"Os mais excitantes contos eróticos"

 

A CHANTAGEM


autor: Amora
publicado em: 25/05/15
categoria: hetero
leituras: 15754
ver notas


Era final de semana e eu tinha uma visita muito especial em meu apartamento, minha querida afilhada!
Porém um fi, de semana que tinha tudo para ser de sonhos, começaria a se transformar em pesadelo!
Precisei sair para comprar algumas coisas que faltavam, em minha dispensa e quando voltei meu pesadelo começaria, ao entrar em meu apartamento me deparei com Theo sentado em meu sofá conversando animadamente com minha afilhada!
Desespera não quis saber de explicações e logo mandei Theo ir embora!
Theo sabia os motivos de eu não querer ele ali, mas mesmo assim tentou se fazer de vítima, minha inocente afilhada não entendeu e tentou defende lo, mas não dei ouvidos a ela e coloquei Theo para fora!
Depois justifiquei a ela, dizendo que não era uma situação legal ela estar sozinha com um garoto mais velho que ela sozinhos!
Ela não fez muita questão de entender minha justificativa, mas respeitou minha decisão e me prometeu que não ficaria mais a sós com ele!
Problema contornado de momento, saímos para praia, no caminho minha afilhada demonstrava que havia se encantado por Theo, pois não parava de falar nele, cada palavra que ela falava referente a ele parecia uma faca entrando em minha alma, não sei explicar o motivo dessa situação, mas ouvia ela falar!
A situação ainda iria piorar, enquanto nos bronzeávamos, Theo apareceu, para alegria de minha afilhada e para meu desespero!
Além de tudo o garoto era ousada, enquanto conversava com minha afilhada, sempre que possível ele dava uma olhada maliciosa em minha direção!
Depois de conversar um pouco ele foi para água, minha afilhada mostrava em seu olhar todo seu encantamento no rapaz enquanto ele caminhava em direção ao mar!
Após alguns minutos que ele saiu minha afilhada disse que iria se molhar um pouquinho pois estava com muito calor, para meu desespero eu sabia que o motivo de ela querer ir à água não era o calor e sim Theo!
Eu não poderia impedi la de ir água e assim ela saiu me deixando sozinha, mas não por muito tempo, Theo apareceu vindo por trás da posição em que eu estava sentada.
Logo sentou se na cadeira em que minha afilhada havia deixado desocupada, fez um breve comentário sobre minha afilhada e depois endereçou seus comentários para mim!
Quando interrompi seus cometários, ele jogou a bomba, disse ter fotos minhas transando com ele tiradas no dia em que havia bebido e transado com ele pela primeira vez, realmente não conseguia lembrar se de fato ele chegou a tirar alguma foto, e não quis me arriscar, perguntei oque ele queria em troca das fotos, com o leve sorriso no rosto disse:
"Você sabe muito bem oque eu quero!"
Avistei minha afilhada retornando da água, encurtei a conversa e disse a ele que depois conversaríamos sobre o assunto.
Minha afilhada chegou a nós, os dois conversaram um pouco e pelas atitudes de Theo demonstrou que realmente ele não estava interessada nela, porém ele aproveitaria o fato do interesse dela, nele para poder se aproximar de mim!
Voltamos da praia e enquanto minha afilhada tomava banho Theo, bateu na porta de meu apartamento, assustada perguntei oque ele queria ali?
"Vim saber sua resposta?" disse ele!
"Ainda não tenho!" disse a ele.
Sem pudores, Theo tirou seu pau para fora e disse:
"Quem sabe olhando ele, isso não te ajude!"
"Tá louco menino, coloca isso para dentro ou então...!" "Ou então oque?" interrompeu minha frase.
"Eu tenho provas que você é uma puta safada!" continuou falando.
"Tudo bem eu faço, mas coloca isso para dentro!" falei a ele.
"Só coloco depois que você der uma chupadinha!" disse ele.
"Ok, eu chupo e você apaga as fotos!" falei para Theo.
"Não, você chupa para eu guarda lo agora!" retrucou ele.
Sem opção e com receio de minha afilhada sair do banho me ajoelhei e comecei a chupa lo.
Mesmo me sentindo humilhada, eu começava a ficar excitada chupando o pau de Theo!
Ouvi o chuveiro ser fechado por minha afilhada, desesperada parei de chupar Theo e implorei que ele fosse embora, mesmo contrariado ele acatou meu pedido, mas disse que meia noite voltaria a me procurar.
Sai com minha afilhada para dar uma volta e tentar esfriar a cabeça, mas Theo não saía de meus pensamentos!
Além de minha afilhada não parar de falar nele, havia o incomodo de mesmo não sendo um desejo meu de chupar o pau de Theo, aquilo ainda sim havia me excitado!
Com tantas coisas na cabeça voltei para meu apartamento e torci para que minha afilhada dormisse logo, mas a principio isso parecia que não aconteceria!
Mas faltando um pouquinho para meia noite ela adormeceu e meia noite em ponto lá estava eu na sala, ansiosa, com medo e torcendo que ele não aparecesse!
Já chegava quase a 1:00 hora da manhã, eu já desistia, quando ouvi um som vindo da porta da área de serviço!
Abri a porta e no escuro puxei Theo para dentro da área, perguntei a ele sobre as fotos e ele me respondeu que as entregaria depois.
Disse a ele então para se apressar, mandei que abaixasse logo a bermuda para eu terminar de chupa lo, mas Theo disse que não queria apenas ser chupado, ou melhor nem queria ser chupado, agora queria me comer!
Eu vestia um baby doll vermelho naquela noite, Theo se aproximou de mim e começou a cheirar meu pescoço, enquanto eu pedia para que ele fosse rápido!
Apesar da situação constrangedora eu começava a ficar excitada!
Virei de costas para Theo, abaixei minha roupa e me apoiei na maquina de lavar e pedi que Theo me penetrasse!
A primeira estocada de Theo foi incomoda pois não estava totalmente lubrificada, mas com os movimentos de vai vem feitos pelo garoto fui me lubrificando e me excitando cada vez mais, a ponto de ter que tapar a boca para sufocar meus gemidos!
Theo puxava meus cabelos com vontade, senti seu ritmo acelerar e suas pernas tremerem e em seguida um forte jato em meu bumbum!
Virei para ele e perguntei se estava satisfeito?
Theo sorriu, indicando que sim.
Agora então era a hora de ele mostrar as fotos e apaga las, mas quando questionei sobre as fotos, Theo sorriu tentou desconversar, e deu a entender que não havia fotos nenhuma e que apenas se valeu de uma situação!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.