"Os mais excitantes contos eróticos"


Fui no casamento e comi a noiv


autor: RC
publicado em: 27/08/15
categoria: hetero
leituras: 16592
ver notas
Fonte: maior > menor


Eu e Andressa tivemos um relacionamento durante a faculdade, no interior do estado, foi quase um namoro, digo quase porque nunca nos assumimos publicamente. Mas fazíamos um sexo tão bom que podíamos dizer que fomos fiéis um ao outro durante uns 6 meses. Juntos tivemos diversas experiencias e realizamos diversas fantasias e fetiches.
Andressa era uma baixinha gostosinha, muito safada, seios pequenos e bunda farta, também tinha um lindo par pés número 36 que me despertaram o desejo pela podolatria.
Passado um tempo a coisa foi esfriando e fomos nos afastando naturalmente. As vezes rolava um "deja vu". Mas quando terminei a faculdade, alguns semestres antes dela, me mudei de cidade e terminamos o "relacionamento" de uma vez por todas. Mantivemos algum contato pelas redes sociais, mas nada além disso.
Anos depois, eu já namorando de verdade e em outra cidade, recebi o convite para o casamento de Andressa com um cara que nunca havia visto. No começo até estranhei, pois fazia tempo que não nos falávamos, nem fiz questão de ir. Mais tarde falei com outros amigos da época da faculdade que também não encontrava a um bom tempo e me convenceram a ir para reunir novamente todo o "pessoal", já que cada um estava num lugar agora, era tempo voltar à cidade que havíamos nos formado. Minha namorada não quis ir. Fui mesmo assim, para lembrar bons tempos.
Chegado o dia, Andressa estava mais madura com 28 anos, mas permanecia com a mesma aparência dos tempos da faculdade e estava linda vestida de noiva. Quando fui cumprimentar o casal, Andressa me abraçou demoradamente dizendo que bom que tinha podido ir, e me apresentou o noivo e o cara era muito feio! Até brinquei cochichando no ouvido de Andressa que ele devia ter muito dinheiro, ela só riu.
No casamento realmente estava todo o pessoal da faculdade, mas só eu estava "avulso". Depois da cerimonia na festa até me diverti um pouco conversando com os amigos, mas depois que começou o "baile" fiquei deslocado. Até dancei com Andressa, mas em nenhum momento imaginei o que estava por vir.
Logo depois que dancei com ela, resolvi ir embora. Me despedi do pessoal todo demoradamente, pois conversamos mais um pouco. Até que fui me despedir dos noivos e só encontrei o noivo, do qual me despedi cordialmente e ele mesmo me sinalizou dizendo que Andressa estava indo no camarim trocar o vestido de noiva por um mais confortável para a festa. Deixei o noivo e a encontrei Andressa já no corredor, e lhe dei tchau, ela me disse:
- Veio na hora certa. Quando te convidei pensei numa última loucura das tantas que fizemos. Você aqui é sinal de que é para fazer.
Eu, meio sem entender nada, olhei pros lados achando que ela iria me beijar ali, mas não. Ela me disse:
- Faz a volta e entra pelos fundos da sala do camarim, vou deixar aberta. (Já havíamos organizado várias festas juntos no mesmo clube nos tempos da faculdade)
Ela saiu e entrou no camarim, eu fiquei ali parado assustado. Passou mil coisas pela minha cabeça:
Isso era um brincadeira do pessoal?
Alguém tinha visto algo?
E se ele resolvesse entrar lá também?
Uns minutos depois recobrei os sentidos e sai em direção a porta. Admito tive medo e estava indo embora, fui até o carro e quando abri a porta resolvi pagar pra ver!
Fiz a volta no clube e a luz do camarim estava acesa, Andressa conversava com uma outra mulher. Fiquei ouvindo, Andressa dizia que não precisava mais ajuda, que era pra ir pra festa. Ouvi barulho da chave, a porta se abriu. Andressa tirou a cabeça pra fora e olhou para os dois lados até me encontrar perto da janela. Me chamou com a mão. Fui até lá. Ela me puxou para dentro.
Andressa, apenas com o vestido branco debaixo, quase transparente; me agarrou me beijando e colocando a as mãos no pau e já abrindo a calça do terno. Eu correspondi na hora. Ela simplesmente tirou meu pau já duro para fora e começou a chupar! Não acreditei! Tirei o resto do terno enquanto ela me chupava muito gulosa, engolindo tudo. Quando estava nu tirei o o resto do vestido dela e joguei ela num sofá. Chupei os peitinhos que ainda cabiam na minha boca e me preparei para penetrar-la, ela me interrompeu:
- Vamos com calma, eu sou a noiva, eu mando hoje. Primeiro vai chupar minha bucetinha que ninguém mais fez isso como você.
Um pedido assim, tive que obedecer. Chupei a bucetinha dela toda depiladinha e cheirosa, pronta para lua de mel: Lambendo delicadamente, como pedindo licença a cada movimento, ela correspondia dizendo: isso, isso..e com a mão na minha cabeça. Olhava para ela e via sua satisfação. Até que fui aumentando o ritmo e caí de boca por completo chupando aquela bela buceta em que aprendi tanta coisa. Ela gozou na minha boca e me beijou. Ela sempre gostou de sentir seu gosto na minha boca.
Depois disso recebi mais uma chupada e meti com tudo nela. Andressa gemia, já que não podia gritar, embora o barulho da festa fosse alto. Ela me jpogou no chão e cavalgou em mim, e depois meti com ela deitada no sofá até que peguei e encostei ela na parede, o rosto e os seios encostados na parede gelada. Ela já foi arrebitando a bundinha deixando aquele que havia sido o primeiro cuzinho que comi parecendo um botão pronto para ser aberto.
Enfiei no cuzinho aos pouquinhos, ela gemia cada vez mais alto a medida que eu correspondia metendo mais forte até que começou a gritar de prazer. Vi que o tempo passou e achei que deveria gozar logo, antes que alguém desse falta dela na festa. Meti e tirei o pau do cuzinho pronto para gozar na bunda dela. Mas ela não deixou e de joelhos fez eu gozar na boca, engoliu tudo. Justo ela que sempre cuspiu!
Nos vestimos e quando eu esta terminado o noivo bateu na porta perguntando se estava tudo bem. Me escondi atrás de um armário. Ela só de lingerie abriu uma fresta da porta e disse que estava se preparando para a grande noite com ele. Ele abriu um pouco mais e ela disse que não era para ele ver, só mais tarde. Então deu um beijo nele com a boca que ainda devia ter o gosto do meu pau. Fechou a porta e terminamos de nos vestir ainda eufóricos.
Nos despedimos.Nosso relacionamento terminava mais uma vez. Pelo menos por enquanto.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.