"Os mais excitantes contos eróticos"


Fodida a força! 😈👅💦


autor: Morena_Kah
publicado em: 28/06/17
categoria: hetero
leituras: 5004
ver notas
Fonte: maior > menor


Olá queridos leitores, hoje irei compartilhar com vocês o que anda me acontecendo…
Há alguns dias atrás comecei a ler diversos contos, e notei o quanto tudo isso me excitava, li contos de meus “novos amigos” que fiz aqui, mas também contos que no título tinha algo semelhante a “comi com força (buceta ou cuzinho), seduzindo, arrombando, entre outros…
Eu começava a ler, quando me dava conta sentia meu melzinho inundando minha calcinha, depois já ficava completamente despida pronta para me tocar e confesso que passei a gozar muitas vezes, parecia que tudo o que eu estava lendo acontecia comigo no momento, sentia cada estocada, oral, eu podia sentir línguas penetrando minha buceta, dedos sendo introduzidos, e até cacetes das mais diversas formas e tamanhos, eu podia sentir o gosto do gozo na minha boca, aquelas mãos firmes me segurando com força e fodendo minha buceta, e eu gemia alto, rebolando então nos meus dedos… Mas, eu queria mais, e um fogo tomou conta de mim, eu estava muito louca por sexo e SELVAGEM, 24 horas querendo dar minha bucetinha que já vivia melada, ler os contos me fez ficar tarada, (meu namorado não sabe que leio e escrevo aqui), então passei a “descontar” nele essa vontade por sexo, essa vontade de foder com força, passamos a “fazer amorzinho” mais vezes no dia, terminava uma, eu queria outra e mais outra, só que eu o instigava para ele usar mais força, e como nos contos eu queria que ele comece minha buceta e cuzinho a força e assim ele fez…


Sábado ele chegou na minha casa, e eu estava pronta esperando por ele, não usei o famoso hidratante doce, optei por óleo, sim, passei por todo o meu corpo e eu mesmo senti vontade de me comer, pus lubrificante na cabeceira da cama, e alguns brinquedinhos, quando ele adentrou no meu quarto eu estava nua em cima da cama de quatro, ouvi ele dando a famosa risadinha de safado, logo senti aquelas mãos firmes puxando meu traseiro e aquela lambida molhada na minha buceta subindo para o meu anelzinho, e aquilo me fez contorcer, logo soltei um gemido de PUTA (com ele eu sou tudo). Ele me chupou durante vários minutos e eu já queria gozar na boca dele, mas eu precisava que ele me comece a força, eu queria sentir aquela sensação. Então tirei meu traseiro de suas mãos, mandei ele deitar, deixei ele entre minhas pernas e comecei a dançar, eu rebolava até minha buceta tocar em seus lábios, rebolei em seu rosto, deixei ele meladinho com meu melzinho, então fui em direção do cacete, rebolava e rebolava ele gemia pedindo que eu o colocasse pra fora e sentasse gostoso “do jeito que só a putinha dele sabia fazer”, ouvindo isso só me dava mais tesão, então tirei toda a roupa dele, comecei a beijar seu peitoral, e a descer pelo abdômen, passava a língua entre um beijo e outro, sentia o pau dele roçando nos meus peitos, então resolvi castigá-lo, segurei aquele cacete que estava duro como um ferro, e coloquei a cabecinha na minha boca, deixei bem molhadinha e fiz 3 círculos bem devagar, ele pegou nos meus cabelos e me fez engolir aquele pau inteiro, mas ordenei que ele ficasse parado, “faço tudo o que minha putinha quiser”, ah caralho eu queria mesmo era sentar naquele pau e cavalgar, mas aí levantei e comecei a rebolar, quando eu alcançava o pau dele eu mirava a cabecinha na minha buceta, isso foi me excitando ainda mais, ele tentou diversas vezes estocar aquele pau todo dentro da minha xaninha mas eu recuava, então nesses rebolados na cabecinha eu gozei gostoso, sem dá a mínima chance pra ele, porque era isso que eu queria, despertar o prazer máximo nele, e “deixar ele na mão”, eu sabia que ele iria querer gozar e ia sentir um pouquinho de chateação… logo eu sair de cima dele, disse que estava cansada, dei um beijinho e o agradeci por ser um bom garoto! Ele questionou, perguntou porque eu não iria fazer ele gozar?! Não respondi, apenas deitei ao seu lado, e me virei de costas, fingi que estava dormindo.

Foi aí que meu plano começou 😈👅💦

Ele disse baixinho: “Você vai me fazer gozar sim, querendo ou não!!!

Eu soltei fogos por dentro sabendo que tudo estava dando certo, ele começou a acariciar minha buceta, e eu disse pra ele parar pois queria dormir, ele continuou, e resolvi pegar pesado, “o que eu queria eu já fiz”, ele me colocou de bumbum pra cima, enrolou a mão no meu cabelo e puxou minha cabeça e sussurrou no meu ouvido: “você é minha putinha, e vi que não está me obedecendo, se satisfez sozinha e me deixou largado como um qualquer, agora você vai ver o quanto vou te foder com força!”.

Eu senti um pouco de medo mas logo o prazer que me invadiu ofuscou isso!

Ele nem sequer usou o lubrificante, enfiou todo aquele cacete na minha bucetinha, e eu senti ele me rasgando, bombava com muita força, eu pedia pra ele parar, mas não me dava ouvidos, algumas vezes eu senti dor e falei pra ele, mas ele dizia que era disso que eu gostava, que ele ia me foder do jeitinho que eu sempre pedia, algumas vezes eu quis sair, mas ele me segurava com força, então me entreguei e deixei ele fazer como ele queria pois eu provoquei aquilo!
Ele fodeu minha bucetinha por muito tempo, me colocava de 4 e quando eu já não aguentava mais ficar assim caia na cama e ele continua enfiando aquele pau todo dentro de mim, gemia no meu ouvido, “é assim que você gosta minha mulherzinha?!”, “eu quis fazer com carinho mas você quis assim!”, “eu tô adorando foder toda a tua buceta”...
Isso me enchia de tesão, eu gozei no pau dele, e ele disse que não era pra eu fazer isso, pois era meu castigo, e disse que ia me disciplinar, então me colocou de 4 e disse que se eu deitasse ele me daria um castigo pior, então quando menos esperei ele socou o cacete todo no meu rabo, eu gritei de dor misturado com prazer; ele parecia um cavalo me comendo, deu várias tapas na minha raba, eu implorei pra ele usar o lubrificante e fui deitando na cama, então ele disse:

“falei pra não deitar, disse que te daria um castigo se fizesse isso, então você quer que eu use o lubrificante?!”
Imediatamente respondi que sim!
Ele me pôs de 4 novamente e falou: “-Vou usar agora minha putinha!”

Quando me dei conta ele estava enfiando aquela embalagem de uns 19 cm com curvaturas, toda na minha bucetinha, falei “para, para, tá doendo!”, Ele logo enfiou o cacete no meu cuzinho de novo, eu tinha um lubrificante todo dentro da minha buceta e um cacete fodendo meu cuzinho, era tudo o que eu queria!

Ele me chamava de puta, socava aquilo na minha buceta e fodia meu cu, eu rebolava como nunca, ele me fodeu por muito tempo, minhas pernas já estava fraca, mas eu alcancei mais uma vez o orgasmo! Logo ele anunciou o dele, ele urrava de tesão, dava palmadas muito forte no meu bumbum, e disse: “eu enchi todo teu cuzinho com minha porra!” chegou perto do meu ouvido e disse: “Obrigada por hoje você não ter sido uma boa garota, hoje eu pude te foder toda, adorei ter que te disciplinar”. Eu o beijei fervorosamente e o agradeci por ele literalmente ter me fodido!

Hoje eu me sinto bem realizada, continuo lendo os contos, sentindo prazer ao ler, batendo várias “siriricas” e fodendo muito com meu macho!

Se gostou desse conto deixe seu comentário e passe pra dá uma lida nos outros contos 👌

Desejo um sexo selvagem a vocês 😈👅💦💋







ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.