abanando. Eu imploro para nos poupar. Ofereci sacar algum dinheiro mas não quiseram. Me amarraram em uma cadeira em frente a cama e me ameaçaram dizendo que se eu não desse dinheiro eles iriam fuder minha mulher, e que se ela reagisse eles atirariam em mim. Minha mulher tem belos seios de tamanho grande e com bicos durinhos. Eles vão na direção dela e puxam o lençol...eles tiram a roupa mas não tiram o capuz.
Eram 2 mulatos com pintos grossos e cabeçudos.
Eles sentam ela na cama e obrigam a chupar o pau deles. Ela faz o que eles pedem. Chupa um. Bate punheta pro outro...eles seguram o cabelo dela, lambem os mamilos e apertam seus seios. Um deles me olha enquanto ela faz o boquete e diz que ela chupa gostoso, que tem labios macios.

Colocam ela de quatro na cama e um enfia o pau na buceta que ja esta molhada e bomba forte, da uns tapas firmes na bunda. Segura a cintura e pede pra gemer alto. O outro observa enquanto se masturba ao lado.
Eles trocam e o segundo que tem um pau mais grosso. Coloca devagar e faz com mais carinho e no ritmo mais calmo. Acaricia as costas e pede pra rebolar no pau dele. O outro deita na cama e manda ela chupar. Um metendo atras e uma pica na boca. Sem tempo de descanso. Ela até se perde tendo que rebolar e chupar. Eles estão insaciaveis e exigem muito dela. Percebo que ela esta gostando mas tenta não transparecer. Eu tambem fico excitado vendo a cena. Ela faz o mais gostoso possivel para eles gozarem logo. Mas eles vieram preparados para fuder muito.

Um deles senta na beira da cama. Faz ela sentar e cavalgar enquanto o outro chega com a pica na boca dela. Ela parece exausta, esta molhada e suada.

Eles descem pra sala e me deixam sozinho amarrado no quarto. Escuto eles dizendo "vamos comer esse cu agora" enquanto descem a escada.
Não me preocupo tanto pois minha mulher ja deu o cuzinho dela para mim e sempre gostou.

Um deita no sofa. Ela senta com a buceta no pau dele e outro com a cabeça inchada vai colocando no cuzinho. Escuto ela gemer alto. A pica é grossa e precisa de um lubrificante. Ela sobe com um deles e pega no nosso guarda roupas. Então ele vai colocando aquela pica grossa no cu e ela vai se contorcendo pra dar conta dos dois.
Eles fazem uma dupla penetração frenética. Enquanto um abre bunda pro outro meter. O outro segura os seios pro que esta deitado lamber. Ela esta muito excitada mas tenta não demonstrar tanto...pois esta com receio do que eu possa pensar. Mas na sala sem eu ver ela se delicia nas duas picas e realiza a fantasia da dupla penetração que ela sempre quis. Eles seguram firme e fodem gostoso. Ela goza, escuto tudo do quarto. Ela pede arrego, pede pra parar e gozarem. Eles levam ela até o quarto e colocam de joelhos na minha frente. Batem uma punheta até gozarem na boca dela. Fazem ela chupar e limpar o pau deles. Eles dizem que da próxima vez é melhor ter dinheiro em casa. Mas que minha mulher era deliciosa e que se fossem presos valeria a pena pagar por essa buceta.
Não relatamos nada a polícia. E minha mulher me disse que eles não machucaram ela. Então deixamos esse assunto morrer.






ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.