"Os mais excitantes contos eróticos"

 

58 -PADRASTO TIROU OS CABAÇOS - 2ª Pa


autor: bernardo
publicado em: 02/03/17
categoria: hetero
leituras: 8040
ver notas
Fonte: maior > menor


Depois que foi surpreendida se masturbando pela mãe (leia a 1ª Parte desse conto) Marcia já com quinze anos, teve certeza que devia seguir seu conselho e a primeira coisa que fez foi começar a tomar anticoncepcionais e percebeu que ter feito isso se sentia bem mais “soltinha” e perdeu o medo de beijar e nas baladas de fim de semana já beijou dois rapazes que dançaram com ela.

Não foi tão bom quanto imaginou, mas isso não a desanimou a tentar novamente e foi com o terceiro rapaz, Lucas, 18 anos, um loirinho safado que sabia como enroscar sua língua na dela que acabou ficando toda molhadinha principalmente quando no meio dos beijos o taradinho deslizou suas mãos pelas suas coxas e quando ela se deu conta sua mão esperta estava bolinando sua bucetinha por cima da calcinha.

Foi uma delícia para ela sentir pela primeira vez os dedos ágeis de um rapaz alisando sua bucetinha ensopadinha e toda safada tirava a mão dele do meio das coxas e sem muita “convicção” pedia para ele parar de fazer aquilo com ela, porque era virgem, mas ele logo voltava a pegar na sua bucetinha e ela deixou ser bolinada deliciosamente e quando gozou tremendo todinha o safadinho aproveitou seu torpor e enfiou os dedinhos pelos lados da calcinha e continuou bolinando seu grelo tesudo até faze-la gozar novamente. Ela até pensou que tinha feito xixi junto com seu gozo porque chegou a escorrer liquido pelas coxas.

Dançaram muito e então Lucas a acompanhou até sua casa e logo que chegaram levou o safado para área nos fundos e a pregação foi ainda mais quente principalmente quando ele tirou seu pinto pra fora da calça e pediu para ela pegar e ela nem fez cu doce pegando com vontade e logo sua saia que já era curtinha foi levantada até a cintura e o loirinho safado rapidinho estava com o pinto no meio das suas coxas roçando na sua bucetinha por cima da calcinha. O tesão era intenso e seu gozo era incontido, só de esfregar era um atrás do outro e quando Lucas abaixou sua calcinha deixando-a no meio das coxas ela achou que ia perder seu cabacinho, mas ele então deslizou seu pinto na rachinha virgem totalmente encharcada e gemendo alto começou a gozar e a bucetinha peludinha ficou toda melada de porra quente que o safado ejaculou como um cavalo. Depois que o tarado gozou foi embora deixando-a frustrada... ela queria bem mais do que aquilo que tinha acontecido.

Realmente seu tesão estava atingindo níveis altíssimos e as doses de siriricas e o vício de assistir filmes pornôs aumentou bastante. Foi então que no começo da semana seguinte sua mãe lhe deu com uma notícia completamente inesperada dizendo que tinha encontrado um homem que a tinha deixado de 4 e ele a convidara para morar com ele e disse que estava querendo aceitar.

O homem se chamava Thiago, tinha 36 anos, era sócio da distribuidora de produtos de beleza onde ela trabalhava, tinha uma ótima situação financeira e quando ele lhe foi apresentado ela viu que realmente sua mãe tinha tirado a sorte grande. Thiago era um morenão de 1.85m., corpo com tudo em cima, braços fortes e além de ser bonito parecia ser um sujeito bem legal porque logo de cara brincou com ela dizendo que além de ter arrumado uma “esposa” linda tinha ganhado de brinde uma enteada também muito gata.

Com certeza pelo jeito dava para ver que era um cara que sabia como agradar as pessoas com seu sorriso encantador e uma boa conversa. Rapidamente se mudaram para casa do “marido” da mãe e certamente tudo estava se tornando muito melhor. Uma bela casa, lindos jardins e uma piscina maravilhosa que certamente tanto ela quanto a mãe iriam adorar usar para se bronzearem já que viviam frequentado as dependências de um clube do qual eram sócias, mas com certeza agora poderiam usar biquínis bem pequenos, coisa que no clube não era permitido e até mesmo ficarem nuas.

O verão estava começando e a primeira coisa que fez foi sugerir que comprassem biquínis novos para estrearem a piscina maravilhosa da casa e a mãe disse que naquele dia mesmo iriam ao shopping comprá-los.

Durante aquela primeira semana morando naquela casa foi o tempo suficiente para se organizar e também dar uma ajeitada em tudo porque como Thiago tinha comprado a casa há pouco tempo e a sua faxineira não era muito boa em matéria de limpeza deu um trabalho danado limpar todas as dependências daquele lugar que mais parecia uma mansão de tantas dependências que havia.

Quando Marcia perguntou para a mamãe como ela tinha conseguido “fisgar” o seu novo marido ela sorrindo disse que apesar de trabalhar na empresa dele durante mais de dois ano ainda não o conhecia pessoalmente até que um dia o gerente pediu que ela levasse uns relatórios de vendas na sala dele e quando ela se sentou na poltrona em frente da escrivaninha a saia do uniforme que usava apesar de não ser curta subiu pelas coxas e quando cruzou as pernas percebeu que o patrão ficou olhando entre suas coxas tentando ver sua calcinha.

Enquanto ele lia os relatórios antes de assinar ela percebeu que ele não tirava os olhos de suas coxas e disse que aquele olhar safado a começou a deixá-la com tesão e como já fazia duas semanas que estava na “seca” sentiu a bucetinha ficar toda úmida e toda safada resolveu deixá-lo ver sua calcinha à vontade e quando ele começou a perguntar se ela era casada, se tinha namorado já percebeu que ele estava a fim de pegá-la e toda safada se insinuou sem pudor e não demorou quase nada para ser colocada completamente nua em cima da escrivaninha e ele taradão passar a socar a picona na buceta nela sem dó.

Sua mãe ainda disse que o patrão tinha uma pica enorme e muito grossa e fodeu sua buceta que nem louco fazendo-a gozar como há muito tempo não gozava e depois disso passaram a transar quase todos os dias. Ela então comentou que o patrão era um tarado insaciável e viciado em pegá-la de 4 e que tinha tirado todas as preguinhas que ela ainda tinha no cuzinho e quando ela perguntou se não doía muito porque ela comentou que ele tinha uma rola enorme sorrindo safada disse:

-Marcinha minha filha... no começo até doeu um pouco... aquela pica grossa cabeçuda entrava rasgando... mas... depois também viciei em dar o rabo para aquele tarado gostoso... e hoje acho que gozo mais gostoso pelo cu do que pela buceta.

Que sua mãe era uma tarada escandalosa quando trepava ela descobriu desde o primeiro dia que se mudaram para casa de seu “maridão pauzudo”, a safada gozava gemendo tanto que parecia que estava morrendo e pelo jeito além de não se preocupar em ser discreta ela notou que a porta do quarto do casal nem estava fechada e do jeito que ela era safada e curiosa até tentou dar uma espiada para ver o que rolava entre o casal, mas como a cama ficava fora do ângulo de visão em relação à porta do quarto não teve como assistir um filme pornô ao vivo, apenas pode escutar em alto e bom som tudo que acontecia ali dentro.

Sua mãe toda tarada se mostrava uma puta que sabia pedir o que desejava do maridão pauzudo dizendo:

-Mete gostoso meu macho... soca essa pica grossa na minha buceta seu safado tarado... me fodeeeeee... soca tudoooo... ahhh que pauzão delicioso... faz sua putinha gozar do jeito que eu gosto... ahhhh... me pega pelos cabelos... ahhhh... deliciaaaaaaaaaaaaaaaa!

Ele todo taradão dizia:

-Rebola sua putona safada... gosta de pau grosso né vadia... vou deixar essa buceta inchada... ahhh... que buceta gostosa tem minha puta... por isso casei com você... morde meu pau com essa buceta tesuda... putona safada... ahhhh rebolaaaaa vadiaaaaaaaaaaa!

Não teve como ficar indiferente ouvindo sua mãe e seu padrasto trepando gostoso daquele jeito e logo seus dedinhos ágeis bolinavam seu grelinho tesudo e seu gozo chegou forte e copioso como sempre.

Aquela safadeza do casal era constante quando estavam em casa e a sua mãe toda tarada mostrava que estava sempre pronta para satisfazer as taras fetichistas do seu padrasto porque se vestia como uma puta de bordel esperando macho.

Ela vivia praticamente nua dentro de casa, com babydolls transparentes com calcinhas atoladinhas no meio do rabo e sandálias de salto ou então só de roupão de seda bem curtinho só fechado com um lacinho no cinto que logo era aberto e seu corpo voluptuoso com seios enormes pulassem para fora e sua bucetinha depilada se mostrasse inteirinha.

Toda curiosa ela perguntou para a sua mãe sobre esse seu comportamento e ela sorrindo bem safada disse que seu “maridão” sempre frequentou bordeis e gostava de ver mulheres vestidas daquela maneira prontas para atender os “clientes” e quando começaram a falar em “casamento” ele disse para minha mãe que queria que ela quando estivesse em casa se vestisse do jeito que ele gostava e a safada comentou que estava adorando fazer isso porque se antes sentia muito tesão depois das roupas de puta que ela tinha que usar o tesão tinha aumentado ainda mais.

Se a sua mãe tarada vivia praticamente nua dentro de casa seu “padrasto” taradão quando chegava em casa depois de tomar banho colocava um de seus shorts de seda não muito curtos, nem apertados, porém quando andava para lá e pra cá como o safado não usava cueca sua pica enorme balançava acintosamente roçando no fino tecido mostrando a cabeçona toda delineada. Os olhos dela espertos ficavam atentos ao desfile sensual daquele moreno sarado sem camisa com aquele tórax todo definido e mesmo não querendo ter algum pensamento sacana vendo o macho pauzudo da mãe todo gostoso ali diante dela sua bucetinha toda safada ficava assanhadinha e melava muito fácil.

Se quando o casal estava metendo gostoso dentro do quarto, apesar da porta quase nunca estar fechada ela não conseguia assistir eles treparem a todo instante pela sala, na cozinha, na varanda ao lado da piscina ela presenciava cenas de muitas putaria entre os dois. Sua mãe era muito safada e quando seu padrasto sentava em algum lugar a tarada já vinha onde ele estava e se sentava de frente no colo dele e começavam a se beijar com uma volúpia incrível e ela nem se importava se a filha estava por perto.

A putona se esfregava no ventre dele sem um pingo de pudor e quando ela estava com um dos seus roupões curtinhos o cinto se abria rapidinho e o seu padrasto alisava seu corpo deliciosamente e ela logo ficava completamente nua.

Ela ficava olhando toda tesudinha para o casal durante algum tempo e depois saia de perto os deixando à vontade e quando a coisa pegava fogo toda safada ela voltava e ficava de longe assistindo eles treparem gostoso e dava para ver a mãe cavalgando como uma louca naquela pica grossa enorme do padrasto e não tinha como não bater uma siririca gostosa e toda vez gozava junto com o casal tarado.

Foi então que batendo um papo descontraído com a sua mãe na beira da piscina se bronzeando sorrindo bem sacana disse:

-Mamãe... queria te perguntar uma coisa... sempre que teu maridão tá em casa vocês vivem trepando... já vi várias vezes... começam a se pegar e logo estão fodendo que nem loucos... e nem se importam se estou por perto! Será que depois que eu perder o cabacinho vou ser tão taradinha como você... nossa... você parece uma cadela de rua no cio! RSS.

Sua mãe deu uma gargalhada sacana e disse:

-Olha quem fala... a putinha virgem mais taradinha que existe na face da terra... você já esqueceu que te peguei batendo siririca e deu para ver que você rebolando que nem uma puta profissional... e não pense que te vi se masturbando só aquela vez... isso aconteceu outras vezes... você quando faz isso sempre esquece a porta do teu quarto aberta e quando começa a gemer não tem como não escutar... alias... outro dia vi uma cartela de anticoncepcional na gaveta do criado mudo e até ia te perguntar se já tinha dado esse bucetão para algum macho!

Marcia começou a rir do jeito que a mãe falava com ela e então respondeu sorrindo:

-É... tô vendo que não sou só eu que gosta de ver as pessoas fazendo safadeza... minha mãe também gosta de ver sua filha gozando batendo siririca... é... você quase acertou... até peguei um rapaz bem gostosinho numa festinha... se ele não tivesse gozado tão rápido acho que teria tirado meu cabacinho... mas... ainda sou uma taradinha virgem... só que ficar assistindo minha mãe dando e gozando gostoso todo dia tá me deixando completamente maluca... meus dedinhos já estão até criando calo! RSS.

-Sua safada... meu maridão até falou para gente dar uma maneirada... transar só no quarto... mas... na verdade quando sinto aquela pica cabeçuda roçando na minha bucetinha tesuda não aguento esperar nem um segundo... quero-a dentro da minha buceta na hora... nossa... nunca senti tanto tesão com outro macho... e agora que o maridão não quer mais que eu trabalhe... me quer sempre assim... como uma escrava sexual 24 horas... faz eu me vestir como uma puta... tô adorando... e... tenho certeza que você também gosta disso sua safada... pensa que não sei que você adora ficar espiando eu trepando com o seu padrasto taradão?

-Bem... sou obrigada a confessar que sim... bem melhor do que assistir filme pornô... adoro escutar minha mãe gemendo e gritando de tesão... gozando naquele pauzão enorme entrando e saindo da sua bucetinha lisinha... deliciaaaaa! Mas... agora fiquei pensando uma coisa... o Thiago sabe que eu fico vendo vocês treparem... ele deve pensar que sou uma putona também... ele adora te chamar de putona né?

-Sim... desde quando transamos pela primeira vez ele adora me chamar de putona tarada! Bem... lógico que ele sabe que você é taradinha... eu contei pra ele sobre a vez que te peguei batendo siririca e te dei um tapa na bunda e você quase morreu de susto... ele achou engraçado demais... quando comentei que você era virgem ainda... ele não acreditou muito não... disse que você tem cara de putinha tarada e do jeito que você usa esses shortinhos apertados mostrando seu bucetão enorme pra todo mundo ver... com certeza você só teve namoradinhos frouxos pra continuar sendo virgem!

O safado do seu padrasto tinha reparado no seu bucetão enorme e ela adorou saber disso e como já estavam bem bronzeadas caíram n’agua e nadaram durante um bom tempo e quando saíram da piscina sua mãe a abraçou toda carinhosa dizendo:

-Sua safadinha tarada linda... que bom que está tudo bem entre a gente... espero que continue assim.

Naquela semana com o sol brilhando todo dia ela e mãe não saíram da piscina e ficaram bronzeadíssimas com marquinhas perfeitas e extremamente pequenas e trocaram elogios sobre seus corpos e a sua mãe até comentou que estava pensando seriamente em começar andar completamente nua dentro de casa, apenas de salto alto para ficar ainda mais gostosa e deixar o maridão mais taradão.

Toda safada Marcinha brincou que se ela fizesse isso ela poderia fazer também e sorrindo bem sacana a mãe disse - poder até pode... por mim tudo bem... mas do jeito que o Thiago é taradão... acho que seu cabaço vai para o saco rapidinho!

Marcinha deu um sorrisinho safado e disse - nossa mamãe... será que meu padrasto teria coragem de comer sua linda filhinha... acho que ele não faria isso!

Sua mãe então lhe deu um tapinha na bunda e disse:

- Garota... de putaria entendo bastante... todo fim de semana eu pegava um macho diferente... tua mãe sempre foi uma putinha fácil... adoro trepar... e também sei o tanto que todo homem é safado e gosta de experimentar putas novinhas como você... ainda mais sendo cabaço... se você der mole... ele te come inteirinha... não sobra um buraquinho virgem no teu corpinho!

Ela disse - mamãe... jura que o meu padrasto é tão tarado assim? Ele é tão legal comigo... sempre me tratou com respeito... nunca deu uma passadinha de mão no meu corpo tipo sem querer querendo! Lógico que já percebi meu padrasto dando umas olhadas de rabo de olho no meu bucetão dentro dos shortinhos apertados que adoro usar... mas isso acontece com todos os homens... eu sei disso!

-Marcinha... deixa de dar uma de sonsa... você sabe muito bem do que estamos falando... macho tarado ficou de pau duro... come qualquer puta... ainda mais uma putinha tarada louca para dar igual você... mas já que tá querendo mostrar seu bucetão... você que sabe!

Ela deu um sorrisinho safado e disse que por enquanto continuaria mostrando seu bucetão só nos shorts justíssimos que ela usava sempre.

Seu padrasto teve que viajar a negócios ficando três dias fora e quando voltou já chegou cheio de amor para dar e pegando a mãe da Gracinha no colo que estava tomando sol com ela na piscina carregou-a para o quarto. Apesar da curiosidade de sempre ela resolveu ficar ali na piscina mesmo se bronzeando já que quando o casal transava no quarto não dava para assistir nada.

Depois de meia hora sua mãe lhe chamou falando que tinha acabado de receber um telefonema do seu avô que morava em uma pequena cidade a 100 km dali falando que a avó tinha sofrido uma queda e como tinha batido a cabeça ficando um bom tempo desacordada ela então resolveu ir até lá para ver de perto se tinha acontecido algo mais sério.

Seu padrasto não tinha como acompanhá-la porque já fazia 3 dias que estava viajando e sua mãe pegou o carro e foi para lá. Gracinha se ofereceu para acompanhá-la, mas ela disse que como ela não iria ajudar em nada deveria ficar para cuidar da casa e também preparar o almoço e o jantar para o seu padrasto que não gostava de comer fora, ele seguia uma dieta bem rígida comendo apenas comida natural e então ela acabou ficando.

************************************
Não deixe de ler a 3 ª parte desse conto onde a Marcia, enfim irá perder o cabaço com o seu padrasto. Caso você ficou excitada com essa história me dê uma nota, entre em contao. Skype: bernard.zimmer3 ou e-mail. bernard3320@live.com ou WhatsApp: 11-944517878, agora com vídeo chamada.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.