"Os mais excitantes contos eróticos"

 

A crente da Xana quente


autor: victorlionheart
publicado em: 22/02/17
categoria: hetero
leituras: 4240
ver notas
Fonte: maior > menor


Me mudei recentemente de casa, indo para um bairro do outro lado da cidade. Percebi que na região tem uma quantidade inacreditavel de igrejas, talvez até mais que botecos, o que me deixou bem para baixo, pois, nada melhor que relaxar tomando uma gelada em um boteco e assistindo a um grande jogo de futebol.

No mesmo quintal que eu moro, uma mulher que chamarei de Suzana fica praticamente o dia todo sozinha e tem todos os esteriótipos de uma garota crente, cabelos longos, saia na altura do joelhos sempre e dentro de sua casa, louvores altos enquanto faz os trabalhos de casa. Durante a mudança, notei que ela me olhava diferente e nos dias que já estava instalado, ela sempre arrumava um jeito de me parar no corredor para puxar assunto, hora para me chamar para a igreja ou para qualquer outra coisa. Um sábado qualquer, eu já tinha tomado algumas depois que sai do trabalho e ela veio novamente me chamando para ir a igreja dela e então eu bem safado, olhando apenas disse: “Vou para a sua igreja, se você deixar eu beijar essa sua boca.” Ela ficou pálida e sem graça, percebi que tinha falado besteira e resolvi pedir desculpas e ir pra casa.

Um pouco mais tarde naquele mesmo dia, ela me chamou pela janela de casa, quando eu sai, ela estava completamente difenrente, com uma calça jeans que deixava ver uma bunda não muito grande mas bem empinadinha e um par de seios durinhos e com os mamilos já ouriçados. Ela só me disse “Resolvi te levar para a igreja hoje a noite!” E quando pisquei ela já estava me beijando bem safada, me empurrando para dentro de casa. Sem pensar duas vezes, eu a levei para o sofá da sala, trazendo para que ficasse sentada no meu colo, eu segurava o quadril dela e fazia rebolar no meu pau, e conforme ia endurecendo, ela se esfregava cada vez mais. Eu mordia os peitinhos dela por cima da roupa, olhando pra carinha de safada dela, ela puxava meus cabelos e apertava minha cabeça contra ela, já louca de tesao. Arrancamos nossas roupas ali mesmo, e fomos pelados para o quarto, atravessando a casa....antes de me deitar na cama ela se ajoelhou e passou a me chupar deliciosamente, fazendo pressao nos labios como se estivesse sugando, a boca vermelha com o batom engolindo e voltando devagar...estava me enlouquecendo....Enrolei os cabelos compridos dela na minha mão e apoiei ela com as maos na cabeceira da cama, ainda em pe, puxei forte, fazendo o corpo dela arquear para tras e pincelei meu pau duro e bem lubrificado entre as suas coxas....Nunca senti uma buceta tao quente e molhada, estava simplesmente babando na cabeça e podia sentir escorrendo por toda a base do pau. Ele empina a bundinha dela para tras e a buceta quente dela engole meu pau e solta um gemido que quase me fez gozar, olhando para tras e me pedindo para meter tudo. Segurei o quadril e empurrei ele todo, com força, estocando gostoso e num ritmo frenetico...nos dois gemendo alto, ela já tinha se desfeito de toda aquela capa de crente comportada e já estava tomada pelo tesão e como uma puta bem vulgar, me pedia para que a fodesse forte...

Me deitei na cama e ela começou a me cavalgar de frente....sentando rapido e levantando a bunda até a cabeça ficar no limite da sua bucetinha e depois engolir de uma vez. Estava todo melado, ela devia ter gozado varias vezes e a bucetinha dela continuava queimando e pedindo mais....Ja não estava mais me segurando...disse que ia gozar e ela rapidamente saiu de cima de mim, dizendo que não tomava remedio. Começou a me punetar, me olhando e chupando a cabeça do meu pau, mordendo os labios, podia ver os aparelhos nos dentes dela, gozei em seu rosto, urrando e ela gemendo junto....foi uma gozada maravilhosa e uma tarde de foda incrivel. No final, como sou um cara de palavra, acabei indo na igreja dela naquele mesmo dia.

Contato Skype/email: victor.lionheart@hotmail.com



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.