"Os mais excitantes contos eróticos"


Que visita, que dia!!!


autor: GustavoN
publicado em: 09/03/17
categoria: hetero
leituras: 25718
ver notas
Fonte: maior > menor


Fatos reais (história que escutei em grupo de amigos - nomes fictícios - texto com adaptações)

Meu nome é Gilberto e isso aconteceu quanto eu tinha 15 anos e nas férias de início do ano, em janeiro. Eu tinha muitos amigos e frenquentávamos muito à casa uns dos outros, jogávamos futebol juntos, sempre estávamos juntos e dentre esses amigos tinha o Marcelo, que tinha 15 anos também, e todos falavam que o Marcelo era gay, eu nunca vi nada demais e mesmo que tivesse reparado não ligaria, nunca fui de fazer bullying com ninguém. Numa segunda-feira, estávamos procurando o que fazer, mais estava muito quente, um calor absurdo, sol muito forte e não dava pra jogar nossa "pelada" na rua. Eu tinha comprado um jogo de video game novo e estava em casa jogando sozinho e tinha comentado com os amigos, o Marcelo me mandou uma mensagem me chamando até a casa dele pra jogar, então fui e levei meu jogo. Chegando lá quem abriu o portão foi a mãe dele, a Eliane, muito bonita e gostosa, ela tinha uns 35 anos, estava solteira porque tinha separado do marido, o pai do Marcelo, a uns 2 anos e estava morando sozinha com o filho.
Ela me levou até o quarto dele onde estava jogando video game sozinho, pensei que ele tinha chamado outros amigos nossos ou que estavam pra chegar, já passava do meio dia e então começamos a jogar. Estávamos jogando e conversando também quando, por volta das 13:30, a mãe dele foi até o quarto e falou que iria sair, que iria ao banco e já que éramos só nos dois poderíamos ficar jogando, porque ela não queria bagunça.
Continuamos jogando e com muito calor tirei a camisa e sentei no chão com as costas encostada na cama e na direção do ventilador que estava no chão. Não muito tempo depois ele também sentou no chão, ao meu lado e ai começou a fazer e falar algumas coisas "estranhas". Começou a passar a mão na minha coxa e chegando até minha virilha como se não estivesse acontecendo nada. Também agi como se não estivesse acontecendo nada. Ele colocou a mão sobre meu pau e deu uma apertada e pela cintura do short de futebol que eu estava, enfiou a mão dentro e segurou meu pau, olhei pra ele e ele pra mim e continuou segurando, confesso que eu estava de pau duro já, e com isso ele deu uma punhetada no meu pau.
De repente ele se levantou e falou que iria tomar um banho, na hora achei estranho, mas ele foi e eu continuei jogando, depois de uns 10 minutos ele voltou, quando olhei ele estava pelado e de pau duro, fechou a porta do quarto e veio pra perto de mim, sentou do meu lado e voltou a colocar a mão dentro do meu short e punhetar meu pau. Levantei e sentei na cama e ele puxou meu short pra baixo deixando quase pelado com o pau pra fora, se ajoelhou na minha frente e puxou o short o tirando e começou a chupar meu pau, chupava gostoso, não fiquei mais "sem jeito" e deixei ele chupar, se levantou, virou de costas pra mim abriu as nádegas, mostrando o cu fechadinho, e sentou no meu colo, coloquei a mão nas costas dele empurrando um pouco pra frente e com a outra mão segurei meu pau bem na direção do cuzinho dele e com a mão esquerda vim puxando devagar, meu pau entrou bem apertado, com as duas mãos segurei a cintura dele e cadenciei os movimentos, ele ficou subindo e descendo devagar. Ele levantou e me empurrou me deitando na cama dele e se ajoelhou de frente pra mim com meu corpo entre as pernas dele, se sentou sobre mim e ficou procurando o meu pau com o cuzinho, quando achava se sentava mas meu pau não entrava, segurei meu pau e ele sentou e ai sim entrou. No começo ele ficou indo pra frente e pra trás, ficou assim por um tempinho e depois colocou as mãos no meu peito e ficou “quicando” sobre meu pau e o pau dele na minha frente balançando e batendo no meu abdômen e o saco esfregando em mim. Fiquei observando o pau dele e quando eu vi que estava “melado” segurei, ele segurou minha mão e ficou punhetando o pau com minha mão, ele soltou minha mão e eu continuei, o pau dele começou a latejar, achei que ele estava gozando e pra não esporrar na minha cara coloquei dois dedos sobre a cabeça do pau dele e não demorou muito ele gozou. Ele continuou quicando e logo depois também gozei. Levantei e fui pro banheiro, tomei banho e voltei pro quarto e foi logo depois e voltou, continuamos jogando vídeo game como se não tivesse acontecido nada.
Por volta das 16hrs a mãe dele chegou e ainda estávamos jogando, ela passou pelo quarto e avisou que chegou e falou que iria tomar banho. Uns 10 minutos depois chamaram no portão para irmos jogar futebol, ele foi ver quem era e eu fui até a metade do caminho, do portão ele falou pra eu desligar o vídeo game, guardar as paradas e ir depois, voltei e fui desligando e guardando as coisas, sai do quarto dele meio que correndo, bati de frente com a mãe dele saindo do banheiro, só de toalha, segurei ela, quase que num abraço, pra ela não cair no chão. Pedi muitas desculpas e ela falou que não precisava de tantas desculpas e que saiu do banho de toalha porque pensou que tínhamos saído. Falei que o Marcelo tinha ido na frente, então ela me pediu um favor que iria pedir ao Marcelo, que se eu podia trocar a lâmpada do quarto dela, falei que sim e então ela pediu pra pegar uma cadeira na cozinha, fui e voltei com a cadeira e ela, ainda de toalha, com a lâmpada na mão. Subi na cadeira com a lâmpada na mão pra trocar e fui tirando a outra, tirei e fui colocando a outra, quando terminei de colocar olhei pra baixo pra descer, quando vi a Eliane nua, peladinha, fiquei todo sem graça e ela normalmente perguntou se eu tinha colocado, falei que sim e ela chegando mais perto. Veio perguntando por que eu estava de cabeça baixa, tímido, respondi por que ela estava sem a toalha, ela falou que não precisa ficar assim, me deu a mão, se sentou na beirada da cama e me sentou também.
Falou para eu segurar o seio dela, segurei e fui apalpando e ficando de pau duro, ela reparou e colocou a mão perguntando o que era aquilo, já mais sem vergonha, falei que era porque estava segurando os peitos dela, então ela pediu pra eu tirar o short, não pensei duas vezes e tirei, voltei a segurar o peito dela e ela desceu minha mão até aquele bucetão dela e falou “Vamos ver o que vai acontecer com você agora!” Fiquei louco, comecei a acariciar a buceta dela deixando meu dedo entrar um pouco, fui alisando e ela gemendo, empurrei meu dedo dentro, ela falou que não queria o dedo, me puxou pra cima e pediu pra eu enfiar nela, entrei no meio das pernas dela e coloquei meu pau na buceta dela, estava muito macia de tão molhada que estava, me tirou de cima dela e subiu pra cima de mim, entre gemidos ela se sentou em cima do meu pau e começou a rebolar gostoso demais, ia pra frente e pra trás, rebolava, até que se agachou em cima de mim, subia e descia e eu vendo aquela buceta engolir meu pau com uma “fome” absurda. Ela saiu e ficou de quatro pra mim, pediu que eu enfiasse no cu dela, coloquei a cabeça na entrada e fui empurrando devagar, a cabeça entrou e fui empurrando, coloquei tudo dentro, fiquei comendo aquele cuzinho, tirei e coloquei na buceta, meu pau já estava latejando, ela se deitou e eu deitei atrás dela, continuei metendo na buceta dela, segurei os peitos delas e metendo, ela tirou meu pau da buceta dela e colocou no cuzinho, fui metendo devagar, parecia que estava mais apertado, no vai e vem o pau saiu e eu coloquei na buceta, sai da posição e deitei por cima dela novamente, ficando entre as pernas dela e fiquei metendo na buceta, ela embaixo de mim, gemendo muito e muito molhada, começou a se mexer, indo pra cima e pra baixou, comecei a beijar e dar mordidinhas no pescoço dela, ela começou a falar no meu ouvido que ia gozar, ia falando mais forte, até que ele soltou um gemido um pouco mais alto e longo, ela tinha gozado, fiquei mais excitado com isso. Ela perguntou se eu estava gozando, falei que estava quase, ela saiu e me sentou na beira da cama, se ajoelhou e começou a mamar meu pau, mais uma mamada foda (até hoje ninguém chupou meu pau gostoso daquele jeito). Chupou meu pau até eu gozar, gozei muito. Ela me levou pro banho e tomamos banho juntos, ela me deu um banho e eu lavei aquela buceta gostosa.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.