"Os mais excitantes contos eróticos"

 

A primeira vez com meu padrinho


autor: ContosdeSofia
publicado em: 23/01/17
categoria: incesto
leituras: 21296
ver notas


Olá,

Meu nome é Sofia, tenho 28 anos, cabelos lisos longos e castanhos, pele branquinha (Descendente de italianos), seios médios, bumbum durinho, corpo sarado por praticar academia, 1,68.

Tudo aconteceu há 11 anos. Meu padrinho Marcelo, na época com 30 e poucos anos, barba expeça e desenhada, corpo forte, cabelos pretos. Um dia ele me pediu para ajudá-lo a cuidar de sua filha de 3 anos, pois sua esposa precisava viajar para resolver problemas da família dela e não podia levar a filha, o casamento deles também não ia bem, eles brigavam muito e as vezes eu ouvia ele falar que ela não gostava de sexo. Como moramos na mesma rua e eu sempre estava na casa dele, sua esposa não exitou em deixar sua filha comigo. Ela saiu pela manha e só voltaria no dia seguinte a noite e eu fui para casa dele para cuidar da menina.
O calor em BH estava muito e nesse dia eu usava um shortinho jeans e uma camiseta branca de alcinha e sem sutiã. Percebi que meu padrinho sempre estava por perto me observando. Quando deu 19 horas eu já estava exausta de tanto correr atrás de criança. Meu padrinho disse que iria assar uma carne, então eu tomei um banho e dei banho na menina, vesti um vestido solto. Após o banho ela comeu algo e acabou adormecendo.
Fui conversar com meu padrinho que já havia tomado umas cervejas. Conversamos sobre muitas coisas, ele me perguntou como estava o namoro e eu disse que havia terminado há 8 meses. Comi algo e ele me ofereceu uma cerveja, como eu não bebo na primeira latinha eu já estava zonza. Então ele começou a me fazer perguntas sobre sexo, qual era minha posição favorita, se eu gosto de oral... eu fiquei sem graça com a situação e então disse que iria ver a filha dele e sai, estava muito cansada, já era umas 22 horas, acabei deitando na cama de bruço e adormeci. Pouco tempo depois eu acordo com um barulho e vejo meu padrinho na beirada da cama se masturbando, seu pênis estava enorme, meu vestido estava levantado. Assustei com a situação e tentei levantar. Ele me segurou e me empurrou pela cama e deitou sobre mim, começou então a esfregar seu pênis sobre minha bunda, eu comecei a gritar, ele então tampou a minha boca com uma das mãos e com a outra ele colocou minha calcinha de lado, ele beijava meu pescoço e esfregava sua barba em mim. Seu pênis estava duro e molhado esfregando em minha bucetinha, eu fazia de tudo para não deixar ele penetrar. Então ele me virou de frente e arrebentou a alça do meu vestido expondo meus seios, começou a chupá-los forte e a dedilhar meu clitóris. Com isso eu já estava ficando molhada de tesão. Ele sentiu minha bucetinha molhada e disse:
_ Eu sabia que você iria gostar.
Nisso a menina começou a acordar com o barulho. Então ele me pegou pelos braços e me arrastou para outro quarto, chegando lá ele disse:
_Vem aqui afilhadinha, vou fazer você cavalgar gostoso num pau e tirar seu atraso, vou te fazer minha putinha agora.
Ele tirou toda minha roupa e começou a me chupar. Eu gemia de prazer, ele então enfiou um dedo em minha bucetinha e ficou no vai e vem, logo enfiou o segundo dedo e chupava mais e mais meu clitóris, não aguentei e acabei gozando.Meu corpo todo estremeceu.
Ele disse: Vem cá chupar minha rola. Me pegou pelos cabelos e enfiou seu pênis em minha boca, nessa altura ele já estava latejando, chupei gostoso e ele segurou forte minha cabeça, não permitindo que eu tirasse seu pau de minha boca e gozou tudo em minha boca.
Eu estava exausta e fui tomar um banho e ele foi para outro banheiro. Demorei um pouco mais no banho até me recompor, quando sai lá estava ele me esperando novamente.
Disse: Vem cá que agora vou fuder sua bucetinha gostosa. Eu implorei para ele parar e ele me pegou pelos cabelos e disse que quem manda ali é ele. Ele tirou minha toalha e me jogou na cama, começou a me beijar e a acariciar minha bucetinha. Quando eu fiquei molhadinha ele disse: Eu sei que você gosta minha putinha. Então começou a chupar meus seios que já estavam com os bicos durinhos(confesso que isso me dá muito tesão) então não mais resisti. Ele veio por cima, abriu minhas pernas e me penetrou gostoso. Começou o vai e vem devagar e dizia: Que gostosa sua bucetinha, está apertadinha e molhadinha. Então começou a ir mais rápido e eu gemendo de prazer.
Ele então saiu da posição e ficou sentado na cama e me mandou sentar em cima (adoro essa posição), sentei e comecei a rebolar devagar, então ele segurou em minha cintura e forçava meu corpo contra o dele e aumentou a velocidade, ele me beijando e levei sua boca até meus seios para ele chupar, isso me deixou louca de prazer, com ele forçando meu corpo contra o seu acabou fazendo pressão gostosa em meu clitóris e logo eu estava gozando novamente. Então ele me colocou de quarto na cama e penetrou e começou a enfiar mais forte eu disse que estava doendo, então ele me mandou calar a boca e segurou meu cabelo com uma das mãos e com a outra dava tapas em meu bumbum, ele começou a me chamar de putinha do padrinho e o vai e vem se intensificou e ele começou a gozar, senti jatos de porra dentro da minha bucetinha. Ele segurou minha cintura até gozar tudo dentro de mim. Então deitou e me colocou de costas para ele.
Estávamos exaustos, eu estava trêmula, e disse: Agora irei tomar um banho e dormir.
Então ele disse: Não irá dormir antes de eu comer esse cuzinho gostoso... Mas isso é para o próximo conto.

Deixe seu comentário se gostou do conto.

Beijinhos




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.