"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Desejos de uma fêmea sedenta


autor: rainhaafrodisiaca
publicado em: 22/04/16
categoria: aventura
leituras: 3075
ver notas


Vespera de feriado

A exatos três dias fiquei sem ele , e eu sabia que quando ele voltasse estaria cheio de saudades. E eu que a pouco tempo fria no sexo mas que agora o meu apetite sexual vem me tornando quase uma devoradora de homem,também não aguentava mais esperar.

Enfim após estes três ele chegou , mas ainda era cedo e as crianças estavam acordadas, eu não me aguentando esperar a noite chegar , decidi interter as crianças com jogos e celular então trancamos a porta por fora e fomos para o fundo da casa , onde da fundos com a casa do vizinho q ao nosso ver não se encontrava e que também serve de moradia ao nosso cão spyke.

Já que cachorro não fala iniciamos a nossa agarração, sem muito tempo para caricias porque sabiamos que logo eles se entediariam e iriam começar a brigar e nossos vizinhos também poderia chegar e nos flagar, mas o flagra era algo que não me incomodava , ao contrário isso até me excitava.

Rapidamente arranquei sua camisa abaixei a mão sobre a bermuda, e já sentindo a dureza de seu membro abaixei a sua bermuda e começei a mamar enquanto me masturbava já toda molhadinha querendo receber aquela rola dentro de mim.

Não me demorei na mamada, logo me coloquei de quatro querendo sentir o pau dele entrando, mas não,ele se abaixou atrás de mim mordendo minha bunda e com as mãos a separou e pude senti sua lingua afiada procurando meu cuzinho, até encontrar, humm que delicia.
Nessa hora a bucetona já escorria um melado transparente pingando ao chão nosso cão estava agitado , querendo se aproximar, cheguei a cogitar uma possível possibilidade de pedir ao marido pra deixar ele participar, mas não me desfiz desse nojento pensamentos , e voltei a me concentrar.

Ele então se levanta me coloca de quatro e esfrega seu pauzão no meu cuzinho que já na vontade começa pulsar tirando o melado da buceta e esfregando no cuzinho decide então penetrar.
Quer começar no cuzindo,mas agarro teu pau e o direciono para buceta onde dsejo sentir , ele entende e começar a foder com força do geitinho q gosto fode rápido , freneticamente que de tanta vontade gozo e pela primeira vez antes dele.

Que sensação deliciosa gozei Caralhoooooooo , mas eu ainda estava afim de mais. Então peguei sua mãos babei seu dedo do meio e o direcionei ao meu cu, ele enfia e logo retira dizendo que tem algo bem melhor pra por la dentro.

Direciona o pauzão no meu rabinho , e fica parado deixando que eu rebole até atolar ele todo dentro , então ele sentindo que minhas paredes anais se ajustaram ao seu pau com começa levemente o vai e vem do prazer que de início e dolorido mas depois q a dor se vai da um imenso prazer.

Então ele acelera e soca agora com força então da uma paradinha pra se recuperar e o meu bundao eu começo a jogar.
Sinto minhas pernas tremulas e as costas doer devida a posição mas não mudamos to cheia de tesão, então começo a falar : isso amor você gosta né então fode gostoso o rabo da tua putinha vai fode fode com força, então ele não perdoa e começa a bombar sinto suas bolas batendo a cada socada até ouvir seus gemidos e urros de macho prestes a gozar embarco na dele e jogo o bumbum agora com velocidade quando sinto suas mãos a agarrar o meu quadril e penetrando bem fundo sinto a pressão de sua ejaculação.
Sorrimos de imenso prazer e ficamos alguns sugundos, parecendo cachorros grudador até meu agora alargado cuzinho expulsa-lo de mim com suas contrações. Entramos e fomos direto ao banho com as crianças perguntando na porta onde é que nós estavamos.

Mas ainda não estou saciada

...






ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.