"Os mais excitantes contos eróticos"

 

NAMORADA DA MINHA CUNHADA


autor: Rick
publicado em: 21/03/15
categoria: hetero
leituras: 4589
ver notas


Isto se passou na madrugada do dia 2 para 3 de janeiro, numa cidade litorânea próxima daqui. Desde já adianto que o conto será inteiramente verídico, mas não esperem nada de grandioso, apenas alguns amaços entre eu, a namorada da minha cunhada e um amigo delas.

Pois bem, neste dia saímos para a noite para um show na beira da praia eu, minha esposa, minha cunhada com sua namorada e alguns amigos e amigas homo/bissexuais delas. Em relação à minha sexualidade, sou hetero, mas sou maduro e seguro o suficiente para me permitir uma certa dose de zueira com homossexuais..

Por exemplo, durante o show dei um beijo de língua na bochecha de um dos viados que estavam conosco, alisava seu torax deixava ele alisar o meu, etc, tudo na brincadeira, mas acho que acabei deixando-o com vontade de ficar comigo. Embora eu seja hetero, em um ambiente propício e se houver clima eu toparia algumas brincadeiras mais sérias com ele numa boa, mas isso não vem ao caso agora.

Durante o show, conforme o teor alcoolico do nosso sangue ia se acentuando, começamos a nos soltar. Lembro que o pessoal que estava conosco (bi/homossexuais) começaram todo mundo beijar todo mundo rsrs. E não me lembro como começou, mas um dos viados e depois as meninas (inclusive minha cunhada) cada um deu uma passada rápida de mao no meu pau por cima da bermuda, eu tentei passar a mão na buceta da minha cunhada e da sua namorada sobre a roupa mas elas desviaram, tudo isso na areia da praia, mas acho que a essa altura boa parte do público já tinha ido embora.
Em dado momento perguntei no ouvido da minha cunhada sobre o pedido que eu havia feito, e ela disse que tava complicado convencer a namorada dela.

Da nossa turma alguns foram embora também, restando eu, minha esposa, minha cunhada, sua namorada, uma amiga delas e o tal viado que falei anteriormente... Só para esclarecer, falo "viado" apenas para simplificar a narrativa, mas sem qualquer conotação pejorativa, pois não nutro nenhum preconceito mesmo. Alguém botou pilha e resolvemos ir para a beira da praia (não onde estavamos mas em outro ponto da orla) e tomar banho nus, isso já era umas 3 ou 4 da madrugada. No caminho minha esposa disse que não iria pelo frio, mas disse que eu podia ir de boa, mesmo nu. Ao chegar lá a amiga delas também saiu fora e iríamos entrar apenas eu, o viado, minha cunhada e sua namorada, mas infelizmente ninguem ficou nu, apenas de calcinha/cueca, então também fiquei apenas de cueca. No escuro pude vislumbrar os seios da namorada da minha cunhada, achei uma delicia, minha cunhada também estava só de calcinha mas não deu pra ver os seios dela, e ela mal molhou os pés e resolveu sair e vestir a roupa, então ficamos apenas eu, a namorada e o viado na água. Eu de olho nos seios dela, aguardei um momento propicio, quando ela estivesse de costas para a areia e com a água tapando até o ombro e dei uma pegada no seios dela, delicia, e ela não reagiu. Em seguida fui enfiar a mão na calcinha dela mas ela saiu fora
- Voce não vai pegar não pq eu não gosto de pinto

E o viado falando que estava doido para mergulhar (insinuando que queria me chupar, rsrs), e eu só rindo. Se o ambiente fosse propicio, eu deixaria numa boa, mas minha esposa e a minha cunhada estavam na areia então daria problema.

Em dado momento eu taquei o foda-se e tirei a cueca e mostrei pra eles dois, a namorada:
- Não acredito, vou conferir o piru dele pra ver se tirou mesmo (obvio que tirei, eu mostrei a cueca, era só uma piada para botar a mao no meu pau mesmo)
Ela veio e botou a mão, estava mole e ela falou:
- Nossa, mas é pirusinho.

Olha, uma explicação: Não sou um kid bengala, mas também não é minusculo, tenho 18cm o que para mim é uma boa média e me atende numa boa, mas de qualquer forma querer ver o tamanho do meu pau mole e naquela água gelada é uma baita injustiça, não acham?
O viado também veio conferir rsrs
E após isso botei a mão na buceta da namorada por baixo da calcinha e ela deixou. Mal coloquei o dedo e já senti a buceta dela melada, a safada tava doidinha por uma pica... Quem é que não gosta de piru mesmo? kkk
Aproveitei que a sacanagem tava liberada e perguntei
- E ae, quando vou ver você e a fulana (minha cunhada) se pegando?
- Tem que ver com a sua cunhada, mas acho dificil ela querer
- Se ela topar vc topa?
- Sim, ué
Nisso fiquei sem entender, pois a minha cunhada já tinha topado mas me disse que quem não estava querendo era sua namorada, e agora a namorada estava falando que topava mas acha que a minha cunhada não toparia... Depois, no dia seguinte, refletindo sobre isso, acho que nessa hora a namorada pensou que eu estava ali pedindo pra comer ela e a minha cunhada kkk, como eu disse antes, a minha intenção era apenas assistir, mas se pudesse comer seria melhor ainda, né?
Bom, continuando o dialogo, ela disse:
- Se voce quiser tem o meu amigo aqui (o viado que estava conosco na água)
Eu sem entender muito bem falei:
- Tá, mas ae como fica, vc quer dar pra nós dois?
- Não, você come a gente.

O alarme soou na minha cabeça kkk, confesso que já tive vontade de fazer umas brincadeiras com caras, e como eu disse antes, dependendo da situação eu até toparia uma sacanagem com aquele viado, mas penetrar um homem é algo que eu nunca tive vontade, eu já pensei em masturbação e sexo oral... Mas, quem sabe o que eu não faria cheio de tesão? Vendo os dois de quatro, talvez me animasse de comer os dois cuzinhos kkk, não tenho preconceito no sexo, o que der prazer tá valendo.

Fiquei de combinar isso depois, nisso abaixei minha cueca (eu havia vestido pouco depois de eles terem pegado no meu pau quando eu tirei) para liberar meu pau pro viado pegar, que a essa altura já tava duro, e a namorada que estava atras de mim eu apenas coloquei a mão pra tras e enfiei na calcinha dela, e ficamos naquele trenzinho, eu dedilhando a buceta da namorada da minha cunhada e o viado pegando no meu pau duro, confesso que foi extremamente excitante esta situação, ela logo soltou um gemido no meu ouvido, mas infelizmente não dava pra ficar muito tempo assim pois minha esposa e minha cunhada estavam na areia vendo a gente e não podíamos dar bandeira, eu fui o primeiro a sair fora, me afastei um pouco deles pro meu pau amolecer e logo saí da água, eles vieram logo em seguida e fomos embora, fim da noitada.

Ainda não conversei com nenhum dos envolvidos, então não faço idéia do que vai rolar daqui para frente... Quanto ao lance entre a namorada da minha cunhada e o viado, se rolar uma oportunidade acho que toparia, e quanto ao lance de eu assistir uma foda entre minha cunhada e sua namorada, já que a sacanagem chegou a este ponto acho que a namorada agora toparia, e a minha cunhada já havia sinalizado que da parte dela tava de boa também.. Assim que tiver uma oportunidade vou tocar no assunto com elas rsrs

Como eu disse antes, não rolou nada de muito grandioso, não comi ninguem, não gozei, não chupei nenhuma buceta, mas os amassos que rolaram foram extremamente excitantes, fico com tesão sempre que lembro da situação em que eu dedilhava a namorada da minha cunhada enquanto o viado pegava no meu pau.

Este conto foi totalmente verídico, diferente do anterior que foi verídico até certo ponto e à partir daí eu inventei a história (mas expliquei claramente o que era realidade e o que era ficção).

rricardo668@tahoo.com




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.