"Os mais excitantes contos eróticos"


Meu amigo italiano


autor: kate colt
publicado em: 25/08/15
categoria: hetero
leituras: 5044
ver notas
Fonte: maior > menor


A uns dois meses atrás, um número diferente apareceu no whatsapp. Olhei para a foto de perfil e vi um homem que aparentava ter por volta de 40/45 anos, cavanhaque e estava muito bem vestido. Definitivamente, eu não o conhecia.

- Va bene? - ele perguntou.

- Sim. - respondi confusa com o idioma. - De onde você é? E como conseguiu meu número?

Ele demorou a responder, o que me deixou ainda mais estarrecida sobre quem era aquele homem.

- Me cham Ronniere. Sou da Itália, mas viajo muito para o Brasil.

Apesar de tudo, eu adoro conhecer gente nova, diferente, e que mal poderia haver se ele estava do outro lado do Atlântico?!

Conversamos por dias seguidos, até que em uma noite, depois que cheguei da faculdade, ele pediu para me ligar (pelo WPP mesmo). Aceitei, já tínhamos descoberto tantas coisas em comum, como o gosto por livros e filmes.

- Oi, amore. - disse com a sua voz rouca e com aquele sotaque italiano.

- Oi, Ron.

- Quero dizer-te uma coisa, mas não pense que é abuso. Vero?

- Sim. diga.

- Com todo respeito que já aprendi a ter por ti, mas essa sua foto de perfil... Mamma mia!

Eu ri, mas não senti vergonha, ao contrário, gostei de saber que ele sentia alguma atração por mim.

- Ah, Ron, nem é nada demais.

Na foto, eu estava de camiseta e shortinho jeans curtinho. Minhas coxas estava totalmente de fora.

- Como é bella tuas pernas.

- Obrigada. - respondi, mas fiquei imaginando qual seria a reação se mostrasse minhas "fotos secretas".

Depois ele desconversou, trocou de assunto, mas eu queria mesmo enviar uma ou outra foto para ele e saber como ele ficaria.

De propósito, nos dias que se seguiram, fui trocando de foto no perfil e colocava a cada dia uma foto diferente, com pose diferente, e sempre provocativas. Queria atiçá-lo.

- Tesoro mio, que pensa que está fazendo?

- Do que está falando? - perguntei "tão" inocente.

- Com essas fotos que mostram-te pouco, mas o suficiente para me tirar o juízo. Me desculpa a franqueza.

saber que ele estava perdendo a cabeça, me deixava excitada.

- Mas essas fotos são tãoooo bobinhas, Ron.

Então, tomada pela excitação e pelo impulso, enviei uma foto para ele. Na foto, eu estava de costas, minhas mãos seguravam cada lado da minha bunda e uma calcinha de renda preta estava devidamente bem encravada. Era uma das minhas preferidas.

- Seja boazinha, Kate, ou terei que lhe castigar quando descer aí no Brasil. - disse, mas sabia que queria mais.

Enviei outra. Nesta estava apenas com uma cinta-liga e meia-calça. Os seios empinados e a boceta estavam expostos.

- É meu último aviso, se comporta, ou terei que te castigar, amore mio.

Adorava saber que ele estava tendo pensamentos assim, e estava louca para descobrir qual seria a minha punição.

Enviei outra foto, totalmente nua, deitada e com as pernas abertas. Uma mão apertava um dos meus seios e a outra apertava meu grelo.

- Logo estarei aí, e você vai sofrer por ser tão malvada.

- Se realmente fosse fazer, nem me diria. - provoquei-o.

- Kate, minha doce criança, você verá o tamanho do teu castigo.

Eu estava me contorcendo de tesão, enfiei minha mão dentro da calcinha e senti como já estava molhadinha. Enfiei meu dedo, apenas e gemi. Queria sentir aquele pau italiano. Seria meu primeiro sexo estrangeiro. Coloquei outro dedo, e mais outro. Três dedos na minha bocetinha que já estava encharcada. Comecei a rebolar com meus dedos lá dentro. Precisava gozar. Enfiei com força e imaginei o pau do Ron entrando com vontade em mim.

- Ahhhh... Isso, isso... Ahhh

Gozei gostosinho e chupei meus dedos melados e saborosos.

O Ron chegaria em poucos dias, mas minha boceta estava ansiosa.

Tirei uma foto da minha bocetinha toda melada e enviei para ele, apenas para excitá-lo.

- Amanhã estou aí. - respondeu e desconectou.


Continua...



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.