"Os mais excitantes contos eróticos"


Transei com meu Dentista BH


autor: Ninfetamulher
publicado em: 08/03/17
categoria: hetero
leituras: 3792
ver notas
Fonte: maior > menor


Transei com meu Dentista BH

Tenho 22 anos, alta, magra, morena, seios e bumbum grandes.

Desde a primeira consulta, me deparei com um homem lindo, alto, claro, cabelos castanhos escuro e liso, aparentemente 30 anos ou mais, sorriso maravilhoso, de óculos, atencioso e extremamente educado.

Em todas as consultas sempre puxando papo e em uma delas soltou que era casado, que a mulher é médica cardiologista, daquelas chatas, que não come nada e provavelmente, deve ser fresca.

Logo percebi uma brecha pra eu entrar, decidida de dar gostoso pra ele, naquele consultório. Resolvi marcar uma outra consulta, e sua secretaria, deu a deixa de dizer que, 13:00, 13:30 é bem vazio, não perdi a oportunidade e marquei.


Chegou o tão esperado dia, me vesti pensando nele, coloquei uma calcinha fio dental e um sutiã básico, calça jeans bem colada e uma blusa que deixava a mostra o volume dos meus seios, passei um perfume, coloquei meus óculos e fui, com as pernas tremendo, coração quase saindo pela boca, chego ao consultório, assino uns papéis e aguardo ser chamada

Rapidamente, o meu gostoso me chama: Oi, Julianaaa! Pode vim.
Aí meu Deus! Tirei o óculos, deitei na cadeira, ele colocou um papel protegendo meu colo, peitoral e conversando comigo o tempo todo, rindo como sempre e zoando que minha boca era grande igual a dele, assim era mais fácil pra mexer na boca e tal. Pensei minha boca é boa pra tantas coisas, que você nem imagina...

Conversa vai, conversa vem, acaba a consulta, e eu me levanto e faço de propósito deixando a mostra as laterais da minha calcinha que eram fininhas, porém ele não disse nada. Não agüentei e ao me despedir, como sempre nos despedíamos com um beijo no rosto, dei na boca e ele me jogou em cima de sua mesa, falando que eu era muito gostosa, foi me beijando toda, que beijo delicioso, abaixou minha calça até as pernas, afastou minha calcinha, encostou sua língua quente no meu grelinho, ficando todo babado, levantou minha blusa chupou meus seios, que já estavam duros de tanto tesão, ele foi falando que peitos durinhos esse seu, estava toda molhada e o tesão havia atingido o seu nível máximo

Abri dois botões do seu galeco, em seguida sua calça, pedindo pra chupar ele, que queria sentir o seu pau latejando na minha boca, chupei o seu pau todo, engolia tudo, chupava bastante a cabeça, seus testículos, tinha gosto de doce, que delicia!

Me levantei e pedi para me foder todinha, ele me colocou de 4 em sua mesa, esfregou seu pau na minha bucetinha, me fazendo implorar, foi enfiando devagarinho e eu mandava: me fode!!!!
Ele dizia: "Não vou agüentar você é muito gostosa!"
Foi socando tudo, até o fundo, pedi para ele parar que queria chupar gostoso, chupei bastante e ele me virou de frente na mesa, enfiou o seu cacete de novo, e eu já estava morrendo de tesão, ia socando forte e devagar pra não gozar, alguém bateu na porta e pedi goza na minha boquinha, goza?! Foi instantâneo! Que leitinho gostoso, engoli tudo e me senti realizada! Nos recompomos e sempre rola outras, que fica pra outro conto.


Os nomes são fictícios, a história a partir do beijo na boca é fictício. Infelizmente, é um desabafo do que realmente quero com meu dentista! Porém ele nem se quer deve imaginar!

Para me contatar, deixe os seus contatos nos comentários!




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.